Cinema

Cinema francês, veja o drama surrealista no MAMM

Por Equipe Editorial - junho 9, 2016
3339 0
Pinterest LinkedIn

Quem é o artista, autor?
Jean Cocteau

O que terá na mostra?
Filme, “O Testamento de Orfeu”

Onde vai ser?
Museu de Arte Murilo Mendes (endereço abaixo).

É um bom programa?
Sim. O museu configura-se como uma instituição museológica de excelência no âmbito da literatura, artes visuais e memória local e regional com foco em pesquisas e estudos sobre a natureza e obra do poeta Murilo Mendes

Quando?
10 de junho (sexta-feira)

Surrealismo: por uma vanguarda revolucionária, por uma arte política
Surrealismo (1924-1950) – Arte Moderna


“O Testamento de Orfeu” (1960) é a atração desta sexta, 10, às 16h, no Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM). O drama surrealista é o último filme da trilogia órfica“O Sangue do Poeta” e “Orfeu”, e encerrou a carreira do famoso artista, cineasta e escritor francês Jean Cocteau.

O longa, filmado em preto e branco, não possui espaço e tempo definido, como atesta a fala do próprio poeta (personagem e autor): “é difícil explicar o começo do infinito e mais difícil é viver o infinito”.

Na narrativa, o Poeta (Jean Cocteau) transita pelo tempo com o intuito de revisitar suas obras e suas experiências. Durante essa viagem temporal, ele encontra fantasmas do passado, sua mãe, e vê a si mesmo no futuro e no passado. A obra prima traz grande elenco  com os nomes de Brigitte Bardot e Charles Aznavour, além de pontas de personalidades como Jean-Pierre Léaud, Pablo Picasso, Yul Brynner

Sinopse
Vestido com o traje de Luís XV, o Poeta encontra fantasmas simbólicos através de uma viagem misteriosa. Sem uma delimitação de espaço e tempo, ele revisita sua infância, adolescência e velhice, encontra-se com uma cingana, com sua mãe e com personalidades mitológicas. Uma mistura de realidade e poesia, ele busca uma sabedoria divina que reconecta as suas obras e suas experiências consigo mesmo. Mas sempre a procura do Professor, figura que o colocou nessa viagem e o único que tem a forma de fazê-lo voltar dessa abstração.

Ciclo de Cinema Francês
O Ciclo de Cinema Francês da Faculdade de Letras da UFJF surgiu com o objetivo de difundir a cultura francesa através do cinema. A cada ciclo, um tema  é escolhido e diversos filmes são elencados para expor como um assunto é tratado dentro do meio cultural gálico. O tema da edição atual “manifestações de arte”.

SERVIÇO
Ciclo de Cinema Francês  – “O Testamento de Orfeu”(1960)
Data: 10 de junho (sexta-feira)
Horário: 16h
Duração: 79 min
Local: Museu de Arte Murilo Mendes – Rua Benjamin Constant, 790, Centro –
Outras informações: (32) 3229-9070

Veja também:

Frida Kahlo e as mulheres surrealistas do México

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários