mercado

7 boas razões pelas quais você precisa comprar arte

Por Paulo Varella - janeiro 27, 2022
223 0
Pinterest LinkedIn

Muitas pessoas gostam de comprar arte para ter em suas casas e escritórios; isso ocorre porque a arte não é apenas bonita de se ver, ela também dá ao lugar uma sensação única. Alem disto, com o tempo, o valor do trabalho aumenta e você ainda pode vendê-lo com lucro.

Alguns analistas financeiros consideram a arte um mercado estável quando comparado a outros ativos, como o ouro. Cada vez mais investidores consideram a arte um ativo de preservação de valor. Mesmo com a crise econômica, o mundo da arte continua a prosperar.

Aqui estão sete razões pelas quais investir em arte seria uma boa ideia;


Diversidade em seus investimentos

Quando você diversifica seus investimentos, reduz o risco de perder muito dinheiro. Pense desta forma: se você optar por investir apenas em ações de companhias aéreas, poderá acordar e encontrar pilotos e comissários de bordo em greve. Isso levará a cancelamentos de voos e os preços das ações cairão. Você vai acabar perdendo muito dinheiro.

Profissionais do setor de investimentos enfatizam que diversificar seus investimentos não garante que você não sofrerá perdas, mas minimizará os riscos. A arte é separada dos títulos e ações e sofre pouca influência destas oscilações.


A arte é um investimento tangível

As pessoas investem em arte porque é algo que podem ver e tocar. Embora algumas pessoas possam ter suas valiosas peças de arte sob forte segurança, algumas adoram tê-las exibidas em suas casas e escritórios para que todos possam ver. Eles gostam de olhar para a arte sempre que podem, pois a arte promove serenidade, paz e introspecção.

A arte melhorará sua qualidade de vida e lhe dará algo bonito e significativo para pensar e olhar. Investimentos como títulos e ações não criam esse sentimento que a arte provavelmente invocará em uma pessoa. Esses sentimentos fazem com que algumas pessoas mantenham sua arte por muito tempo. Durante este tempo, o valor da arte continua a aumentar.


Arte como herança

Quando você investe em arte, não está comprando apenas para si naquele momento. Você também está comprando para sua casa, onde será exibido e para sua família. Você terá começado uma história de algo que estará em sua família por anos. Você será o avô que comprou a pintura que ainda existirá muito tempo depois que você se for.

Deixa arte para os seus herdeiros é uma maneira segura de proteger sua riqueza e preservar seu legado artístico. Seus herdeiros também a entregarão a seus herdeiros quando chegar a hora. Essa prática provavelmente continuará por dezenas de anos.

comprar arte: pintora
pexels

Tem valor residual

Artistas consolidados tem uma grande tendência para valorizar seus nomes (e consequentemente seus trabalhos) ao longo do tempo. Adquirir uma obra desse tipo tende a ser um investimento extremamente seguro.

É possível ter uma altíssima valorização comprando obras de um artista emergente. Entretanto, os riscos aqui são muito maiores, já que ele pode cair no esquecimento.


A arte tem valor histórico

A arte sempre foi uma excelente forma de as pessoas praticarem sua liberdade de expressão. Desde a idade da pedra até os tempos modernos, os seres humanos sempre usaram essa liberdade. Pense nas pinturas em cavernas e nas rochas de outrora até as últimas peças de arte que estão expostas em museus de diferentes partes do mundo. Eles nos permitem conhecer a história da humanidade e nos ajudam a compreender outros pontos de vista.

https://arteref.com/mercado/investir-em-arte-e-um-bom-negocio/

Comprar arte gera prazer pessoal

Se você gosta de arte, compre. Procure peças que façam sentido e signifiquem algo para você. Eles não precisam ser os clássicos que todo mundo gosta; encontre algo que funcione para você. Da mesma forma que você compra outras coisas porque as quer, enquanto outra pessoa pode não gostar da mesma coisa, é o mesmo com a arte. Peças únicas podem ser valiosas para você e não para outra pessoa. Invista no que você quer.


Você pode nutrir talentos emergentes e artistas estabelecidos

Quando você investe em arte, você tem tempo para conhecer o artista por trás da pintura que você gosta. Você conversa com eles na exposições ou nos estandes onde está o trabalho deles. Durante esta conversa, você fica a saber o que os inspirou e pode dizer-lhes qual é a sua interpretação da arte. Gastar seu dinheiro na arte deles colocará um sorriso no rosto deles e você sairá sabendo que colabora com algo importante. Você também pode encomendar uma peça especialmente para você.

Investir em arte tem muitos benefícios. No entanto, antes de decidir investir em uma obra de arte específica, faça uma pesquisa completa. Verifique sua origem e se o artista estiver vivo, entre em contato com ele. Isso o ajudará a evitar comprar algo que seja uma cópia do original ou uma obra de arte sem valor.


Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários