Galerias e Eventos

CCBB São Paulo apresenta programação especial para as férias

Exposição e atividades especiais, gratuitas e interativas do Programa Educativo do CCBB completam a programação

Por Equipe Editorial - julho 3, 2019
1307 0
Pinterest LinkedIn

São Paulo, julho de 2019 — O CCBB SP entra no clima da temporada de férias em julho e celebra o mês com uma programação cheia de opções para toda a família.

1) Exposição: Vaivém

  • Classificação: Livre
  • Entrada: Gratuita com opção de agendamento de horário no site ou app Eventim
  • Até 29 de julho | 9h às 21h | Todos os dias, exceto às terças

A exposição investiga as relações entre as redes de dormir e a construção da identidade nacional no Brasil. Quando a rede — criada por diferentes povos originários ameríndios — passou a ser associada de maneira direta com o território brasileiro e a noção de brasilidade? A exposição caracteriza-se por seu caráter trans-histórico, reunindo artistas de distintos contextos sociais, diferentes períodos e regiões do país, que refletem sobre permanências, rupturas e resistências na representação e nos usos das redes de dormir na arte e na cultura visual brasileira. 

Com curadoria de Raphael Fonseca, a mostra reúne cerca de 300 obras de coleções públicas e privadas, algumas especialmente criadas para o projeto.

Foto: Edson Kumasaka — CCBB SP

2) Teatro Infantojuvenil

  • Três histórias de amor Apresenta uma trilogia de espetáculos musicais infantojuvenis sobre o amor, idealizada pela diretora teatral Duda Maia.
  • Classificação Indicativa: Livre (indicado para maiores de 5 anos)
  • Duração: 60 minutos cada sessão
  • Entrada: Ingressos disponíveis na Eventim ou na bilheteria do CCBB (R$ 30 / R$ 15)

Contos Partidos de Amor

  • Adaptado da obra de Machado de Assis, trata de histórias de ciúme em que quatro atores-cantores utilizam os pronomes possessivos para a construção de uma dramaturgia com humor, dança e música.
  • 5 A 20 de julho | 15h | sexta, sábado e domingo
Contos Partidos de Amor
Foto Raí Júnior — CCBB SP

A Gaiola

  • Adaptado do livro homônimo de Adriana Falcão, trata de cuidado e amor do ponto de vista de uma menina e um passarinho que, ao optarem pela liberdade, enfrentam a separação com otimismo e respeito.
  • 21 de julho a 4 de agosto | 15h | sexta, sábado e domingo
A gaiola
Foto: Eros Lima de Nardi — CCBB SP

Vamos Comprar um Poeta

  • Adaptado do romance do escritor português Afonso Cruz, fala do amor pela amizade e da importância da poesia em nossa vida.
  • Até 31 de agosto | 11h | sábado
Vamos comprar um poeta
Foto: Renato Mangolin — CCBB SP

3) Programa CCBB Educativo — Arte e Educação — Atividades Especiais Férias

  • Classificação: Livre
  • Todas as atividades são gratuitas

No mês de julho o Programa Educativo promove uma programação inteiramente voltada as férias escolares. As atividades estão programadas ao longo das semanas, junto as crianças, adolescentes e suas famílias, para que sejam desenvolvidas no Espaço de Convivência no mezanino.

O Espaço de Convivência convida o público ao encontro, à pausa, ao diálogo acessível a todos, acolhendo as pessoas nas suas singularidades e diferenças. Com esse espaço, o Programa CCBB — Arte e Educação, busca formas de cumprir o compromisso com a acessibilidade, a diversidade, a inclusão e o protagonismo dos diferentes públicos. Oferece aos visitantes informações e elementos básicos para realização de uma visita autônoma às exposições.

Voltada às práticas artísticas e educativas, a programação das férias de julho conta com brincadeiras, apresentação musical com oficinas de construção de instrumentos, conversas para a conscientização sobre o meio ambiente e a qualidade dos alimentos, proposições para exercícios de movimento do corpo, dança, canto e contação de histórias.  

