Fotografia

Tadao Cern: Blow job e Black baloon

Por Equipe Editorial - agosto 20, 2019
2454 0
Pinterest LinkedIn

Nesta matéria falaremos de dois trabalhos distintos do artista. Blow job e black ballons

Blow job

O artistaLituano, Tadao Cern, recebeu em seu estúdio visitantes para participar de uma sessão de fotos malucas, chamadas “Blow Job”.
O resultado do ensaio fotográfico foram expressões faciais incrivelmente divertidas.

Tadao Cern, blow job
Blow job
Blow job
Blow job

O estilo de Tadao Cern

Tadao Cern decidiu tentar uma abordagem diferente para o mundo da arte, estudando arquitetura e mergulhando profundamente no campo da arte contemporânea.

Então, sua percepção visual com seu processo criativo é muito influenciada pelas coisas que aprendeu no começo.

Como arquiteto, ele está intimamente relacionado ao comportamento e aos hábitos antropológicos humanos. Como artista, ele tem o mesmo campo de interesse – questionando o que afeta as ações humanas de uma determinada maneira e essas coisas podem ser mudadas.

Ele considera o campo da arte como um laboratório para o Homo Sapiens, onde cada obra de é uma experiência que ajuda a distinguir suas ações / interações e limites naturais de comportamento – como um artista, se pode documentar, mudar, criar ou se livrar deles.

Ele tenta não tomar tudo o que está ao meu redor como algo garantido – ele adoro pegar objetos ou ocorrências do dia-a-dia, retirá-los de seus conceitos básicos e reintroduzi-los como arte.

Este processo funciona como um refresco, ajudando-nos a ver coisas que esquecemos e tomamos como garantidas.

Seu estilo criativo é muito afetado pela sua formação arquitetônica também: ele trabalha de uma maneira muito sistemática e racional, todas as sua decisões artísticas são calculadas sempre procurando expressões mais higiênicas para que as ideias se tornem o mais limpas possível.

Tadao Cern
Blow job

Black Baloons

Por um longo período de tempo, ele teve a idéia de conectar dois balões. Ele encontrou um minuto livre entre os outros projetos em execução, comprou dois balões e ficou impressionado com o resultado.

Foi tão despretensioso e tão mágico ao mesmo tempo! Essa oposição criada por dois objetos muito simples e lúdicos mais uma vez trouxe uma sensação infantil única de descoberta.

Black Balloons

Esta experiência revela muito e quanto mais se olha, mais se torna verdade:

“a simplicidade é genial”.

Para o primeiro teste, ele usou apenas dois balões e dois gases diferentes: o hexafluoreto de hélio e enxofre – o leve e o pesado.

Mais tarde, resolveu fazer os balões flutuarem no meio de um tanque de vidro sem conectá-los a nada.

Black Balloons

Uma vez colocados em um espaço particular, esses objetos negros dividem-no em muitos segmentos iguais e enganam a mente dos espectadores, dando a ele a sensação de estar vendo uma renderização da realidade aumentada.

Além disso, eles interagem com o espectador de muitas maneiras – só se pode imaginar como uma escultura feita de 400 balões reagiria a um vento que se cria apenas caminhando.

Black Balloons

E depois de um segundo a composição retorna ao seu estado anterior formando uma grade perfeita que parece tão irreal, porque isso é mais comum para uma imagem gerada por computador e não uma realidade ao nosso redor.

Materiais: Borracha, plástico, hexafluoreto de enxofre, dióxido de carbono, hélio

Para mais trabalhos e fotografias:

http://www.tadaocern.com

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificar de