À venda

Lembranças

Jansen Vichy - Lembranças, 2011

Jansen VichySeguir

Categoria ,
Ano da Obra 2011
Tamanho 70 x 90
Valor Estimado R$ 2.200

Lembranças

Lembranças é uma obra de Jansen Vichy, artista plástico autodidata cuja motivação pessoal é a perenidade das coisas, a decomposição da sua própria existência.

Sua estética não está assentada no óbvio, no lugar comum, pelo contrário, existe em todos os seus trabalhos uma clara provocação à tudo isso, uma comprovação desconfortante da nossa fragilidade em relação ao ato de existir.

Acrílica e Colagem sobre tela

Jansen Vichy

Jansen Vichy


Jansen Vichy é artista plástico autodidata cuja motivação pessoal é a perenidade das coisas, a decomposição da sua própria existência.

E é no próprio ato de existir que seu didatismo é construído. Professores na faculdade de Arquitetura, artistas plásticos e outras diversas pessoas com as quais conviveu nas suas andanças pelo mundo foram os responsáveis diretos pela construção da sua identidade artística.

Aos 20 anos envereda pelas esculturas e funda o Atelier J. Vichy, se especializando na criação e produção exclusiva de ladrilhos em relevo para a empresa Rerthy durante 30 anos. Em 2009 elege a pintura como elemento prioritário de sua expressão individual e inicia, assim, um novo caminho.

Participa de Feiras de Arte em Milão, Nova York, Paris e Estocolmo com diversas obras, sendo posteriormente convidado, em seu retorno ao Brasil, para uma exclusiva exposição individual na Sala José Cândido de Carvalho – Niterói – RJ.

Sua estética não está assentada no óbvio, no lugar comum, existe uma clara provocação à tudo isso que nos rodeia, uma proposta de realidade paralela, um estranhamento que, queiramos ou não, sempre nos aproxima da nossa própria identidade.


Website – Jansen Vichy

Lembranças

Jansen Vichy - Lembranças, 2011

Lembranças é uma obra de Jansen Vichy, artista plástico autodidata cuja motivação pessoal é a perenidade das coisas, a decomposição da sua própria existência.

Sua estética não está assentada no óbvio, no lugar comum, pelo contrário, existe em todos os seus trabalhos uma clara provocação à tudo isso, uma comprovação desconfortante da nossa fragilidade em relação ao ato de existir.

Acrílica e Colagem sobre tela