Lugar de criação

Adeusinho

  • Dias: 5, 6 e 7 de julho, 
    12, 13 e 14 de julho, 
    19, 20 e 21 de julho,
  • 26, 27 e 28 de julho
  • Horários: 11h e 15h

Com a Palavra… com o jornalista convidado Daniel Toledo   

  • 3 de julho (quarta-feira) — 18h
  • Local: início no térreo na exposição VAIVÉM
  • Voltado para o público espontâneo, o Com a Palavra consiste em visitas mediadas realizadas por especialistas ou profissionais referência em temas diversos. Nesta edição, o dramaturgo e pesquisador Daniel Toledo visita à exposição “VAIVÉM”, em cartaz no CCBB SP.
  • Daniel Toledo é dramaturgo, pesquisador e crítico de artes cênicas, performance e artes visuais. Mestre em Sociologia pela UFMG, desenvolve pesquisas sobre site-specificity, descolonização e crítica da modernidade. Membro-associado do JA.CA — Centro de Arte e Tecnologia desde 2011, atua como coordenador editorial do Programa CCBB Educativo — Arte e Educação.

Como nasce uma obra de arte: mãos à obra! — Com o educador convidado Raifah Monteiro

  • 3, 4 e 5 de julho (quarta a sexta) – às 10h e 14h
  • A atividade propõe vivências inspiradas por culturas tradicionais, enquanto alguns exercícios de caráter coletivo vão sendo integrados as diferentes sessões do Lugar de Criação. Para a etapa inicial está prevista a produção de um painel com desenho e pintura e a confecção de adereços. A ideia central que orienta essa atividade é que uma obra passe a ser construída coletivamente, envolvendo diferentes participantes e linguagens.
  • Estão previstas conversas sobre a historicidade de manifestações populares brasileiras,
  • Raifah Monteiro é músico, pesquisador de cultura popular brasileira e arte-educador graduado em Psicologia. Em sua trajetória vem transitando pelas mais diversas linguagens como arte circense, teatro e artes plásticas. Iniciou sua pesquisa em meados dos anos 2000 com o grupo Toadas Atrovadas, despertando seu encanto pelos ritmos e facetas da multiplicidade estética da cultura popular do país.

Desde Pequeno: Entre esquetes e brincadeiras — Com os educadores convidados do Coletivo GrausunS

  • 10, 11 e 12 de julho (quarta a sexta) – às 10h e 14h
  • Dois palhaços se encontram em uma brincadeira e começam a apresentar seus jogos. Atreladas aos passatempos tradicionais brasileiros, o lazer instiga o lado imaginário e lúdico do público reunido, trazendo conhecimento ao universo das experiências coletivas, e recriando situações, memórias e vivências afetivas do crescimento. 
  • O Coletivo GrausunS surgiu em 2013 com o intuito de realizar apresentações de forma lúdica, resgatando histórias e contos de nosso povo, memórias que surgem do público, refletidas em cada proposta e projeto que se moldam a partir de cada vivência e processo. Dentro dessa proposição, já foram realizados algumas ações como Corpos Pensantes (2013, 2014 e 2015), Histórias sem Palavras (2015), Histórias Cantadas (2017) e Brinquedos Ópticos (2018). Atualmente a dupla pesquisa histórias, causos e brincadeiras unindo-os à práticas pedagógicas e artísticas em relação aos mais diversos públicos. Desenvolvem atividades nas áreas de Artes Visuais, Teatro e Música.

