Cinema negro no MAMM

Em julho chega ao Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) a mostra “Travessias – Cinema Negro das Américas e de Produções Audiovisuais Africanas”. A tônica do projeto é exibir produções cinematográficas do continente africano e do chamado cinema negro das Américas do Sul, Central e do Norte. As sessões começam dia 6 de julho e vão até 24 de agosto, sempre às quintas-feiras, às 19h

Dando visibilidade às temáticas ligadas às populações negras e africanas, o projeto insere as memórias, conhecimentos e saberes dessas culturas como ponto de reflexão em nosso cotidiano. Por essa razão, algumas sessões serão precedidas de performances com grupos de artes cênicas, coletivos e artistas de Juiz de Fora. O objetivo é unir várias formas de expressão artística num processo de travessias entre as artes.

Na estreia serão exibidos dois filmes. O curta “Alma no Olho”, de Zózimo Bulbul, considerado o precursor do cinema negro do Brasil, e o longa “Amor Maldito”, de Adélia Sampaio, admitido como primeiro filme dirigido por uma mulher negra no país.

O filme de Bulbul retrata, silenciosamente, o processo de colonização e diáspora do povo negro, através da interpretação gestual do próprio diretor que o protagoniza.

Já “Amor Maldito” conta o romance entre as personagens Sueli (Wilma Dias) e Fernanda (Monique Lafond), que se apaixonam e decidem morar juntas. Porém, o relacionamento  é abalado pela gravidez e morte de Sueli, cuja suspeita de assassinato recai sobre Fernanda.

A curadoria da mostra é da professora do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Juiz de Fora, Fernanda do Nascimento Thomaz.

As sessões têm classificação etária livre e a entrada é franca.

Serviço

Mostra Travessias – Cinema Negro das Américas e Produções Audiovisuais Africanas

Curadoria: Fernanda do Nascimento Thomaz

Abertura: 6 de julho | Encerramento: 24 de agosto

Horário: Sempre às quintas-feiras, às 19h

Local: Museu de Arte Murilo Mendes – Rua Benjamin Constant,790, Centro –

Entrada Franca

Outras informações: 3229-9070

Paulo Varella1139 Posts

Estudou cinema na NTFS( UK), Administração de Empresas na FGV e Química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil desde então. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo e pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil: Um local para unir pessoas com um mesmo interesse, a arte contemporânea. Faz o contato e organiza encontros com os curadores, artistas e colecionadores que representam o conteúdo do qual falamos no Arte Ref

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password