Gravura Brasileira
À venda

jardinagem

Gravura Brasileira
jardinagem

Cláudio CaropresoSeguir

Categoria
Ano da Obra 2015
Tamanho 60 x 41
Tiragem da Obra Edição limitada
Valor Estimado R$ 1.000

jardinagem

  • Técnica : xilogravura de matriz perdida
  • Tiragem: treze cópias

Cláudio Caropreso

Cláudio Caropreso Paisagem

Mini Biografia

Cláudio Caropreso, 1975, é formado em Arquitetura e Urbanismo no ano de 2000 pela Universidade do Vale do Paraíba. No mesmo ano inicia sua pesquisa com xilogravura no Ateliê Livre de Gravura da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, em São José dos Campos – SP.

Em 2006, Cláudio Caropreso faz o livro de artista “Clandestino”, com Francisco Maringelli, obra hoje pertencente ao acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Em 2007 concluiu pela Universidade de Brasília a especialização em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas.

Em 2008, também com Francisco Maringelli, é contemplado pelo PROAC  e monta a exposição “Entre o Fio da Navalha e o Meio Fio da Calçada“. Em 2011 com curadoria de Luis Armando Bagolin, na Galeria Gravura Brasileira, faz a individual “Caropreso Procura-se“.

Em 2016 com curadoria de Luis Armando Bagolin e em parceria de Francisco Maringelli, na Hemeroteca da Biblioteca Mário de Andrade, faz a mostra “Gravura na Ponta da Faca” . Hoje o artista é representado pela galeria Gravura Brasileira.

http://www.cantogravura.com.br/artistas-detalhes.asp?artistaId=90&lang=pt

Gravura Brasileira

Gravura Brasileira

A galeria Gravura Brasileira foi fundada em 1998 por Alberto Fuks e Eduardo Besen com a proposta de mostrar a gravura histórica e contemporânea em toda a sua diversidade com exposições temporárias e obras de acervo.

Atualmente, a galeria é o único espaço de exposições no país dedicado somente à gravura com mais de cem exposições realizadas nos últimos 10 anos. Ao longo do tempo a Gravura Brasileira tornou-se um centro de referência ao promover exposições de artistas jovens e consagrados, palestras e lançamentos de livros de artista e álbuns de gravuras sempre em estreita colaboração com os seus artistas.

A galeria recebe artistas, visitantes, galeristas e curadores de todo o mundo e mantém programas de intercâmbio com ateliês e instituições de outros Estados e países além de participar como convidada em feiras de arte (ArtFrankfurt 2003 e 2004) e em exposições internacionais (realizadas a partir de 2001 nas cidades de Amsterdam, Belize, Heidelberg, Paris, Cardiff, Nova Iorque, Havana, Washington, Oaxaca, Cidade do México e Berlim entre outras).

Em maio de 2008 com a exposição “Azulada” da artista plástica Lygia Eluf foi inaugurado o novo espaço da galeria à rua Dr. Franco da Rocha, 61, Perdizes. O novo endereço conta com três salas de exposição e mais espaço para o acervo de cerca de três mil gravuras originais de artistas de todo o Brasil, Argentina, Alemanha, Canadá, Itália, México, Japão e Inglaterra.

http://www.gravurabrasileira.com/