“Descartes” de Myriam Glatt no Centro Cultural Correios/SP

Por Paulo Varella - abril 5, 2018
17 0
Pinterest LinkedIn

“descartes”, um conjunto de 18 trabalhos produzidos a partir de materiais recolhidos – papelões, principalmente -, marca o début da artista visual Myriam Glatt na capital paulista. A mostra, que tem curadoria de Mario Gioia e fica até o dia 30 de maio no Centro Cultural Correios, já foi apresentada na mesma instituição no Rio de Janeiro e em Niterói e depois segue itinerante rumo a Brasília e Porto Alegre. Tema recorrente no trabalho da artista, a reciclagem é aplicada como suporte das obras, que utilizam pintura e colagem. A exposição em São Paulo reúne 7 instalações inéditas – a maior delas com 13 metros de comprimento – que ocupam os 590 m² do espaço expositivo e abrangem temas de dois universos.

Ao trabalhar com materiais descartados, Myriam Glatt reflete sobre as relações entre consumo e natureza, trazendo à tona os processos que deram origem às obras: uma vez produzido a partir de recursos naturais, o papel foi industrializado e processado como mercadoria de consumo, que retornou ao espaço público, primeiro, em forma de lixo, o descarte em si, e, segundo, de arte, “descartes”. A artista incorpora nos trabalhos as cores, formas, marcas, imperfeições e inscrições do suporte de papelão, Myriam ainda apresenta fotos, vídeo, e pintura sobre tela e jornal , em matérias coletadas por ela há mais de quatro anos.

 

“Ao me deparar com o excesso de papelões descartados pela cidade, vi neles um potente suporte para minhas pinturas, satisfazendo uma vontade que há muito me acompanhava: experimentar novos meios”, sintetiza Myriam. “Nessa ação, o suporte se amalgama à pintura e cria um só corpo.”

         “O corpus da obra da artista é de difícil classificação e não se conforma em permanecer em escaninhos rijos. Pintura, tridimensional, colagem e desenho se coadunam para oferecer elementos variados de apreensão ao público que passa pela ruidosa zona central de São Paulo, onde o prédio dos Correios está encravado. Uma política do precário e uma imbricada relação com o cotidiano se descortinam sobre os trabalhos da artista”, analisa o curador Mario Gioia.

 

“descartes”
Exposição individual de Myriam Glatt no Centro Cultural Correios de São Paulo
Visitação: até o dia 30 de maio de 2018
De segunda a sexta,  das 9h às 17h; entrada gratuita; classificação livre
Centro Cultural Correios
Avenida São João, s/nº, Vale do Anhangabaú, São Paulo, SP
(11) 2102-3690

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Comentários

Please enter your comment!
Please enter your name here