Trocação de histórias: Do direito à cidade: performance e mobilidade como escritas do corpo — Com o artista convidado Elilson

  • 17, 18 e 19 de julho (quarta a sexta) – às 10h e 14h
  • Ao longo de três dias com atividades realizadas nos turnos da manhã e da tarde, os participantes serão convidados a experimentar as inter-relações entre arte da performance e mobilidade como “escritas do corpo” que expressam o “direito à cidade”. Através do compartilhamento de nossos percursos na cidade, de exercícios corporais, de ações performativas e releituras de textos e trabalhos artísticos, a atividade abordará as contrações entre as ideias de público e privado. 
  • Elilson é performer e professor. Mestre em performance pelo Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena da UFRJ e graduado em Letras pela UFPE, com intercâmbio na Universidade Nova de Lisboa. Tem integrado exposições coletivas, mostras e festivais em cidades como Assunção, Buenos Aires, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo. No teatro, participou de diversos espetáculos e festivais, dentre os quais a colaboração em 2017 com a companhia alemã Rimini Protokoll no projeto “Home Visit”. Também em 2017, publicou o livro Por uma mobilidade performativa (Editora Temporária). Em 2018, foi bolsista do programa “Qualquer direção fora do centro”, da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Também em 2018, foi contemplado com o Rumos Itaú Cultural e com o Prêmio EDP nas Artes do Instituto Tomie Ohtake, realizando por meio deste, em 2019, uma residência no ateliê R.A.R.O em Buenos Aires.
Lugar de criação

Eu faço meu brinquedo: Oficina de reciclagem criativa — Com a artista e educadora convidada Amarilis

  • 24, 25 e 26 de julho (quarta a sexta) – às 10h e 14h
  • Com a utilização de resíduos domésticos, serão construídos objetos artísticos, instrumentos musicais e acessórios, estimulando os participantes para que se voltem a novos comportamentos, guiados por noções de consciência ambiental e sustentabilidade. A atividade busca ampliar a conscientização sobre a noção fundamental dos 3 Rs (reduzir, reutilizar e reciclar). Máscaras e fantasias, instrumentos musicais reciclados, maquetes arquitetônicas, bonecas reconstruídas, e utensílios para uso doméstico são alguns exemplos do que pode ser trabalhado com os participantes. Se há ênfase no trabalho rítmico, a coordenação motora, a musicalidade, o trabalho em grupo, a memória e a coreografia são campos de experimentação.
  • Amarilis é educadora, arquiteta de profissão e produtora musical. Lidera o projeto O Planeta Agradece, que desde 2010 leva ao público infantil e familiar conceitos de consciência ambiental e reciclagem através de um espetáculo musical e oficinas de reciclagem criativa. Conta com apresentações na Espanha, Bélgica e Colômbia.

Múltiplo Ancestral — Comida musical, consciência funcional — Com a convidada Amarilis

  • 28 de julho (domingo) – 12h
  • Local: mezanino
  • Com uma proposta inovadora, criativa e positiva, o musical “O Planeta Agradece” aborda temas como os 5 Rs – Repensar, Reduzir, Recusar, Reutilizar e Reciclar, e visa expandir a consciência do público acerca do consumo descontrolado e lidar com o conhecimento do PREciclar (pensar antes de comprar). A música, a dança e o teatro são os meios artísticos utilizados nesta apresentação para a transmissão e o despertar de novas maneiras de pensar e atuar no mundo. A personagem Tekne, uma menina de outro planeta, ensina os costumes do seu lar, um lugar que reutiliza o lixo e tenta reduzir ao máximo o consumo de produtos desnecessários.

Programação completa em ccbbeducativo.com ou na bilheteria


4) Serviço

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo – CCBB SP

  • Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 — Centro, São Paulo-SP
  • Telefone: (11) 3113 – 3651/3652 | Aberto todos os dias das 9h às 21h (exceto às terças)
  • Estacionamento conveniado: Rua da Consolação, 228
  • Traslado gratuito até o CCBB. No trajeto de volta, a van tem parada na estação República do Metrô. Valor: R$ 14 pelo período de 6 horas (necessário validar ticket na bilheteria)
  • Acesso e facilidades para pessoas com deficiência | Ar-condicionado | Cafeteria e Restaurante | Loja
  • Clientes do Banco do Brasil têm 10% de desconto com Cartão Ourocard na cafeteria, restaurante e loja

Comentários

Please enter your comment!
Please enter your name here