Conheça o Mirada, festival de artes cênicas

0
48

MIRADA – FESTIVAL IBERO-AMERICANO DE ARTES CÊNICAS CHEGA A UNIDADES DO SESC NA CAPITAL PAULISTA

Espetáculos de teatro encenados na Baixada Santista serão apresentados em São Paulo. Sesc Avenida Paulista recebe a montagem uruguaia O Bramido de Dusseldorf

O Bramido de Dusseldorf | Sesc Avenida Paulista. Foto: Nairi Aharonian

 

O MIRADA – Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas, realizado pelo Sesc São Paulo entre 5 e 15 de setembro em todas as cidades da Baixada Santista, leva à capital paulista alguns dos espetáculos que passarão pelos palcos e edifícios históricos da cidade de Santos e região. Com oito obras nacionais e internacionais, a Extensão Mirada leva à capital o vigor da recente produção latino-americana e de países da península ibérica. As unidades do Sesc na capital que irão receber os espetáculos são: Avenida Paulista, Consolação, Ipiranga, Parque Dom Pedro II, Pinheiros, Pompeia, Santo Amaro e Vila Mariana.

A 5ª edição do festival alcança, pela primeira vez, todas as cidades da Baixada Santista, difundindo 41 produções em teatro, dança, instalações, intervenções e performances de 13 países de línguas portuguesa e espanhola, sendo 16 trabalhos nacionais e 25 estrangeiros, além de atividades formativas. O país homenageado em 2018 é a Colômbia, representada por nove obras. De lá, vem a estreia mundial da segunda parte do díptico Dramas Neo-Costumbristas de Carácter Fatal: Promesa de Fín de Año (Drama 2), da companhia La Maldita Vanidad. A primeira, Nos Hemos Olvidado de Todo (Drama 1), inédita em palcos nacionais, também será encenada no MIRADA.

Espetáculos e Unidades

Da Colômbia, três produções irão passar por São Paulo, duas delas apresentadas no Sesc Pompeia: Cuando Estallan las Paredes, peça mais recente do Teatro Petra que usa humor e ironia para mostrar os dois lados de um ato terrorista, dando ênfase às contradições de todas as partes envolvidas e às várias camadas terror – em cartaz nos dias 12 e 13 de setembro; e La Miel És más Dulce que La Sangre, da companhia L’Explose Danza, em única apresentação no dia 20. O espetáculo reúne a música e a dança flamenca do universo de Federico García Lorca com o surrealismo de Salvador Dalí. Já no Sesc Pinheiros, ocorre La Despedida, do Mapa Teatro, que discute diferentes pontos de vista da relação entre festa e violência, nos dias 13, 14 e 15 de setembro, no Teatro Paulo Autran.

Amazónia, da portuguesa companhia Mala Voadora, será apresentada no Sesc Vila Mariana nos dias 12 e 13 de setembro. A montagem parte da gravação de uma telenovela na floresta para fazer uma crítica sarcástica ao empreendedorismo explorador.

Outra produção bastante aguardada no Brasil é a peruana Ñaña, que estará no Sesc Santo Amaro dias 15 e 16 de setembro. No enredo, uma história real de duas mulheres que têm suas vidas cruzadas, embora suas origens sociais sejam opostas.

Com texto e direção do uruguaio Sergio Blanco, El Bramido de Dusseldorf relata a agonia e a morte do pai do autor. A autoficção será apresentada nos dias 15 e 16 de setembro, no Sesc Avenida Paulista.

Nos mesmos dias, o Sesc Ipiranga recebe uma coprodução Brasil-Paraguai. Cine Splendid tem a ditadura paraguaia como pano de fundo e se passa em 1961, narrando a espera de uma mãe por seu filho.

Com entrada gratuita, o Sesc Parque Dom Pedro II recebe Caliban – A Tempestade de Augusto Boal, da gaúcha Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, que encenará uma adaptação do dramaturgo carioca Augusto Boal para a versão shakespeariana.

O Festival

Criado em 2010 para evidenciar a pluralidade de estéticas e as pesquisas nas artes cênicas dos países da América Latina e Península Ibérica, o MIRADA chega à sua quinta edição reforçando as similaridades e pluralidades que se estabelecem entre a produção desses países na cidade de Santos, que carrega, além de sua beleza natural, a vocação de cenário ideal para evidenciar e proporcionar o intercâmbio entre os povos.

Programação – Extensão Mirada

Sesc Avenida Paulista (Avenida Paulista, 119)

O Bramido de Dusseldorf (URU): O espetáculo relata a agonia e morte do pai do autor em uma clínica de Düsseldorf, cidade para onde viajaram a fim de levar adiante um projeto que não se sabe com certeza qual é. À medida que a peça avança, inicia-se um jogo teatral que investiga a morte do pai paralelamente às hipóteses que explicam sua presença na cidade alemã. Texto e direção: Sergio Blanco. Com Gustavo Saffores, Walter Rey e Soledad Frugone. 16 anos. R$ 50. R$ 25 (n). R$ 15 (l). 15 e 16/9. Sábado, 21h30. Domingo, 18h30.

