A Trupe Lona Preta e o Bom Retiro, conheça aqui

No dia 27 de maio, às 16h00, o Teatro Popular União e Olho Vivo – também conhecido como TUOV – abre as portas de sua sede, localizada no Bairro Bom Retiro, para receber a Trupe Lona Preta que apresentará o espetáculo “O Concerto da Lona Preta”, com ingressos gratuitos.

Em linhas gerais, a Trupe Lona Preta mantém seu processo de pesquisa se aproximando de três pilares: a palhaçada, a música e as questões sociais. A pesquisa do grupo prima pelo som e pela execução do som com perfeição, mas também pelos desdobramentos cômicos daí decorrentes, que refletem na construção do roteiro, das piadas e músicas.

Em “O Concerto da Lona Preta” músicos/palhaços se desdobram para a execução de um amplo repertorio relacionado ao imaginário popular. Na montagem, o palhaço subverte as formalidades características da, quase, totalidade dos concertos de música erudita. A peça transita entre a boa execução musical e o caos “palhacistico”, possibilitando a ressignificação divertida dos signos apresentados.

Dona de um humor escrachado e inteligente a Trupe Lona Preta é formada por Alexandre Matos, Joel Carozzi, Elias Costa, Henrique Alonso, Wellington Bernado e Sergio Carozzi.

O Concerto da Lona Preta – Foto: Henrique Alonso

A apresentação marca o início de uma ocupação artística no Sede do TUOV que faz parte do projeto TUOV 52 – Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba, contemplado na 31ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para Cidade de São Paulo.  Com este projeto, o grupo se prepara para realizar uma série de ações, entre elas a estreia de um novo espetáculo em homenagem ao bairro que o acolhe desde 1982, o Bairro Bom Retiro, seguindo com a trajetória de resistência e luta por um teatro pensado e destinado à população residente não apenas nas periferias, mas em toda a cidade.

Na busca por fomentar a ocupação teatral da sede, cinco grupos da cidade de São Paulo realizarão apresentações gratuitas nos próximos meses, começando pela Trupe Lona Preta em maio. A Companhia Antropofágica de Teatro se apresenta em junho com “Entre a Coroa e o Vampiro – Terror e Miséria no Novo Mundo – Parte II: O Império”. A programação segue com a Companhia Estudo de Cena, apresentando Guerras Desconhecidas, o Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes, com Narrativas da Cozinha e a Companhia do Latão, apresentando “O Pão e a Pedra”.

A população terá oportunidade de participar desta Ocupação Teatral Popular e conhecer o trabalho de grupos parceiros do TUOV, que dialogam com os universos retratados em “Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba” novo espetáculo do TUOV, atualmente em processo de criação.

 

O Concerto da Lona Preta – Foto: Henrique Alonso

Sobre o TUOV – Teatro Popular União e Olho Vivo

Segundo Augusto Boal, o TUOV é um dos mais importantes coletivos de teatro popular das Américas e do mundo. São 52 anos, trocando experiências com as comunidades populares e grupos de teatro para dar seguimento a um processo que representa parte da história do teatro realizado na cidade de São Paulo.

O TUOV – Teatro Popular União e Olho Vivo surgiu em 27 de fevereiro de 1966 e, no auge de seus 52 anos de resistência, possui em sua formação membros presentes desde a fundação como Neriney Moreira e Idibal Pivetta (nome verdadeiro do diretor e dramaturgo César Vieira). Além de diretor do grupo, Idibal é advogado e exerceu intensa militância no período da ditadura, engajando-se pela liberdade de perseguidos políticos e pela memória dos desaparecidos do regime militar. Esta importante luta confunde-se com a própria existência e trajetória do TUOV.

Nessas mais de cinco décadas, o grupo desenvolveu um trabalho reconhecido nacional e internacionalmente. Fez parte de sua história apresentando-se gratuitamente em bairros populares da grande São Paulo, em ruas, praças, escolas, igrejas, casas paroquiais, clubes esportivos de várzea, e na própria sede.

Já sua carreira internacional vai desde os esforços pela interligação latino-americana de grupos teatrais até a repercussão das montagens e dos roteiros em países como França, Itália, Polônia, Portugal, Peru, Bolívia, Egito, Panamá, Nicarágua e Angola.

O TUOV percorreu, em temporadas, mais de 20 países na América, Europa e África e recebeu os mais importantes prêmios teatrais, tais como: Ollantay (Caracas, Venezuela), Casa das Américas (Havana, Cuba), Festival Mundial de Teatro (Cairo, Egito), Festival Internacional de Teatro (Nanci, França); OAB do Brasil; Shell do Brasil e dezenas de outros.

Um grupo que já foi visto por mais de 4 milhões de pessoas ao redor do mundo e que agora abre as portas da sua sede mais uma vez para receber o público, ampliar e fortalecer as ações de sua sede.

Ocupação Teatral da Sede do TUOV

Espetáculo: “O Concerto da Lona Preta”

Com o grupo: Trupe Lona Preta

Espetáculo inspirado na tradição circense e em músicas que fazem parte do imaginário popular. Cinco músicos, ou melhor, cinco palhaços tentam de forma divertida executar um concerto musical com um amplo e variado repertório, que abrange arranjos musicais concernentes às manifestações populares, eruditas e popularescas.

Direção: Sergio Carozzi – Elenco: Alexandre Matos, Elias Costa, Joel Carozzi, Sergio Carozzi e Wellington Bernado – Produção: Henrique Alonso

Quando: 27 de Maio de 2018

Horário: 16h00

Onde: Teatro Popular União e Olho Vivo, Rua Newton Prado, 766, Bom Retiro – São Paulo-SP – Tel: 011 3331-1001

Programação Gratuita

Classificação: Livre

Paulo Varella1489 Posts

Estudou cinema na NTFS( UK), Administração de Empresas na FGV e Química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil desde então. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo e pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil: Um local para unir pessoas com um mesmo interesse, a arte contemporânea. Faz o contato e organiza encontros com os curadores, artistas e colecionadores que representam o conteúdo do qual falamos no Arte Ref

0 Comments

Leave a Comment

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password