Arte Contemporânea

As excêntricas criações de Pol Kurucz

Com fotografias que representam a indústria adulta, o feminismo militante e a arte indie, Pol usa sua arte para falar sobre assuntos polêmicos.

Por Paula - fevereiro 4, 2020
1429 0
Pinterest LinkedIn

Pol Kurucz no auge de seus 38 anos inflama criatividade, hiperatividade e muita fantasia, que possibilitam a ele a execução de trabalhos com alto teor crítico e que se destacam por sua imparidade e inovação no setor da Moda Excêntrica por todo o mundo.

De nacionalidade “híbrida franco – brasileiro”, como ele mesmo costuma se referir, Pol, assim como nós brasileiros traz em sua herança familiar uma grande miscelânea cultural. Do lado materno a cultura  egípcia – judaica, e do lado paterno a cultura  húngara, sem falar na influência que a cultura francesa lhe proporcionou durante sua infância e adolescência.

Todas essas características adicionadas a todos os lugares que Pol transitou nos últimos 20 anos, serviu para sua formação pessoal e profissional, o que lhe resultou uma personalidade ímpar e um pensamento pluricultural, e levemente megalomaníaco, no que tange ao universo de suas criações.

Quando pequeno externalizava toda sua energia com aulas de teatro e, mais tarde, liderou como diretor de palco.  Pol conduziu-se na carreira de produção de arte nas margens da indústria adulta, feminismo militante e arte indie.


Trajetória profissional de Pol Kurucz

pol kurucz
Cortesia de Kurucz e do Kolor Collective

Em 2011 Pol fundou o Kollor Colletive em Budapeste, um grupo de produção cultural focado em eventos culturais e artísticos não-conformistas. Ao chegar no Brasil, o coletivo foi então relançado no Rio de Janeiro, onde Pol saiu de suas bases anteriores (Bahrein, Portugal, Hungria), e abandonou os projetos não-visuais a partir de 2016, dedicando-se apenas à produção fotográfica criativa.

Pol ressignificou sua trajetória profissional e, de fato, começou a conduzir um trabalho brilhante regado de excentricidade e com ideias que  minimamente beiravam o absurdo, o mesmo define que, a autenticidade de seus trabalhos se deve pela extração da essência do seu ser, pois se assim não fizesse, suas obras seriam apenas meras cópias, e não criações inovadoras.


Suas fotos foram apresentadas em várias publicações, incluindo: Vogue, ELLE, Glamour, Marie Claire, The Guardian, Dazed, Adobe Create, Hunger, Sleek, Nylon, Hi-Frutose, Galore, colecionando mais de 200 publicações editoriais ao redor do mundo falando sobre o seu trabalho.


As obras de Pol foram expostas mundialmente em 72 galerias e eventos culturais em 2018, incluindo: Juxtapoz Club House (Art Basel Miami), ArtExpo NYC, Red Dot Miami, Lincoln Center NYC, Semana de Moda de Xangai, Semana de Moda de Nova York, Superchief Gallery Miami, Lumas Galleries em todo o mundo, Galerias Democrart no Brasil e Pica Photo shows na China, e ao todo reúne 30 séries artísticas.


Confira alguns trabalhos de Pol Kurucz:

BORN3D IN BRAZIL

born3d-in-brazil

Subway to nowhere

Pol Kurucz - subway-to-nowhere

Orgasmic Assault

orgasmic-assault - Pol Kurucz

The Normals

sony - the normals

Veja também:

https://arteref.com/movimentos/12-artistas-brasileiros-contemporaneos-que-voce-precisa-conhecer/

Você quer receber e-books, informações sobre cursos, palestras e mercado de arte?


Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários