Artes Plásticas

Programação Bienal de São Paulo – 29/11 a 02/12

Por Equipe Editorial - novembro 29, 2012
1584 0
Pinterest LinkedIn

16h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Dance Constructions – Performance de dança em colaboração com artistas e bailarinos de São Paulo

A série Dance Constructions (1961) da artista e coreógrafa americana Simone Forti é baseada na improvisação e no acaso. Em colaboração com bailarinos e artistas da cidade de São Paulo três obras serão ativadas na Bienal – Huddle, Slant Board e Hangars (todos de 1961).

Local: Pavilhão da Bienal – Simone Forti

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

30/11 (sexta-feira)

 

09h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Mobile Radio

A dupla Mobile Radio convida rádio-artistas de todo o mundo para fazerem parte de semanas especiais de transmissão em São Paulo – produzindo, assim, uma atmosfera envolvelnte de diferentes estilos ao longo das 14 semanas de transmissão. Para mais informações acesse o site http://mobile-radio.net

O evento acontece ao longo do dia

Local: Pavilhão da Bienal – Mobile Radio BSP

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

 

10h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Looking At Listening (2011) – experiência sonora e visual

Em Looking At Listening (2011/2012) os artistas Ei Arakawa e Sergei Tcherepnin criaram um ambiente onde os visitantes são convidados a explorar a escuta ao manipular dispositivos na obras com a assistência de educadores. Alto-falantes colocados atrás de painéis de metal produzem sons que, quando ativados, invadem a obra com ondas sonoras.

Local: Casa Modernista

Endereço: Rua Santa Cruz, 325 – Vila Mariana

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

14h – [PERFORMANCES]

 

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)

Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia elaborou uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura aproximadamente 20 minutos e é acompanhado por um áudio. No meio da viagem, o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher. Duração total da viagem: 1 hora. Distribuição de senhas no local 1h antes do evento. Entrada gratuita.

Local: Pavilhão da Bienal – Saída

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Looking At Listening (2011) – experiência sonora e visual

 

15h30 – [PERFORMANCES]

 

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)

19h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Dance Constructions – Performance de dança em colaboração com artistas e bailarinos de São Paulo

A série Dance Constructions (1961) da artista e coreógrafa americana Simone Forti é baseada na improvisação e no acaso. Em colaboração com bailarinos e artistas da cidade de São Paulo três obras serão ativadas na Bienal – Huddle, Slant Board e Hangars (todos de 1961).

Local: Pavilhão da Bienal – Simone Forti

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

19h – [PERFORMANCES]

 

Sarau – com Coletivo de Literatura da Agência Solano Trindade e Sarau do Binho

 

Encontro aberto para expressão livre de poetas, músicos, cantores e qualquer tipo de manifestação artística.

Lotação:
Entrada gratuita

Pavilhão da Bienal – Praça das Bandeiras (Primeiro andar P2)
Informações: +55 11 5576-7611
[email protected]

OBS: A partir das 18h a Mobile Radio BSP conversa com participantes da Agência Solano Trindade, organizadores do Sarau do Binho. Ouça ao vivo www.30bienal.org.br ou www.mobile-radio.net

01/12 (sábado)

 

09h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Mobile Radio

A dupla Mobile Radio convida rádio-artistas de todo o mundo para fazerem parte de semanas especiais de transmissão em São Paulo – produzindo, assim, uma atmosfera envolvelnte de diferentes estilos ao longo das 14 semanas de transmissão. Para mais informações acesse o site http://mobile-radio.net

O evento acontece ao longo do dia

Local: Pavilhão da Bienal – Mobile Radio BSP

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

 

10h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Looking At Listening (2011) – experiência sonora e visual

Em Looking At Listening (2011/2012) os artistas Ei Arakawa e Sergei Tcherepnin criaram um ambiente onde os visitantes são convidados a explorar a escuta ao manipular dispositivos na obras com a assistência de educadores. Alto-falantes colocados atrás de painéis de metal produzem sons que, quando ativados, invadem a obra com ondas sonoras.

Local: Casa Modernista

Endereço: Rua Santa Cruz, 325 – Vila Mariana

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

11h – [ATELIÊS]

 

Leitura de poesia para crianças e famílias – Gilles Eduar

Aos sábados, crianças e famílias visitantes da mostra estão convidadas a participar e se divertir nas leituras de poesias com convidados do Educativo Bienal. Essa semana Gilles Eduar propõe um pequeno passeio pelo Parque Ibirapuera, seguido por uma oficina de criação de poesia a partir de técnicas do hai-kai e da poesia surrealista francesa.  

Lotação: 30 pessoas
Entrada gratuita
Informações: +55 11 5576-7611
[email protected]

 

14h – [ATELIÊS]

 

Ateliê para público espontâneo – com Educativo Bienal

A intenção dos Ateliês é criar conexões e proporcionar aos visitantes experiências relacionadas a conceitos propostos pelos artistas da mostra.

