Bienal

Bienal 2016: Izabela Tarasewicz e sua arte penetrante.

Por Gabriel Cardozo - agosto 12, 2016
2677 0
Pinterest LinkedIn

Izabela Tarasewicz é um artista visual que faz esculturas, instalações, desenhos e fotografias, bem como um artista de performance.

Ela nasceu em 1981 em Białystok. Ela é membro da Penerstwo, um grupo de arte de Poznań na vanguarda da cena polaca contemporânea. Essa é também onde se formou pela Faculdade de Escultura e Atividades Espaciais da Universidade de Artes de Poznań.

Em 2013, ela foi nomeada para o prémio Polityka Passport – ‘para o crescimento consistente e uma compreensão absoluta de seus meios. Para lembrar-nos que os efêmeros, objetos discretos, que ela traz para a vida pode abrir novas perspectivas para narrações graves e universais “- como disse Kamila Lesniak. Em 2015, ela foi nomeada para os modos de exibição Deutsche Prêmio Fundação Banco, que foi organizado pela Zachęta – Galeria Nacional de Arte.

Taras ewicz funciona de maneira específica com base na interpretação, acumulando, desconstruindo e re-organizar as coisas materiais, bem como os sistemas sociais, históricas e ideológicas. O artista testa cuidadosamente materiais simples e processa-los. Os objetos criados e sua composição para escapar da contradição natural – artificial.

Fonte

Veja também:

Bienal 2016: Henrik Olesen e sua relação com a homossexualidade.

 

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários