A curiosa arte de Bruna Buccini, natural ou artificial?

Série Mutação Contemporânea - "Tecnologia e conhecimento, we made in China" - lixo eletrônico, placas de computador, cristais e brinquedos.

Bruna Buccini nasceu no Rio de Janeiro, em 1989, e desde pequena tem momentos em que começa a desenhar e vai para um mundo próprio. A formação em Design, pela PUC-RJ, trouxe a base teórica de história da arte, criação e filosofia que influência até hoje no seu processo criativo e forma de ver o cotidiano. Contudo seus trabalhos investigam muito mais a arte e os processo livres que vêm do âmago e não de um planejamento racional ou funcional.

“O que me motiva a produzir é a água que está quase transbordando do copo, digamos que essa água seja o “excesso de alma” que cada artista carrega consigo, e que deve ser sempre revelada em novas idéias. Depois que as idéias nascem, é muito importante libertá-las ao mundo, a fim de que outros “excessos de alma” também se reconheçam nessas questões. Acredito que o “reconhecimento” é o instante onde reside o que há de mais sublime na arte; o momento em que você não sabe se foi a obra que te reconheceu ou se foi você que a reconheceu primeiro”.

img5

Suas obras abordam as questões do natural versus artificial e o ser humano imerso na tecnologia. Para a artista, vivemos em um período de alto desenvolvimento científico e tecnológico, o que nos leva a habitar duas realidades transitórias (física x virtual), estes avanços vem causando grandes conseqüências no organismo e na psique do ser humano.

img7

Série Mutação Contemporânea - " O Contato" - 1 x 1m tinta a óleo, spray, linhas de crochê e cristais costurados sobre a tela

Bruna se utiliza de diversos elementos para abordar essas questões. Ilustrações, instalações, colagens, fotografia, vídeo, objetos e muitas vezes se dá a partir da junção de todos esses.

“Acredito que todas estas experimentações (com diferentes materiais) são um reflexo dos temas recorrentes em meus trabalhos. Estou o tempo inteiro falando de um mundo contemporâneo, que está dando passos científicos muito importantes, mas atravessando um momento intensamente conturbado. Estamos pagando alto pelo preço de assistir e participar dessa evolução mágica que é a tecnologia. A união de muitos elementos é uma decorrência dos excessos aos quais estamos submersos atualmente”.

img1

Bruna acredita que neste mundo bombardeado de informações e regido pela pressa, a humanidade está conectada em escala mundial, por diversas redes e satélites, mas sua dúvida é: o ser humano pós-moderno está conectado e presente em si mesmo?

Este é o grande problema que nossa sociedade atravessa: não estamos conectados o suficiente com nós mesmos. Oscilamos o tempo todo entre a realidade física e a realidade virtual – duas realidades que já se fundiram em uma só – e esquecemos de nos aprofundar em nosso corpo e nossas essências”.

img6

Intervenções nas ruas - "we are made of the same energy / nós somos feitos da mesma energia"

A artista sempre expôs seus trabalhos na internet ou em exposições fechadas, mas resolveu ela também unir-se mais à realidade física levando suas obras para intervenções nas ruas.

“Demorei a ir para a rua , mas é incrível soltar idéias por aí e depois imaginar a quantidade de pessoas com diferentes histórias e memórias olhando para a sua arte. O que eu também acho muito bonito nas intervenções, é que elas acompanham o tempo e o dinamismo da rua – estão expostas a sujeira, chuva, luz – e a partir disso vão tomando uma segunda forma”.

capa

Para conhecer mais o trabalho da Bruna Buccini é só acompanhar suas redes sociais, instagram.com/brunabuccini e facebook.com/brunabuccini

Paulo Varella1163 Posts

Estudou cinema na NTFS( UK), Administração de Empresas na FGV e Química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil desde então. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo e pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil: Um local para unir pessoas com um mesmo interesse, a arte contemporânea. Faz o contato e organiza encontros com os curadores, artistas e colecionadores que representam o conteúdo do qual falamos no Arte Ref

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password