Lotação: 30 pessoas
Entrada gratuita
Informações: +55 11 5576-7611
[email protected]

 

14h – [PERFORMANCES]

 

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)

Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia elaborou uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura aproximadamente 20 minutos e é acompanhado por um áudio. No meio da viagem, o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher. Duração total da viagem: 1 hora. Distribuição de senhas no local 1h antes do evento. Entrada gratuita.

Local: Pavilhão da Bienal – Saída

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Looking At Listening (2011) – experiência sonora e visual

15h – [PERFORMANCES]

 

Ateliê musical – Gustavo Melo

 

Convidados do Educativo Bienal oferecerão narrações de histórias, apresentações musicais e brincadeiras para os visitantes da mostra. Convidado de hoje é o musico Gustavo Melo.

Informações: 55 11 5576-7611 ou [email protected]

15h30 – [PERFORMANCES]

 

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)

 

16h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Dance Constructions – Performance de dança em colaboração com artistas e bailarinos de São Paulo

A série Dance Constructions (1961) da artista e coreógrafa americana Simone Forti é baseada na improvisação e no acaso. Em colaboração com bailarinos e artistas da cidade de São Paulo três obras serão ativadas na Bienal – Huddle, Slant Board e Hangars (todos de 1961).

Local: Pavilhão da Bienal – Simone Forti

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

02/12 (domingo)

09h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Mobile Radio

A dupla Mobile Radio convida rádio-artistas de todo o mundo para fazerem parte de semanas especiais de transmissão em São Paulo – produzindo, assim, uma atmosfera envolvelnte de diferentes estilos ao longo das 14 semanas de transmissão. Para mais informações acesse o site http://mobile-radio.net

O evento acontece ao longo do dia

Local: Pavilhão da Bienal – Mobile Radio BSP

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

11h – [PERFORMANCES]

 

Narração de história – Wem

Convidados do Educativo Bienal oferecerão narrações de histórias, apresentações musicais e brincadeiras para os visitantes da mostra. O convidado desta semana é Wem, músico e professor, formado pela faculdade de composição na Santa Marcelina. Lançou o EP – “Wem” com produção do Ulisses, gravou o DVD “Brasileiro Sou Eu” e desde o final de 2008 fez o show “Tudo é tão Igual”. Paralelamente ao seu trabalho solo, realizou alguns outros projetos: Trilha para documentário e teatro, integrante do Grupo Tiquequê voltado para o público infantil e guitarrista/programador do show da Palavra Cantada.

Lotação: 30 pessoas
Entrada gratuita
Informações: +55 11 5576-7611
[email protected]

 

14h – [PERFORMANCES]

 

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)

Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia elaborou uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura aproximadamente 20 minutos e é acompanhado por um áudio. No meio da viagem, o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher. Duração total da viagem: 1 hora. Distribuição de senhas no local 1h antes do evento. Entrada gratuita.

Local: Pavilhão da Bienal – Saída

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

14h – [ATELIÊS]

 

Ateliê para público espontâneo – com Educativo Bienal

A intenção dos Ateliês é criar conexões e proporcionar aos visitantes experiências relacionadas a conceitos propostos pelos artistas da mostra.

Lotação: 30 pessoas
Entrada gratuita
Informações: +55 11 5576-7611
[email protected]

15h – [DEBATES]

 

Narração de Mitos

Membros da equipe do Educativo Bienal oferecerão narração de mitos para crianças, famílias e visitantes da mostra.

Lotação: 30 pessoas
Entrada gratuita
Informações: +55 11 5576-7611
[email protected]

15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

 

Dance Constructions – Performance de dança em colaboração com artistas e bailarinos de São Paulo

A série Dance Constructions (1961) da artista e coreógrafa americana Simone Forti é baseada na improvisação e no acaso. Em colaboração com bailarinos e artistas da cidade de São Paulo três obras serão ativadas na Bienal – Huddle, Slant Board e Hangars (todos de 1961).

Local: Pavilhão da Bienal – Simone Forti

Informações: 55 11 5576 7600 ou [email protected]

15h30 – [PERFORMANCES]

 

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)

16h – [PERFORMANCES]

 

Music Sideways / Cânomes para três vozes (sem fim) – Performance musical de Athanasios Argianas

Music Sideways é uma peça musical escrita sob a forma de um cânone clássico. Um cânone é uma composição polifônica em que as vozes imitam a linha melódica cantada por uma primeira voz, entrando cada voz, uma após a outra, uma retomando o que a outra acabou de dizer, enquanto a primeira continua o seu caminho. A ligação entre esta forma sistemática bastante antiga de escrever música e estratégias modernistas de sistemas de geração é implícita, tanto como é a estrutura cíclica em que ela resulta; as três vozes estão na mesma linha melódica, iniciado com Três diferentes pontos no tempo, assim, com três começos e sem fim definido. O espetáculo vai acontecer em diferentes espaços da Bienal, sem aviso prévio. Os três cantores simplesmente se encontram formando um triângulo e cantam o cânone por três minutos em diferentes momentos.

Local: Pavilhão da Bienal – Instalação de Athanasios Argianas e outros espaços no Pavilhão

 

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários