A mostra “Cine 35mm” no SESC Paulista

0
962
Pele de Asno

No final de semana de 16 a 18 de novembro, sexta a domingo, o Sesc Avenida Paulista promove a mostra de cinema “Cine 35mm”, com obras de grandes cineastas como Jean-Luc Godard, Júlio Bressane, Jacques Demy e Paul Grimault.

A mostra, com curadoria do Sesc e do programador da Cinemateca Brasileira Sergio Silva, traz filmes nos quais o suporte de captação e exibição é também parte fundamental da construção narrativa.

Antes da exibição de cada filme convidados falam da importância da película na concepção e desenvolvimento da obra. Entre os convidados estão Sergio Silva, Francis Vogner e Lara Lima. Todas as exibições ocorrem em 35mm e são gratuitas, com retirada de ingressos com uma hora de antecedência.

A MOSTRA

A película tem feito cada dia menos parte do cotidiano do espectador, com raras oportunidades de apreciar o poder estético do 35mm. Tecnologia surgida ao final do século XIX, o cinema combinava a mecânica das máquinas à química permitindo a captação da luz em imagens estáticas que posteriormente podiam ser exibidas gerando a ilusão de movimento. Seja em textura, luminosidade ou características relativas ao foco e à profundidade de campo, a imagem em 35mm (ou outros suportes similares), a imagem analógica – captada, tratada, montada e exibida em película – é muito distinta daquela produzida e exibida em suportes digitais.

Para a mostra são apresentados filmes em que a película desempenha papel central em sua narrativa, em obras como “Passion”, de Jean-Luc Godard, que busca reproduzir a luz dos mestres renascentistas em grandes tableaux vivants; a reação do grão do filme à luz em “Educação Sentimental”, de Júlio Bressane, espécie de despedida da imagem analógica; “Pele de Asno”, de Jacques Demy, musical que faz uso de cores e truques de câmera para compor um rico painel audiovisual. Especialmente para o público infantil, “O rei e o pássaro” (Le Roi et l’Oiseau), de Paul Grimault, clássica animação francesa que fez o mestre japonês Hayao Miyazaki observar a importância de “usar o espaço de uma maneira vertical” em seus filmes.

AS PELÍCULAS

PAIXÃO, PASSION

Dir. Jean-Luc Godard, color., Suíça/França, 1982, 88′

Uma equipe prepara um filme sobre os antigos mestres da pintura. Mas seu diretor lida com uma série de dificuldades para fazer uma obra sobre a luz e a imagem.

Quando: 16/11 (sexta), às 20h30

EDUCAÇÃO SENTIMENTAL

Dir. Júlio Bressane, color., Brasil, 2013, 84′

A relação de amor e cumplicidade entre uma professora e seu aluno. A história é inspirada no mito grego de Endimião, em que a Lua se apaixona pelo corpo nu de um rapaz em pleno sono e o acaricia com sua luz.

Quando: 17/11 (sábado), às 20h30

O REI E O PÁSSARO, LE ROI ET L’OISEAU

Dir. Paul Grimault, color., França, 1980, 87′

O vaidoso rei de Taquicardia tem todas as suas vontades atendidas por seus súditos. Numa noite, as estátuas e os retratos do rei subitamente ganham vida. Clássico da animação francesa.

Quando: 17 e 18/11 (sábado e domingo), às 15h

Pele de Asno

PELE DE ASNO, PEAU D’ÂNE

Dir. Jacques Demy, color., França, 1970, 100′

Rei promete à esposa doente que só se casará novamente se encontrar uma mulher que seja mais linda do que ela. Mas a única que atende essa condição é sua própria filha. Aflita, a Princesa escapa, escondida sob uma pele de asno.

Quando: 18/11 (domingo), às 17h30

CONVIDADOS

Sergio Silva

Programador, roteirista e diretor, Silva dirigiu os curtas “Meu amigo que trabalhou com Manoel de Oliveira, que fez 100 anos” (2012), “Sarau na cama” (2008), “Desculpa dona madama” (2013) e o média “A vida do fósforo não é bolinho, gatinho” (2014), além de assinar os roteiros de “A bela P…” e “Eva Nil cem anos sem filmes”, ambos de João Marcos de Almeida. Integra a equipe da Cinemateca Brasileira desde 2007, passando pelos setores de Preservação e Documentação e Pesquisa,

Francis Vogner Dos Reis

Mestre em meios e processos audiovisuais pela ECA-USP, roteirista e crítico de cinema, trabalhou em roteiros de Sergio Bianchi, Tiago Mata Machado, Luiz Pretti, Ricardo Pretti e Pedro Diógenes. Colaborou com revistas como Interlúdio, Foco – revista de cinema, Filme Cultura e Cinética. Curador das mostras Jacques Rivette (2013), Easy Riders (2015) e Jerry Lewis (2015).

Lara Lima

Formada em Cinema pela FAAP, foi 1ª assistente de direção no longa-metragem “Obra”, de Gregorio Graziosi, que fez sua estreia mundial no Toronto International Film Festival 2014. Trabalhou ao lado de diretores como Gabriela Amaral Almeida (“A mão que afaga”), Caetano Gotardo e Thaís de Almeida Prado (“Os Barcos”), Thiago Ricarte (“Chapa”, “Herói” e “Dois”), entre outros. Atualmente está pré-produzindo os curtas-metragens “Meu pequeno herói não sabe voar”, de Pedro Jorge (vencedor do Prêmio Estímulo de Curta-Metragem em 2013), e desenvolvendo o projeto de longa-metragem “Três voltas com a morte”, de Ramon Porto Mota.

SERVIÇO

MOSTRA CINE 35MM

  • Quando: de 16 a 18 de novembro de 2018
  • Horário:
  • Programação adulto – 20h30 (sexta e sábado) e 17h30 (domingo)
  • Programação infantil – 15h (sábado e domingo)
  • Local: Praça (térreo)
  • Ingressos: Grátis – retirada de ingresso com 1h de antecedência
  • SESC AVENIDA PAULISTA
  • Avenida Paulista, 119, Bela Vista, São Paulo
  • Fone: (11) 3170-0800
  • Transporte Público: Estação Brigadeiro do Metrô – 350m
  • Horário de funcionamento da unidade:
  • Terça a sábado, das 10h às 22h.
  • Domingos e feriados, das 10h às 19h.
  • Horário de funcionamento da bilheteria:
  • Terça a sábado, das 10h às 21h30.
  • Domingos e feriados, das 10h às 18h30.

Site: sescsp.org.br/avenidapaulista

Comente:

Please enter your comment!
Please enter your name here