Categories: ArteNão categorizado

CASAS DE ARTISTAS QUE VOCÊ PODE CONHECER – E NÃO SABIA (parte II)

 

 

 

Na semana passada, listamos algumas casas de artistas que são abertas à visitação e que guardam segredos e acervos de quem as habitou um dia. As opções não são poucas e, por isso, aqui estão mais alguns locais deste tipo para você visitar:

 

 

 

  1. Museu Renoir (Cagnes-sur-Mer, França)

IMAGEM: cagnes-tourisme.com

 

Renoir passou seus últimos 12 anos em uma casa em Cagnes-sur-Mer, na bela Côte d’Azur – não era bobo, o rapaz. Atualmente, a casa guarda 14 pinturas originais do mestre impressionista, além de esculturas, mobiliário e o estúdio onde costumava trabalhar. Fique atento aos períodos em que o local está aberto ao público.

 

 

 

  1. Pollock-Krasner House and Study Center (East Hampton, Estados Unidos)
KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

IMAGEM: wikipedia

 

Duas semanas após seu casamento, em 1945, James Pollock e Lee Krasner compraram uma casa em East Hampton com a devida ajuda de Peggy Guggenheim. Ali, os dois artistas viveram e trabalharam até a morte de Pollock, quando Lee Krasner passou a se dividir entre a casa e Nova York. Em seu testamento, Krasner expressou a vontade de doar a propriedade para uma instituição de caridade e fazer com que a casa se tornasse um museu público e uma biblioteca. Dito e feito: atualmente, a casa do casal recebe visitas e ainda se tornou um centro de estudos com a tal biblioteca.

 

 

 

  1. Museu da Casa de Rembrandt (Amsterdam, Holanda)

IMAGEM: hiptripper

 

Foi graças a uma lista de inventário, preservada no momento em que Rembrandt declarou falência, em 1656, que hoje temos acesso ao acervo guardado na casa do pintor holandês Rembrandt, em Amsterdam. Ali, estão guardadas preciosidades como pinturas e gravuras do próprio artista e de outros contemporâneos – pupilos e mestres. Também é possível assistir a demonstrações de como eram feitas as misturas de tintas no século XVII.

 

 

 

 

 

  1. Museu Casa de Portinari (Brodowski, Brasil)

IMAGEM: museucasadeportinari.org.br

 

Candido Portinari está em todos os cantos desta casa no interior de São Paulo, que deixa muito clara a relação das obras do artista e suas origens. Tombada pelo Iphan desde 1968, as principais obras expostas estão nas paredes da casa e da capela anexa, cobertas por murais do artista. Na visita, é possível ver mobiliário e utensílios originais, além de um acervo de desenhos de Portinari.

 

 

 

  1. Portlligat Museum-House de Salvador Dalí (Portlligat, Espanha)

IMAGEM: salvadordali.org

 

Mais que uma casa-museu, Dalí tem um verdadeiro complexo que pode ser visitado na Espanha. A casa em Portlligat foi o local onde morou e trabalhou por longos 52 anos, mudando-se para o Castelo Púbol (também passível de visitação) após a morte de sua esposa, Gala. Inicialmente, a casa era um conglomerado de cabanas de pescadores que Dalí transformou em um local labiríntico, como já era de se esperar, e que reflete sua personalidade complexa.

 

 

 

  1. Casa Museo de Goya (Fuendetodos, Espanha)

Imagem: fundacionfuendetodosgoya.org

 

Localizada em Fuendetodos, vila onde Goya nasceu (a 44 quilômetros de Zaragoza), a humilde casa de fazenda é decorada à moda da época. Além de explorar o local onde nasceu e viveu o pintor, o visitante também pode acessar algumas documentações gráficas. Já as obras de Goya podem ser vistas no Museum of Etchings, a apenas alguns metros da casa.

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.
Luiza Testa

É movida por um tripé onde estão arte, esportes e viagens. Formada em Letras, atualmente, trabalha como curadora independente e se prepara para começar o mestrado em Teoria e Crítica de Arte em Nova York.

Recent Posts

Galeria Dezoito irá realizar Leilão de Natal Beneficente de obras de arte

A Galeria Dezoito, fará pelo segundo ano consecutivo seu Leilão de Natal Beneficente. Com obras…

1 dia ago

A pintura de gênero holandesa (séc. XVII) – Barroco

A pintura de gênero holandesa desenvolveu-se em meio o florescimento do Barroco na Europa Católica…

1 dia ago

Nano Art Hub abre segundo ciclo da feira de arte no Lar Center SP

A Nano Art Hub, inaugura o segundo ciclo da feira de arte que segue em…

2 dias ago

“O mergulho”: instalação de Renata Adler no Farol Santander, em SP

Renata Adler, artista contemporânea carioca, desembarca dia 08 de dezembro no Farol Santander, em São…

2 dias ago

Museu Judaico de São Paulo homenageia Daniel Azulay

Roupas coloridas, gravata borboleta, cabelo desalinhado e idealizador do famoso bordão “Algodão doce para você!”.…

2 dias ago

6 fatos porque Frida Kahlo é um ícone dos movimentos feminista e LGBTQ

Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón (Coyoacán, 6 de julho de 1907 — Coyoacán, 13 de julho de 1954) foi uma pintora mexicana que…

2 dias ago