O macaco é o dono desta foto segundo a PETA. Veja o porquê.

Este caso é banana. Continuando com uma briga legal de longa data, People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) está apelando em nome de Naruto, um macaco com crista da Indonésia que criou um hilário instantâneo viral dele usando a câmera do fotógrafo David Slater.

O cerne da questão é quem possui o direito autoral da foto: o macaco ou o homem? Os fotógrafos de animais terão os mesmos direitos que os humanos? (Até agora, os tribunais disseram que não.)

“Quando a ciência e a tecnologia avançam, a lei se adapta”, disse o advogado geral da PETA, Jeffrey Kerr, em um comunicado. “Não há nada na Lei de Direitos Autorais que limita a propriedade com base em espécies, e a PETA está pedindo uma interpretação do ato que reconheça o consenso científico de hoje de que macacos podem criar um trabalho original”.

Em 12 de julho, os advogados da PETA pedirem ao Tribunal de Apelações dos Estados Unidos para o Núcleo de San Francisco que declare que Naruto é o autor e proprietário de direitos autorais das fotos sob o US Copyright Act.

David Slater com os macacos

Slater, fotógrafo britânico, estava fotografando macacos com crista em Indonésia em 2011, quando instalou uma câmera em um tripé com um gatilho remoto.

“Foi minha ideia e ideia deixá-los para jogar com a câmera e tudo estava na minha visão”, disse ele à Metro no momento da criação do trabalho, alegando que ele deveria obter o crédito pela imagem. “Eu sabia que os macacos podiam fazer isso e eu previ a ação. Eu sabia que havia uma chance de uma foto ser tirada. “A foto foi mais tarde incluída no livro 2014 Wildlife Personalities.

O coordenador sênior da mídia da PETA discorda. Ele argumenta que Naruto foi exposto a câmeras ao longo de sua vida, e quando “viu-se no reflexo da lente”, Naruto desencadeou a conexão entre pressionar a liberação do obturador e a mudança em seu reflexo, e fez diferentes expressões faciais enquanto Pressionando a liberação do obturador “.

A PETA arquivou seu processo inicial em nome de Naruto em setembro de 2015. Em agosto de 2014, o Escritório de Direitos Autorais dos EUA já havia negado o pedido Slater para registrar a fotografia do macaco. Slater acusou a Wikimedia Foundation de violar seus direitos autorais ao publicar o selfie em seu site, mas o Copyright Office anunciou que “não registrará obras produzidas pela natureza, animais ou plantas”.

Segundo selfie feito pelo macaco

A PETA afirma que a população de macacos com cristais diminuiu cerca de 90% ao longo do último quarto de século devido a caça e outras atividades humanas. Se sua reivindicação fosse bem sucedida, a organização promete colocar todo o produto da venda de fotografias para apoiar Naruto e sua família.

“Se a PETA prevalecer neste processo”, será a primeira vez que um animal não humano é declarado proprietário da propriedade e não como peça de propriedade”.

 

Via: Artnet

 

Paulo Varella1185 Posts

Estudou cinema na NTFS( UK), Administração de Empresas na FGV e Química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil desde então. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo e pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil: Um local para unir pessoas com um mesmo interesse, a arte contemporânea. Faz o contato e organiza encontros com os curadores, artistas e colecionadores que representam o conteúdo do qual falamos no Arte Ref

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password