Escultura

Exposição: “Nossa Casa”, de Inos Corradin

Por Equipe Editorial - novembro 22, 2012
3610 0
Pinterest LinkedIn

Quem é o artista? Inos Corradin
O que vai ter na exposição? Pinturas e esculturas
É um bom programa? Sim
A galeria é conceituada? Sim
Quantas obras serão expostas? Cerca de 30 obras
Até quando? 15 de dezembro

Artista ítalo-brasileiro mostra cerca de 30 pinturas e esculturas que contam sua trajetória artística de 60 anos

De 27 de novembro (abertura para convidados) a 15 de dezembro, a Galeria André apresenta a exposição Nossa Casa, com cerca de 30 obras inéditas de um dos pintores mais profícuos de sua geração, o ítalo-brasileiro Inos Corradin. Artista que tem no currículo mais de 400 exposições nacionais e internacionais, Corradin apresenta, além de pinturas, esculturas em bronze, rezina e terracota que mostram sua forte influência da natureza, seu fascínio pelo mar, pelas flores e pelos equilibristas.

‘Pinto equilibristas há mais de 20 anos’, conta o pintor. Sua trajetória é peculiar: nasceu numa pequena cidade italiana ‘por descuido’, chamada Vogogna, mas acabou se estabelecendo em Jundiaí, interior do Estado de São Paulo. É contemporâneo de Mario Cravo Junior, Carybé (artista também representado pela Galeria), Pancetti, entre outros. Passou um período na Bahia, onde conheceu estes artistas e também se tornou amigo de Dorival Caymmi. ‘Pintor de energia indomável, no ápice de sua arte criativa’, disse, então, o escritor Jorge Amado.

‘Sou depositário de toda a história da arte dos últimos 50 anos’, afirma. Como diz o curador Jacob Klintowitz, ‘[Inos demonstra] uma atitude de amor ao ofício, de amor à pintura, de amor à arte, de amor à história da arte e de fidelidade ao ato de pintar’. Inos já ganhou diversos prêmios, entre eles o II Salão Paulista de Arte Moderna, de São Paulo, o Prêmio Internacional Paris Sud, da França, o Prêmio Quadrivio de Pintura, da Itália. Já expôs em Nova York, Toronto, Paris, Berlim, Itália, França, entre outros países.

Inos Corradin

Nasceu em Vogogna, Itália, em 1929. Vive e trabalha em Jundiaí, SP. Estudou pintura como o professor Tardivello. Colaborou com o pintor Pendin na execução de um mural alusivo aos mártires da resistência italiana, em Castelbaldo, Padova, Itália. Em 1950 chegou ao Brasil, em Jundiaí. Em 1953 foi para Salvador da Bahia com o pintor Trinidade Leal. Conheceu o grupo artístico baiano da época Mario Cravo Junior, Rubens Valentin, Aguinaldo dos Santos, Carybé, Raimundo de Oliveira, Pancetti, Dorival Caimmi, Jenner Augusto, Wilson Rocha e Mirabeau. Em 1952 ganhou o prêmio no II Salão Paulista de Arte Moderna, São Paulo. Em 1975 recebeu o Prêmio Internacional Paris Sud, Paris – França e em 1979 levou o Prêmio Quadrivio de Pintura, Itália. Tem exposições realizadas na Galeria Oxumaré, Salvador – Bahia, na Galeria D’Hautbarr, Nova York – Estados Unidos, na Galeria Debret, Paris – França, na Galeria de Arte André, São Paulo, na Galeria Steigen-Berger, Berlim – Alemanha e participou do Salão Internacional Paris Sud, Paris – França.

Galeria André

Fundada em 1959 pelo romeno André Blau, a Galeria de Arte André é atualmente referência no mercado de arte brasileira. Seu espaço, localizado na Rua Estados Unidos, passou por expansões e hoje possui mais de mil metros quadrados e é reconhecida como a maior galeria de arte da América Latina.  A segunda unidade da Galeria André, na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, é dedicada à tridimensionalidade.

Sendo fiel ao perfil de atuação da Galeria e no trabalho de formação de um quadro de artistas contemporâneos, a jovem Juliana Blau optou por acolher novas linguagens como fotografia, vídeo e instalações, além de reforçar o compromisso com a pintura e a tridimensionalidade. Assim, a diretora cria um novo programa de exposições que abre espaço para artistas em início de carreira ou redescobre e reforça o trabalho de artistas já estabelecidos.

Desde sua fundação, a galeria também se especializou na revenda de obras de arte de artistas renomados como Aldemir Martins, Alfredo Volpi, Carlos Araujo, Carlos Scliar, Cícero Dias, Clóvis Graciano, Di Cavalcanti, Frans Krajcberg, Guignard, Hector Carybé, Manabu Mabe, Orlando Teruz, Roberto Burle Marx, Sonia Ebling, Tarsila do Amaral e Tomie Ohtake.

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários