Bienal

Bienal 2016: José Bento e suas esculturas encantadoras.

Por Gabriel Cardozo - agosto 15, 2016
27766 0
Pinterest LinkedIn

José Bento, 1962, Salvador, BA, Brasil.
Vive e trabalha em Belo Horizonte, MG, Brasil.
O desejo de ser artista habita José Bento desde a infância. Autodidata, de um saco de palitos de picolé nasceu, por volta dos 20 anos, a ideia de fazer o primeiro objeto: uma cadeira em tamanho natural, constituída por tais fragmentos de madeira, material que jamais abandonou. A partir daí, cria com palitos uma série de ambientes em miniatura, expostos em sua primeira individual no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, em 1989. Nessa época, começa a explorar as possibilidades da madeira em outras escalas e formatos por meio de seu trabalho com troncos tombados naturalmente, muitos de árvores raras e seculares, recolhidas na região da Mata Atlântica entre Minas Gerais e Espírito Santo.
Seus trabalhos recentes buscam superar os limites formais da escultura e da matéria. Joga com a arquitetura por meio de silenciosas intervenções, constrói e desconstrói objetos, cria instalações interativas, faz fotografia, performance e vídeos, buscando reinventar os lugares para materiais como a madeira, a porcelana e o vidro.

Fonte.

Veja também:

Bienal 2016: a arte voltada à preservação ecológica de Bené Fonteles

 

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários