Mira Schendel na TATE Modern

Quem é o artista? Mira Schendel
O que vai ter na exposição? Pinturas
É um bom programa? Sim, é a primeira exposição internacional da artista franco-brasileira.
A galeria é conceituada? O Tate Modern é uma das mais respeitadas galerias de Londres, onde são exibidas grandes exposições.
Quantas obras serão expostas? Cerca de 250 obras.
Até quando? 19 de janeiro de 2014

Mira Schendel (1919-1988) foi uma das mais importantes artistas da América Latina. Com seus contemporâneos Lygia Clark e Hélio Oiticica, Schendel reinventou a linguagem do modernismo europeu no Brasil. Em 2013 o Tate Modern será o palco da primeira exposição internacional, pesquisa de grande escala de seu trabalho e da primeira grande exposição individual de Schendel em mais de 15 anos. Realizado em parceria com a Pinacoteca do Estado de São Paulo, vai reunir mais de 250 pinturas, gravuras e esculturas de toda a sua carreira, incluindo obras que nunca foram expostas antes.

Mais conhecido por suas explorações da linguagem, esta exposição também vai destacar o envolvimento da artista com outros temas filosóficos, incluindo a auto-compreensão, existência, e fé. Tendo experimentado a cultura tanto judaica como católica durante a sua educação, Schendel passou a estudar filosofia em Milanbefore antes de chegar no Brasil. Esta fusão de diferentes culturas e sistemas de pensamento é evidente nas palavras, números, linhas e formas que compõem o seu trabalho, muitas vezes executado com um delicado toque humano que subverte sutilmente arte europeia.

Em São Paulo, Schendel desenvolveu um círculo intelectual extraordinária, que incluiu o psicanalista e poeta Theon Spanudis, o físico teórico e crítico de arte Mário Schenberg, o filósofo Vilém Flusser e Betão e o poeta Haroldo de Campos. A importância dessas relações é fundamental para a compreensão de seu desenvolvimento como artista, e seu lugar-chave nos círculos de emigrados no Brasil que teriam um impacto tão importante no desenvolvimento do pós-guerra da nação. Este meio intelectual também foi a base para inúmeras correspondências com intelectuais na Europa. Assim, a exposição vai colocar a obra de Schendel dentro de um amplo contexto internacional e adicionar uma valiosa análise das principais preocupações de Schendel, bem como o seu desenvolvimento de um processo experimental.

Mira Schendel nasceu Myrrha Dagmar Dub, em Zurique, em 1919. Ela morou em Milão e Roma, antes de se mudar para o Brasil em 1949. Ela se instalou em São Paulo em 1953, onde mais tarde se casou com Knut Schendel e onde ela continuou a viver e trabalhar até sua morte em 1988.

11340392

mandella5_large

portrait

Equipe Editorial2202 Posts

Os artigos assinados pela equipe editorial representam um conjunto de colaboradores que vão desde os editores da revista até os assessores de imprensa que sugeriram as pautas.

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password