As fotos inéditas de Mauro Restiffe na Pina

Pinacoteca apresenta exposição panorâmica de Mauro Restiffe com obras inéditas

 

‘Álbum’ reúne imagens do arquivo do artista feitas nos últimos vinte anos, ao lado de pinturas do acervo do MASP e da Pinacoteca

 

 

Abertura 05 de agosto de 2017, sábado, às 11h Em cartaz até 06 de novembro de 2017

 

A Pinacoteca de São Paulo,  inaugura, no dia 5 de agosto, a primeira exposição panorâmica da obra de Mauro Restiffe em um museu brasileiro. Com curadoria de Rodrigo Moura, Álbum parte de uma pesquisa sobre o arquivo do artista e inclui somente imagens nunca antes apresentadas em exposições. Trata-se, assim, de uma retrospectiva de obras inéditas, em uma confluência original de diferentes assuntos e interesses, tempos e dicções.

O trabalho fotográfico de Restiffe é apresentado em diálogo com pinturas selecionadas dos acervos da Pinacoteca e do MASP e é dividido em grupos de obras, cujos interesses vão da paisagem ao retrato, da abstração à arquitetura, da política ao cotidiano.

 

“A inclusão das pinturas tem vários sentidos, mas deve ser compreendida sobretudo como uma maneira de apropriação, como artefatos culturais que alimentam uma relação profunda com as fotografias do artista”, explica o curador da mostra, Rodrigo Moura, curador adjunto de arte brasileira do MASP desde 2016 e que vinha trabalhando com o artista neste projeto para a Pinacoteca desde 2014. A mostra, patrocinada pelo Itaú, estará em cartaz na Pina Estação, segundo edifício da Pinacoteca.

A seleção dos trabalhos abrange sua produção desde o fim dos anos 1980. Foram mais de três anos examinando cerca de 30 mil imagens, que resultaram na exposição de 143 fotografias que serão divididas em três segmentos: Paisagens e multidões, onde o artista aborda de maneira ampla o gênero paisagístico; Álbum, onde retrata, ao longo de vinte anos, cenas cotidianas de sua família e Enquadramentos e construções, em que o artista enfoca a cidade, tema recorrente em sua produção, ao lado de imagens de obras de outros artistas fotografadas no espaço institucional da arte e que têm relação direta com a inclusão das pinturas na exposição.

Um catálogo bilíngue da mostra será publicado em agosto com reproduções de obras, um ensaio do curador e um texto de Allen Frame, autor convidado.

Álbum permanece em cartaz até 6 de novembro de 2017, no quarto andar da Pina Estação – Largo General Osório, 66. A visitação é aberta de quarta a segunda-feira, das 10h00 às 17h30 – com permanência até às 18h00 – o ingresso custa R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia). Crianças com menos de 10 e adultos com mais de 60 anos não pagam. Aos sábados a entrada é gratuita para todos os visitantes. A Pina Estação fica próxima à estação Luz da CPTM, vizinha à Sala São Paulo.  pinacoteca.org.br – (11) 3335-4990.

Mais sobre Mauro Restiffe

Mauro Restiffe (São José do Rio Pardo, SP, 1970) fotografa usando a técnica analógica desde o final dos anos 1980. Suas imagens incluem desde a fotografia de arquitetura até a fotografia documental, passando por séries sobre cenas urbanas e por abordagens mais convencionais sobre a imagem, incluindo paisagens, retratos e naturezas-mortas. Restiffe se vale extensamente do formato da exposição para formalizar seus projetos, e entre suas exposições individuais recentes estão Post-Soviet Russia (Garage Museum of Contemporary Art, Moscou, 2016) e São Paulo, Fora de Alcance (Instituto Moreira Salles, Rio de Janeiro, 2014). Recentemente, participou também da exposição coletiva “Avenida Paulista”, no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand.

Paulo Varella1241 Posts

<p>Estudou cinema na NTFS( UK), Administração de Empresas na FGV e Química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil desde então. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo e pessoas e conhecimento profundo sobre materiais.</p> <p> Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil: Um local para unir pessoas com um mesmo interesse, a arte contemporânea. Faz o contato e organiza encontros com os curadores, artistas e colecionadores que representam o conteúdo do qual falamos no Arte Ref</p>

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password