Sesc Ipiranga (Rua Bom Pastor, 822)

Cine Splendid (PAR): A criação tem como foco o período da ditadura paraguaia e abroda por meio de metáforas, personagens que vivem em uma vizinhança comum e tranquila, não fosse o filme de terror que se repete incessantemente no antigo Cine Splendid. Dramaturgia: Sara Pinheiro. Direção: Pablo Lamar e Ricardo Alves Jr. Com Diego Mongelós, Diro Romero, Guadalupe Lobo e Natalia Santos. Espetáculo em espanhol com legenda em Português. 14 anos. R$ 50. R$ 25 (n). R$ 15 (l). 15 e 16/9. Sábado, 21h. Domingo, 18h.

Sesc Parque Dom Pedro II (Praça São Vito, s/nº – Brás)

Caliban – A Tempestade de Augusto Boal (BRA): Adaptação da peça de William Shakespeare “A Tempestade”, pelo dramaturgo Augusto Boal, durante seu exílio em 1974. Direção: Tânia Farias. Com Grupo Ói Nois Aqui Traveiz. Livre. Grátis. 12/9. Quarta, 15h.

Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195)

A Despedida (COL): Última parte da trilogia Anatomia da Violência na Colômbia, a peça utiliza um dispositivo artístico que questiona, a partir de diferentes pontos de vista, a relação entre festa e violência. Com Mapa Teatro. Livre. R$ 50. R$ 25 (n). R$ 15 (l). 13 a 15/9. Quinta a sábado, 21h.

Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93)

Cuando Estallan las Paredes (COL): A história de um ataque, ou de vários ataques, desde o momento em que são planejados até a sua execução. Texto e direção: Fabio Rubiano O. Com Teatro Petra. 16 anos. R$ 50. R$ 25 (n). R$ 15 (l). 12 e 13/9. Quarta e quinta, 21h.

La Miel es más Dulce que la Sangre (COL): A Companhia L’Explose mergulha no universo de Federico Garcia Lorca para unir o autor e sua obra no mesmo plano da realidade de Dalí. 12 anos. R$ 50. R$ 25 (n). R$ 15 (l). 20/9. Quinta, 21h.

Sesc Santo Amaro (Rua Amador Bueno, 505)

Ñaña (PER): Lucy e Elisa são duas jovens que cresceram em um mesmo povoado da selva peruana, mas em contextos muito diferentes. Suas vidas se cruzam anos depois quando Elisa é adotada pela mãe de Lucy. Com Anahí de Cárdenas e Verony Centeno. 16 anos. R$ 50. R$ 25 (n). R$ 15 (l). 15 e 16/9. Sábado, 21h. Domingo, 18h.

Sesc Vila Mariana (Rua Pelotas, 141)

Amazônia (POR): Profissionais de televisão vão para a floresta tropical gravar uma telenovela ecológica. Montam a infraestrutura, exploram o terreno virgem e impõem-lhe os meios necessários à filmagem. Texto e direção: Jorge Andrade. Com Cia. Mala Voadora. 16 anos. R$ 50. R$ 25 (n). R$ 15 (l). 12 e 13/9. Quarta e quinta, 21h.

Programação – Temporada Teatro Anchieta

Sesc Consolação (Rua Doutor Vila Nova, 245)

Eu Estava em Minha Casa e Esperava que a Chuva Chegasse (BRA). O cotidiano de cinco mulheres que esperam a volta do filho, o “caçula”. De modo atemporal, descortina-se um contar interminável de hipóteses sobre o retorno do único homem, que partiu de casa, após se desentender com o pai. Texto: Jean-Luc Lagarce. Direção: Antunes Filho. Com CPT – Sesc. 21/9 a 16/12. Sextas e sábados, 21h. Domingos e feriados, 18h.

SERVIÇO

O BRAMIDO DE DUSSELDORF (URU)

Quando: 15 e 16 de setembro

Horário: 21h30 (sábado) e 18h30 (domingo)

Local: Praça – térreo (150 lugares)

Ingressos: ESGOTADOS

Duração: 105 minutos

Classificação etária: 16 anos

SESC AVENIDA PAULISTA

Avenida Paulista, 119, Bela Vista, São Paulo

Fone: (11) 3170-0800

Transporte Público: Estação Brigadeiro do Metrô – 350m

Horário de funcionamento da unidade:

Terça a sábado, das 10h às 22h.

Domingos e feriados, das 10h às 19h.

Horário de funcionamento da bilheteria:

Terça a sábado, das 10h às 21h30.

Domingos e feriados, das 10h às 18h30.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here