O Teatro da Pequena Morte em São Paulo

Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

O Teatro da Pequena Morte em São Paulo

julho 14 - julho 21

Marat/Sade estreia no circuito teatral paulistano com companhia jovem


Espetáculo estreia no dia 24/06 no Grupo XIX de Teatro, na Vila Maria Zélia
O Teatro da Pequena Morte (TPM), companhia teatral paulistana fundada em 2015, apresenta a peça “A Perseguição e Assassinato, de Jean-Paul Marat, representados pelo grupo Teatral do Hospício de Charenton, sob a direção do Senhor de Sade”, escrita em 1964 pelo diretor de cinema e novelista alemão, Peter Weiss. A história ganha uma releitura, com a adaptação de Kleber Di Lazzare, ator, jornalista e dramaturgo que aproxima o enredo a realidade brasileira.

Na atual montagem de Di Lazzare, a França se transforma em um beco de uma metrópole brasileira no qual seus habitantes são figuras excluídas e marginalizadas que conhecem a miséria nas suas formas mais viscerais – entre elas a prostituição, o vício em drogas, a criminalidade e a violência- e que tomam para si o papel dos outrora “loucos” internados no Hospício de Charenton. O que o texto de Weiss fora descrito como um processo terapêutico para os internados, nesta montagem é traduzido como suposto programa social que visa, por meio da “arte”, mascarar uma política pública de higienismo social e encarceramento em massa desta população de excluídos.

A obra de Weiss apresenta uma encenação escrita e dirigida pelo libertino Marquês de Sade do assassinato de Jean – Paul Marat, um dos maiores líderes jacobinos da Revolução Francesa, que foi executado em sua banheira pela ativista girondina Charlotte Corday. No decorrer do enredo, o real autor cria embates fictícios entre Sade e Marat acerca de política, moral, ética e da natureza humana em sua essência, com o objetivo de levar aos palcos debates universais que parecem resistir a passagem dos séculos.

Ao colocar em cena três períodos distintos (o tempo da morte de Marat, em 1793; o tempo da encenação da peça no hospício em 1808 e; o tempo atual da montagem desta obra em 2018), Peter Weiss questiona a noção de que a história caminharia não em linha reta, mas sim em forma cíclica. Fadada a repetir suas mazelas e misérias, ao passo que as estruturas de poder e dominação mudam de figura, mas perduram estanques e fortalecidas os seus fundamentos mais profundos.

Autor: Peter Weiss
Tradução: João Marschner
Direção: Kleber Di Lazzare
Composição Musical: Renato Souza e Reinaldo Rodrigues
Cenografia, Cenotécnica e Iluminação: Kleber Di Lazzare
Figurinos: Marina Nóbrega
Assessoria de Imprensa: Geovanna Portante

Quando?
– 24/06 (domingo), 30/06 (sábado), 01/07 (domingo), 07/07 (sábado) e 08/07 (domingo) às 16hrs.

– 14/07 (sábado) 15/07 (domingo) e 21/07 (sábado). Aos sábados às 20hrs e no domingo às 18hrs.

Onde?
Grupo XIX de Teatro: R. Mario Costa, 13 – Vila Maria Zélia, São Paulo – SP, 03021-100 – Próximo ao metrô Belém

Valores:
– Inteira: R$40

– Meia entrada (válido para estudantes, idosos acima dos 60 anos, professores de instituições Estaduais e Municipais) : R$20

Ajude a manter o teatro independente vivo e colabore com a peça:
http://benfeitoria.com/maratsade

Siga o TPM nas redes sociais:
Instagram: @teatropequenamorte
Facebook: http://www.facebook.com/teatrodapequenamorte/
Para maiores informações:tpmteatrodapequenamorte@gmail.com

Sobre o Teatro da Pequena Morte
Companhia de teatro fundada em 2015 por um elenco de atores que buscam no “fazer teatral” uma arte manufaturada, original, agregando amor pelo teatro e prazer por este ofício. O grupo desenvolve pela arte discussão de temas sociais, políticos e essencialmente humanos de relevância nacional e universal que traçam um diálogo importante com as questões de cidadania. A companhia está sediada em São Paulo e trabalha com diferentes diretores convidados.

Sobre o diretor Kleber Di Lazarre
Diretor teatral, dramaturgo, ator, arte – educador e jornalista. Cursou, entre os anos de 1994 e 1996, Artes Cênicas na EAD – Escola de Arte Dramática/USP, não concluído; em 2002, se formou em Letras, pela Fundação Santo André; em 2009, formou-se em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul). Possui em seu currículo mais de trinta espetáculos dirigidos e 14 textos teatrais escritos e encenados.

 

Detalhes

Início:
julho 14
Final:
julho 21

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password