Lugares do Delírio no SESC Pompéia

Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Lugares do Delírio no SESC Pompéia

abril 10 - junho 1

O Sesc Pompeia apresenta entre os dias 10 de abril e 01 de julho de 2018, na Área de Convivência da unidade, a exposição “Lugares do Delírio”. Com curadoria da psicanalista e professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) Tania Rivera, a mostra propõe uma reflexão política e ética sobre a arte e a loucura, mesclando trabalhos de artistas consagrados a obras de artistas diagnosticados com transtornos psiquiátricos, conhecidos ou não do grande público.

Exibida no Museu de Arte do Rio (MAR) no início de 2017, a exposição chega modificada e ampliada à São Paulo. São mais de 160 obras de cerca de 40 artistas, formando um conjunto de grande diversidade de gêneros e linguagens. “Instalações, pinturas, objetos, fotografias, mapas e performances serão expostos de maneira que se entrecruzem e dialoguem no espaço, criando um ambiente onírico no qual se afirma a diversidade de pontos de vista sobre o mundo”, diz a curadora.

De Arthur Bispo do Rosário, que foi da Marinha do Brasil antes de viver por mais de 50 anos em uma clínica psiquiátrica, serão mostradas diferentes peças em forma de barcos, além de um arco e flecha e um estandarte representando a história universal.

Desenhos e pinturas de Fernando Diniz e Raphael Domingues, que integram o acervo do Museu de Imagens do Inconsciente (RJ) – fundado pela psiquiatra Nise da Silveira em 1952 no então chamado Centro Psiquiátrico Nacional – estarão na exposição ao lado de desenhos e gravuras de Geraldo Lúcio Aragão, que frequentou os ateliês de arte de Nise nos anos 1950, mas apenas recentemente foi redescoberto pela instituição.

De Cildo Meireles, a obra “Razão/Loucura” (1976/2017) traz duas varas de bambus tensionadas ao ponto máximo com correntes de metal que trazem gravadas as palavras do título, questionando a distinção entre os dois termos. Também do artista, o único ensaio fotográfico de sua carreira, uma série de 42 imagens feitas nos anos 1970 no hospital Vila de São José Bento Cottolengo, que atende pessoas com deficiências físicas e mentais em Goiás.

Anna Maria Maiolino realizará na abertura da exposição a performance “In Atto”, na qual acompanha uma mulher que se libera das amarras que a contém. No sentido oposto, está uma obra emblemática, porém pouco divulgada, de Lygia Clark: “Camisa de Força” (1969). Já Laura Lima apresenta “Novos costumes”, esculturas-vestimentas em vinil cristal que o público poderá vestir, além de “Ascenseur”, performance em que uma mão buscando um molho de chaves aparece na fenda de uma parede.

A montagem do Sesc Pompeia traz obras de diversos outros artistas, incluindo nomes que não participaram da mostra no Rio de Janeiro, como Flavio de Carvalho, Lasar Segall e Tarsila do Amaral.

 

Exposição “Lugares do Delírio

Sesc Pompeia: Rua Clélia, 93.

Abertura: 10 de abril. Visitação: 11 de abril a 01 de julho de 2018.

Horários: Terça a sábado, 10h às 21h30. Domingo e feriado, 10h às 19h30.

Agendamento para grupos (empresas, ONGs ou escolas): (11) 3871-7759 | agendamento@pompeia.sescsp.org.br

Não tem estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia.

Detalhes

Início:
abril 10
Final:
junho 1

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password