Dança

Música para Ver

Por Paulo Varella - setembro 19, 2018
429 0
Pinterest LinkedIn

A bailarina e diretora da E² Cia de Teatro e Dança, Eliana de Santana, apresenta, no Centro de Referência da Dança – CRDSP, seu mais recente trabalho, “Música para Ver”, solo que tem como impulso inicial para a criação, escolher algumas músicas e dançá-las.

Deste ato simples e primordial, surge o movimento, e a partir dele, estados corporais e poesia cênica. As canções, delicadamente selecionadas a partir do vasto repertório da música popular brasileira, reafirmam o interesse pela literatura (e pela palavra), presente em vários trabalhos anteriores da E² Cia de Teatro e Dança, dirigida pela bailarina. Partindo da escrita musicada, poemas se reinventam e se refazem no corpo da intérprete e na cena.

 

Hernandes de Oliveira responde pela direção de arte, espaço cênico e iluminação. A seleção musical é de Eliana de Santana, que, além da direção e interpretação, também assina o figurino. Produção: E² Cia de Teatro e Dança.

A entrada é grátis.

________________________

Serviço:

Música para Ver, de e com Eliana de Santana

Dias 21, 22, 28 e 29 (sextas e sábados), às 19h

Sala Cênica Ivonice Satie

Classificação indicativa: 14 anos

Duração: 50 minutos

Grátis

Centro de Referência da Dança de São Paulo – CRDSP

Baixos do Viaduto do Chá, s/n – ao lado do Theatro Municipal (próximo às estações Anhangabaú, República e São Bento do Metro).

Avatar

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificar de