Arte

Veja a mostra polêmica que exibe a relação entre o homem e o alimento!

Por Equipe Editorial - maio 25, 2016
3923 0
Pinterest LinkedIn

Mostra traz trabalhos de artistas contemporâneos nacionais e internacionais, em diálogo com chefs brasileiros. Através de fotografias, vídeo arte, performances, instalações, a exposição aborda a relação do homem com o alimento e discute questões relacionadas direta ou indiretamente com o desperdício.

Presente em toda história da arte, a comida esteve representada de diversas maneiras ao longo dos séculos: das naturezas mortas das primeiras pinturas do Renascimento até o pop de Andy Warhol, passando pelas naturezas vivas das pinturas mexicanas dos anos 1930-40, nas quais a comida e a cozinha representavam um espaço de inspiração e criatividade. A partir do dia 01 de junho, na exposição Vestígios, na Galeria Rabieh, em São Paulo, a relação homem, alimento e arte estará posta sob uma nova perspectiva: a do desperdício.

Com concepção de Luciana Farias e curadoria de Tainá Guedes em colaboração com Daniel Rangel, participam do projeto Uli Westphal, Rodrigo Braga, Neka Menna Barreto, Klaus Pichler, Lenora de Barros, Leo Botto, Gustavo Godoy, Sergio Vasconcelos, Jorge Furtado e Ayrson Heráclito.

“A efemeridade do alimento pode ser visualizada, absorvida e mantida permanentemente, concretamente e fisicamente na memória dos participantes. Nesta exposição, os visitantes são convidados a atividades participativas nos workshops em diálogo com as obras, interagindo e atuando com todos os sentidos”, declara Tainá Guedes, curadora da exposição.

Ao longo de todo mês de junho, a exposição promoverá atividades paralelas; conversas, visitas guiadas, performances gastronômicas, projeções e workshops, permitindo aprofundamento e reflexões sobre as questões abordadas pelos artistas e chefs.

A exposição e as atividades são gratuitas e estarão abertas ao público de 1 a 30 de junho.

Uli Westphal

Mutatoes (2006-até o presente), Uli Westphal_série de fotografias 23,6 x 30cm_dimensao da instalação 2m alt 3m larg
Mutatoes (de 2006 até o presente) – Fotografia| Instalação

Mutato-Archive é uma coleção fotográfica de frutas não-padrão, raízes e legumes, conhecidas como “Misfits”, exibindo uma estonteante variedade de formas, cores e texturas que só se tornarão visíveis aos consumidores quando as normas comerciais que as proíbem de serem vendidas nos supermercados deixarem de existir. A proibição da venda destes alimentos, igualmente nutritivos e saborosos, resulta na não colheita desses alimentos nos campos de produção, gerando o desperdício não somente do alimento, como de todos os recursos que forem necessários para a produção dos mesmos.

Eternal Summer, 2011, Uli Westphal_Madeira, espelho, vidro, luzes, alumínio, frutas artificiais_80cmx52cmx52cm_outside
Eternal Summer (2011) – Madeira | Espelho | Vidro | Luzes | Alumínio |Frutas artificiais

Eternal Summer é uma escultura feita de espelhos, inspirada nas ilhas de produtos frescos vendidos nos supermercados. O uso de espelhos é uma das técnicas utilizadas pelos supermercados para vender mais, dando a impressão de abundância. A abundância visual desencadeia instintos primitivos nos consumidores, estimulando-os a comprarem mais do que realmente precisam, resultando no desperdício de grande parte dos alimentos comprados.

 

Lenora de Barros

Leonora de Barros
No país da lingual grande, dai carne a quem quer carne (2006)

 

Rodrigo Braga

De compaixão cínica, 2007, Rodrigo Braga_4 obras fotográficas tamanho (60x40) 4
De compaixão cínica, 2005-2007

O trabalho de Rodrigo Braga aborda frequentemente a relação homem e natureza, sendo constante a presença de partes de animais e vegetais em suas imagens carregadas de simbolismo e plasticidade. A série “De compaixão cínica” é composta por quatro imagens onde o artista relaciona partes de restos de bichos, vendidos em feiras, com partes do corpo humano, criando uma mimese entre estas

Galeria Rabieh
Al. Gabriel Monteiro da Silva, 147
+55 11 3062 7173
[email protected]
Agendar visita guiada: [email protected]

Serviço:
Abertura: 31 de Maio, das 19 às 22 horas.
Duração: de 1 a 30 de Junho
Horário para visitação: terça a domingo das 11 às 19 horas.

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários