photoarts gallery
À venda

Canoa II

Photoarts Gallery
Canoa II

Adriano GambariniSeguir

Categoria
Tamanho 90 x 60
Valor Estimado R$ 1.710

Canoa II

Da série sobre a Amazônia, Adriano Gambarini fotografou os barcos em suas expedições, buscando mais do que apenas belas fotografias, pesquisando o tema da região e suas particularidades.

A canoa é tradicional entre os indígenas é considerado um meio de transporte de maior valia para o seu deslocamento. Cada um cuida e zela pela sua, e as técnicas de como remá-las nem mesmo eles sabem dizer como aprenderam, pois desde quando nascem já praticam esta atividade. 

  • Dimensões: 60 × 90 cm
  • Acabamento: Metacrilato padrão-galeria com 5 mm de espessura em impressão fine art

Adriano Gambarini

Adriano Gambarini

Ele é fotógrafo profissional desde 1992, autor e editor. Formado em Geologia pela USP, é autor fotográfico de 17 livros, sendo dois deles finalistas do Prêmio Jabuti. Assina os textos de “Cavernas no Brasil”, “Velho Chico, o Rio” e “A Origem do Homem e seus Deuses”, em autoria com Leandro Karnal.

Fotógrafo permanente da National Geographic Brasil, notabilizou-se por documentar projetos etnográficos e conservacionistas de maneira sistemática, integrando um vasto conhecimento sobre meio ambiente, ecologia, cultura e comportamento de populações tradicionais.  

Trabalha como editor de arte e fotografia, ministra workshops e encontros fotográficos em viagens pelo Brasil e exterior.

Três vezes palestrante do TEDx, é frequentemente convidado a ministrar palestras sobre fotografia como forma de comunicação e interpretação das relações humanas com o ambiente.

É produtor, diretor de fotografia e roteirista de documentários, entre eles: “Histórias de um Fotógrafo, para Rede Cinemark, “Amazônia Pré-colonial”, para o Instituto Mamirauá e “Snail Kite – New discoveries from South America”, para o Smithsonian Institute, de Washington, EUA.

Photoarts Gallery

photoarts gallery

A paixão por arte começou nos anos 90 quando Paulo Varella ainda morava na Europa e frequentava o cenário artístico de Londres. O contato com as galerias e artistas foi intenso e a questão do acesso à arte sempre foi algo que o instigou, pois a equação entre artistas querendo vender e colecionadores querendo comprar nunca fechou.

Extremamente restrito, o mercado de arte se baseia na comercialização de obras em peças únicas ou em poucos múltiplos que são vendidos para colecionadores potenciais, instituições e museus por preços incalculáveis. Por que então não fazer algo que seja acessível e ainda autêntico e original?

A Photoarts então foi fundada na esperança de criar um mercado de arte menos excludente, tanto aos artistas como aos colecionadores, e mais acessível à maioria, propiciando ao surgimento de uma nova geração de colecionadores e amantes da fotografia e das artes.

A Photoarts representa uma grande variedade de imagens de mais de 60 fotógrafos nacionais e estrangeiros que permitem a comercialização de suas fotografias.  Desta maneira a equação se fecha e mais pessoas podem possuir autênticas obras de arte.

As obras produzidas e selecionadas por nossa equipe permitem que o colecionador seja inspirado por uma variedade de cores, formas, paisagens e motivos que se sinta convidado a vivenciar o prazer de colecionar excepcionais fotografias artísticas.

Como resultado desse movimento, a Photoarts hoje conta com uma equipe especializada com um controle de qualidade impecável.