Artes Plásticas

Magnata dos cosméticos doa mais de 1 bilhão de dólares em obras cubistas ao Met

Por Paulo Varella - abril 15, 2013
3387 0
Pinterest LinkedIn

Leonard Lauder, um magnata da indústria de cosméticos, doou obras cubistas avaliadas em 1 bilhão de dólares ao Metropolitan Museum de Nova York, como foi anunciado na terça-feira passada pela própria instituição.

A coleção foi construída ao longo de quatro décadas e é composta por 78 obras cubistas, sendo 33 telas de Pablo Picasso, 17 de George Braque, 14 de Fernand Léger e 14 de Juan Gris.

Lauder, 80 anos, é herdeiro do império de cosméticos Estée Lauder (dono de marcas como Clinique, MAC e Aveda) e sempre foi um grande financiador das artes. É um membro ativo e grande doador do Whitney Museum of American Art, para o qual já doou várias obras e fez a maior doação em dinheiro da história do museu: 131 milhões de dólares.

Essa coleção começou pelo próprio gosto de Lauder e se tornou uma das maiores coleções cubistas privadas do mundo. E porque então doar tal coleção que equivale a 13% de toda sua fortuna?

Leornard afirma que esse é o legado que quer deixar para a humanidade.

Se mais colecionadores pensasssem assim teríamos incríveis e importantes obras de arte à disposição do grande público. Mas infelizmente, essa não é a realidade.

Atualmente, mais importante que o valor histórico da obra de arte, é seu valor de mercado e quanto irá valorizar nos próximos anos. E tais obras acabam nas mãos de grandes investidores e coleções privadas.

O diretor executivo do Met, Thomas Campbell, disse que o presente de Lauder transformará o museu, que sempre foi carente de obras desse movimento tão importante do modernismo. E agora também terá um novo centro de pesquisa de arte moderna, apoiado por 22 milhões de dólares doados por um grupo de pessoas, entre elas Leonard Lauder.

Com essa doação o Met agora é um dos expoentes da arte cubista, ao lado de museus como o Centro Pompidou, em Paris, e o Museu Hermitage em São Petersburgo.

Para quem está curioso e quer conhecer a coleção o museu afirmou que um exposição acontecerá apenas no segundo semestre do ano que vem.

Abaixo a nota do Met Museum:

“Yesterday was an exciting and historic moment for the Met, as we announced the gift of Leonard Lauder’s unrivaled collection of seventy-eight Cubist paintings to the Museum. This is among the greatest contributions to the Metropolitan in the course of its 143-year evolution, in the same league as gifts from J.P. Morgan, Louisine and H.O. Havemeyer, Benjamin Altman, Robert Lehman, Charles and Jayne Wrightsman, and Walter Annenberg—truly transformative collections that have come to the Met.

As we look to the future, this magnificent group of Cubist pictures not only fills an enormous gap in our holdings, but also puts so much else into focus throughout the Museum. The potential is extraordinary, and the establishment of a new research center for modernism will allow us to pursue all those possibilities with significant and broad-reaching scholarship. That is the great benefit of an encyclopedic collection, and, when combined with the vision of a collector like Leonard, the result is an incredible legacy for generations of Met visitors.”

http://www.metmuseum.org/about-the-museum/now-at-the-met/from-the-director/2013/monumental-gift

Estas são algumas das obras doadas:

lauder1-jumbo

“TREES AT L’ESTAQUE”

Georges Braque, 1908

lauder2-jumbo

“THE SCALLOP SHELL (NOTRE AVENIR EST DANS L’AIR)”

Pablo Picasso, 1912

 

lauder7-jumbo

“THE TYPOGRAPHER”

Fernand Léger, 1917-18

 

lauder6-jumbo

“FIGURE SEATED IN A CAFÉ (MAN AT A TABLE)”

Juan Gris, 1914

Imagens retiradas do NyTimes

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários