Arte

Alexander Calder: 10 curiosidades sobre o mestre da arte cinética

Por Equipe Editorial - maio 19, 2020
15861 2
Pinterest LinkedIn

Alexander Calder, 1898 – 1976, Lawton, Pensilvnia.
Os seus primeiros trabalhos eram movidos manualmente pelo observador. Mas, depois de 1932, ele verificou que se mantivesse as formas suspensas, elas se movimentariam pela simples ação das correntes de ar.

Embora, os móbiles pareçam simples, sua montagem é muito complexa, pois exige um sistema de peso e contrapeso muito bem estudado para que o movimento tenha ritmo e sua duração se prolongue.


Usou objetos do dia-a-dia muito inesperados e desinteressantes para os seus móbiles, como as latas de café, latas de sardinha, caixas de fósforo e pedaços de vidro colorido.

Os seus materiais preferidos eram a madeira, experimentos obras utilizando metal também, pintados de forma impressionante nas cores primárias.

As 10 curiosidades de Alexander Calder:

1. Alexander Calder Fazia seus próprios brinquedos.

Em 1902 com apenas quatro anos de idade ele esculpiu uma estátua de um elefante feito de argila, no que hoje é o local do Metropolitan Museum of Art, em New York.

elefante-calder

2. Formou-se em engenharia mecânica.

3. Antes de se dedicar à escultura ele foi pintor e ilustrador.

4. Construiu um circo em miniatura.

Com animais de madeira e arame. Os seus “espetáculos” eram assistidos por artistas e intelectuais. Fez, também em arame, as suas primeiras esculturas: Josephine Baker (1926), Romulu and Remus (1928), Spring (1929).

O mini circo

5. Do circo para os arames

A partir desse trabalho com o Cirque Calder, o escultor percebeu que ele gostava de trabalhar com fios e arames, fazendo várias outras esculturas, até que em 1928 Calder fez sua primeira exposição na Weyhe Gallery em Nova York, e depois disso foi uma exposição atrás da outra, tanto em NY, como em Paris e Berlim.

6. Influencia de Mondrian

Em 1931 produziu suas primeiras obras abstratas, nitidamente influenciadas por Mondrian, nesse mesmo ano Calder em uma de suas viagens conheceu Louisa James, sobrinha-neta do escritor Henry James, com quem se casou. Os primeiros móbiles são de 1932.

Alexander Calder
Santos (1956), de Alexander Calder. Óleo sobre compensado | Calder Foundation, New York (Foto: AUTIVS/Itaú Cultural)

7. Foi o primeiro artista a explorar o movimento na escultura

E um dos poucos artistas a criar uma nova forma – o mobile. Nos últimos anos mantinha um estúdio em Saché, perto de Tours e embora vivesse aí a maior parte do tempo, conservou sua fazenda de Roxbury, Connecticut, comprada em 1933, e que se tornara um verdadeiro repositório de trabalhos e objetos feitos por ele – desde os andirons espiralados da lareira rústica até às bandejas feitas com latas de azeite italiano

8. Calder ocupa lugar especial entre os escultores modernos.

Criador dos stabiles, sólidas esculturas fixas, e dos móbiles, placas e discos metálicos unidos entre si por fios que se agitam tocados pelo vento, assumindo as formas mais imprevistas – a sua arte, no dizer de Marcel Duchamp, “é a sublimação de uma árvore ao vento”.

Alexander Calder
Alexander Calder

9. Em 1952, Calder representou os Estados Unidos na Bienal de Veneza

E foi premiado com o prêmio principal para a escultura. Ele também ganhou o Primeiro Prémio de Escultura na Pittsburgh International de 1958.

10. Esteve três vezes no Brasil

E era apaixonado pelo samba. Adaptou os passos de nosso ritmo aos seus trabalhos, daí surgindo os “samba rattles”. Morou no Rio, no bairro de Botafogo e fez inúmeros amigos – em todas as classes sociais. Entre eles, o crítico de arte Mário Pedrosa que, durante 30 anos, escreveu sobre o escultor.

palatnik_calder-capa-900x700. Alexander Calder
Objeto Cinético (1986) de Abraham Palatnik. Tinta industrial, madeira, fórmica, metal e motor | Coleção Museu de Arte Moderna de São Paulo (Masp), Fundo para aquisição de obras para o acervo MAM-SP – Pirelli

Veja também:

https://arteref.com/arte/a-op-art-e-os-8-principais-artistas-representantes-que-voce-precisa-conhecer/
Inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários