Arte no Mundo

Albert Einstein ganhou um museu

Por Paulo Varella - outubro 17, 2017
3610 0
Pinterest LinkedIn

A Universidade Hebraica em Jerusalém anunciou a criação de um museu dedicado a Albert Einstein, que será estabelecido no prédio do planetário abandonado da universidade. O museu será equipado com itens pessoais e arquivos pertencentes ao físico.

A Universidade, que cuida do arquivo do do Prêmio Nobel de física, estava tentando iniciar construção do museu por vários anos, mas foi forçada a arquivar os planos devido a restrições orçamentárias. Encontrar um lugar para exibir o arquivo de Einstein foi um dos principais objetivos do ex-presidente israelense Shimon Peres, que até mesmo se encontrou com os arquitetos judeus-americanos Frank Gehry e Daniel Libeskind para discutir o projeto. Mas o preço estimado de US $ 20 milhões para o novo edifício impediu que ele se concretizasse.

O CEO da Universidade, Billy Shapira, finalmente decidiu colocar o museu dentro do prédio planetário existente depois de considerar os menores custos de construção de US $ 5 milhões, sua proximidade com os outros museus de Jerusalém e a maior acessibilidade graças ao novo trem leve da cidade.

Shapira realizou uma competição, solicitando propostas de design para o museu. De quatro participantes, ele escolheu a firma de arquitetura Arad Simon. Salma Milson Arad, um arquiteto da empresa, disse a Haaretz que sua proposta vencedora procurou cavar sob o planetário de 500 metros quadrados para criar mais espaço.

“Embora o edifício histórico não tenha sido designado para uma preservação rigorosa, é modesto e se mistura no campus e, portanto, decidimos não construir acima ou ao lado dele, mas sim cavar embaixo dele”, disse ela. “A mudança significativa será abrir uma janela na fachada oriental, que oferecerá uma visão na direção da Cidade Velha e do Knesset, um elemento que expressa a conexão de Einstein com Jerusalém”.

Quando concluído, o edifício remodelado abrirá um centro de visitantes localizado na cúpula do prédio e o arquivo do físico na parte retangular, enquanto a entrada e a área do lobby acomodarão visitantes, funcionários de arquivos e pesquisadores. Uma loja de presentes e escritórios administrativos estarão situados ao lado do lobby.

Nenhuma data de início para a conversão do planetário foi anunciada.

Fonte: artnet

Avatar

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários