A obra como espelho no Centro Cultural Correios/RJ

Carregando Eventos

« Todos Eventos

A obra como espelho no Centro Cultural Correios/RJ

novembro 8, 2017 - janeiro 7, 2018

 

“Assim como Lewis Caroll em Alice no País das Maravilhas, pretendo levar o visitante da minha exposição para ‘o outro lado do espelho’”, afirma, metaforicamente, Marilou Winograd. A artista visual comemora duas décadas de carreira na individual “a obra do espelho”, que abre para convidados no dia 8 de novembro, no Centro Cultural Correios, no Centro, sob a curadoria de Ruy Sampaio. Obras grandes – instalações de 3 metros de altura por 6 metros de largura -, formam conjuntos ao lado de outras menores, como as quarenta caixas acrílicas que ostentam dedais, agulhas e fios de cobre que tecem redes de memórias que se ampliam, na concepção da artista. Fotografias ampliadas com layers de outras imagens rasgadas sobrepostas funcionam “como se atravessassem os espelhos através das camadas da obra, numa viagem ao tempo/memória do visível, tornando o invisível parte da obra”, explica a artista.

 

OBRAS OCUPAM 650M² EM TRÊS SALÕES DO TERCEIRO ANDAR

Na sala lateral, o site specific “Memórias do Corpo” traz 468 fragmentos e duas fotos impressas em lona de três metros por seis metros. No salão central, cerca de quatro conjuntos de fotos de tamanhos variados compõem painéis de 1,20 metros a 8 metros, impressos em papel fotográfico, acrílico e aço inoxidável, telas com volumes e um objeto com espelho “Le Baiser Mis a Nu”. Na terceira sala, uma obra branca ocupa posição central, em contraponto à instalação “Equilibrium”, com 40 caixas de acrílico, agulhas e fios de cobre.

 

SAIBA MAIS SOBRE MARILOU WINOGRAD

Nascida no Egito, Marilou Winograd chegou no Rio de Janeiro em 1960. Formada em Artes no CEAC (Centro de Arte Contemporânea), IBA (Instituto de Belas Artes) e EAV (Escola de Artes Visuais do Parque Lage), participou de exposições individuais, coletivas, congressos, seminários no Brasil e no exterior (1971/2017). É uma das curadoras e idealizadoras do projeto Zona Oculta – entre o público e o privado – com 350 artistas mulheres (2004/11), do projeto Acesso Arte Contemporânea com 158 artistas visuais (2011/17) e de muitas exposições  coletivas, ocupações e convocatórias. Em 2002, publica o livro ¨O Silêncio do Branco¨, relato visual da sua viagem à Antártica num contraponto com a sua obra.

 

a obra como espelho Marilou Winograd ocupa os 3 salões principais do 3º andar com fotografias, caixas acrílicas e instalação.

Curadoria: Ruy Sampaio

Abertura: 8 de novembro de 2017, às 19h

Visitação: de 9 de novembro de 2017 a 7 de janeiro 2018

Centro Cultural Correios

Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro/ RJ

Telefone: 2253-1580

Horário: de terça a domingo, das 12h às 19h

Classificação: livre

Entrada Franca

Detalhes

Início:
novembro 8
Final:
janeiro 7, 2018
Evento Tags:
,

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password