Entre Homero e Platão, com Agnaldo Farias

0
3497

Agnaldo Farias discorre sobre o poder da arte. Apesar da sociedade técnica ter a colocado de lado, a arte continua sendo um poderoso campo de experiências fundamental para que os indivíduos lidem com inquietações e perplexidades frente a um mundo em processo, dotado de incertezas.

Agnaldo Farias é crítico de arte e curador, e realiza projetos para o Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. Foi curador-chefe do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (1998/2000) e diretor de exposições temporárias do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (1990/1993). É mestre em História Social pela Universidade de Campinas – UNICAMP e doutor pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, onde atualmente ensina. É autor de ensaios publicados no Brasil e no exterior e foi o curador chefe conjuntamente com Moacir dos Anjos, da 29 Bienal de São Paulo.

Comente:

Please enter your comment!
Please enter your name here