Seus retratos vão ganhar movimento no Facebook, saiba como.

Na universidade de Tel Aviv junto com engenheiros do Facebook, Hadar Averbuch-Elor em sua tese de PhD desenvolveu uma técnica de pegar selfies da internet e adicionar expressões e movimentos.

Em Resumo, Hadar explica como isto funciona:

Apresentamos uma técnica para animar automaticamente um retrato estático, possibilitando que o assunto na foto ganhe vida e expresse várias emoções.

Usamos um vídeo de condução (de uma fonte diferente) e desenvolvemos meios para transferir a expressividade desta fonte para o retrato alvo.

Em contraste com o trabalho anterior que requer um vídeo de entrada do rosto alvo para reencenar um desempenho facial, nossa técnica usa apenas uma única imagem alvo. Animamos a imagem alvo através de mapeamentos 2D que imitam as transformações faciais no vídeo de condução.

Como os “warps” por si só não carregam a expressividade total do rosto, adicionamos detalhes dinâmicos de escala fina que são comumente associados a expressões faciais, como vincos e rugas. Além disso, alucinamos regiões que estão escondidas no alvo alvo de entrada, mais notavelmente na boca interna.

Nossa técnica dá origem a perfis reativos, onde as pessoas em imagens estáticas podem interagir automaticamente com seus espectadores. Demonstramos nossa técnica operando em inúmeros retratos imóveis da internet.

 

 

 

 

Para quem gosta de se aprofundar na tecnologia, aqui vai a explicação completa do trabalho de Hadar Averbuch-Elor

http://cs.tau.ac.il/~averbuch1/portraitslife/elor2017_bringingPortraits.pdf

Para quem quer conhecer mais do trabalho de Hadar: http://www.cs.tau.ac.il/~averbuch1/

Hadar Averbuch-Elor

 

Paulo Varella1225 Posts

Estudou cinema na NTFS( UK), Administração de Empresas na FGV e Química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil desde então. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo e pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil: Um local para unir pessoas com um mesmo interesse, a arte contemporânea. Faz o contato e organiza encontros com os curadores, artistas e colecionadores que representam o conteúdo do qual falamos no Arte Ref

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password