Artes Plásticas

Mostra Carioca: a impureza como mito chega a Belém este fim de semana

Por Equipe Editorial - julho 24, 2014
2055 0
Pinterest LinkedIn
Marcos Chaves

Quem são os artistas? Luiz Alphonsus, Antonio Manuel, Felipe Barbosa, Cabelo, Marcos Cardoso, Aluísio Carvão, Marcos Chaves, Lygia Clark, Paulo Climachauska, Raymundo Colares, Daniela Dacorso, José Damasceno, Osmar Dillon, Iole de Freitas, Rubens Gerchman, Alair Gomes, Kátia Maciel, Lia Menna Barreto, Hélio Oiticica, Lygia Pape, Glauco Rodrigues, Ione Saldanha, Daniel Senise, Gustavo Speridião, Evandro Teixeira, Paula Trope, Adriana Varejão, Luiz Zerbini, Rochelle Costi, Paulo Nazareth e Thomaz Farkas.

O que terá na exposição? A mostra contará com 56 trabalhos de artistas que tem o Rio de Janeiro como inspiração.

Sobre o espaço: O Museu Casa das Onze Janelas é um espaço destinado à arte contemporânea localizado em Belém e tem como sua preocupação a promoção de intercâmbios culturas, difusão do conhecimento da arte e inserção do artista em espaços expositivos.

Abertura: 26 de julho de 2014, às 10h.

Quando? 26 de julho à 21 de setembro de 2014.

Cabelo_21088_C_300dpis_18cm copy

Cabelo

A mostra que foi apresentada com sucesso no MAM-RIO (em 2012) sob o título de “Mostra Carioca: a impureza como mito” irá agora fugir do circuito RIO-SP e ir para o nordeste. A exposição, que começa neste fim de semana (sábado, 26 de julho) e fica em cartaz até setembro, realiza um intercâmbio artístico entre as instituições MAM-RIO e Museu das Onze Janelas com o objetivo de ampliar a mostra, contando com obras do acervo de ambas as instituições .

“O sentido desterritorializado do espírito carioca, em que o local e o global alimentam-se de desafios e inquietações comuns permitiu, com naturalidade, incorporar trabalhos do acervo do Museu das Onze Janelas, e fortalecer esta parceria institucional”, explicam os curadores.

Ione Saldanha_22762_300dpis 33cm_13

Ione Saldanha

Segundo os curadores (Luiz Camillo Osorio e Marta Mestre), a mostra não pretende trazer o Rio como um tema, mas sim mostrar como a cidade foi -e continua sendo- foco de inspiração para artistas; mostrar que, em meio ao panorama caótico da cidade, também existe um rico circuito criativo que combina improvisação e rigor. Para eles, durante todos os movimentos artísticos e meios expressivos, de um modo ou de outro, os artistas deixaram transparecer um “espírito carioca”.

Os trabalhos presentes na mostra também foram escolhidos de modo a quebrar com o clichê “cidade maravilhosa” e mostrar, através da arte, imagens do espaço de sociabilidade carioca.

Paulo Nazareth_30011_300dpi_32cm

Paulo Nazareth

A mostra que agora estará em Belém também terá uma passagem por Fortaleza no mês de Outubro, tendo a abertura no dia 8 de outubro e seu encerramento no dia 30 de novembro de 2014, sendo apresentada no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

Comentários

Please enter your comment!
Please enter your name here