quinta-feira, 13, dezembro

O eterno fascínio das bailarinas de Degas

Se eu disser: “Edgard Degas”, qual o primeiro pensamento que vem a sua cabeça ?Ah… o “pintor das bailarinas” deve ser a resposta! Quem, pela 1ª vez, se referiu a Degas desta forma foi Édouard Manet, outro grande pintor francês e um dos iniciadores do movimento moderno na pintura. E tem sua razão de ser: estima-se que Degas tenha deixado cerca...

Uma viagem no mundo surrealista de Sonja Tines!

A pintora alemã Sonja Tines, surrealista, transparece em suas obras um mundo colorido, feminino e psicodélico. Veja também: https://arteref.com/diversos/7-termos-franceses-usados-em-arte-que-voce-precisa-saber/  

Uma breve história do branco na arte

  Uma cor e seus múltiplos significados     O branco era um dos pigmentos mais utilizados pelos povos pré-históricos. Pinturas em cavernas paleolíticas, datadas de 30 mil anos A.C., mostram que o pigmento, feito de cálcio e giz, servia como plano de fundo ou mesmo para realçar as figuras retratadas . No Egito, o branco estava associado à Isis - na mitologia egípcia,...

Uma breve história do amarelo na arte

  A cor do nascer do sol     O amarelo é um dos mais antigos pigmentos da história da arte. Inicialmente, era produzido a partir da argila, e muito utilizado pelos povos paleolíticos, como mostram as figuras contidas nas paredes da caverna de Lascaux, na França. Estima-se que uma das mais famosas figuras da caverna de Lascaux, um cavalo colorido em amarelo...

Uma breve história do verde na arte

  Uma cor venenosa     Não há traços de pigmento verde nas pinturas rupestres de cavernas pré-históricas. Entretanto, os povos neolíticos do norte da Europa extraíam o pigmento da folha da árvore de vidoeiro para o tingimento de roupas. Cerâmicas pré-históricas apresentam pinturas em verde em tonalidades mais próximas do marrom, porém não há evidências de como o pigmento era produzido. No Antigo...

Uma breve história do vermelho na arte

  Há 40 mil anos, foram criados os primeiros pigmentos. Combinando carvão queimado, gordura animal e solo, os artistas criaram uma paleta básica de cinco cores: amarelo, vermelho, preto e branco. As experimentações e a criação de novos pigmentos - como o azul, roxo, verde e amarelo - deram-se através dos diversos movimentos da história da arte - da Renascença...

Uma breve história do azul na arte

  Uma cor tão cara quanto o ouro   No período Medieval, a Virgem Maria era frequentemente retratada vestida em um manto azul. A escolha da cor não era somente devido ao seu simbolismo religioso, mas também seu valor material: o azul foi, por séculos, considerado uma cor nobre, e pintores renascentistas como Rafael utilizavam-na para destacar a imagem da divindade retratada.     Desde a...

O mestre moderno e meditativo: Mark Rothko

O pintor Mark Rothko acreditava que o entendimento da arte é muito individual e somente pela observação meditativa é possível captar a realidade e a beleza que a definem. Para ele, a pintura não precisa de explicações, pois fala por si. Para ele, bastava o silêncio na contemplação da obra. Pessoas que conviveram com Rothko descrevem-no um homem muito introspectivo...

6 técnicas fantásticas de pintura sem o uso de pincéis!

O mais jovem dos "três grandes" pintores mexicanos e muralistas, David Alfaro Siqueiros, também foi um dos primeiros artistas a evitarem publicamente o pincel, chamando a função de "um implemento de cabelo e madeira em uma época de aço". Buscando novas técnicas de pintura aptas para a idade moderna, Siqueiros criou a Oficina Experimental inovadora, em Nova York, em 1936. Lá,...

11 retratos da música nas pinturas de Leonid Afremov

Mick Jagger Leonid Afremov, 1995, 61 anos, Vitebsk, Bielorrússia Leonid Afremov é um pintor israelense de origem bielorrussa. É conhecido por seus quadros coloridos e alegres e por sua técnica de pintura peculiar: uso de espátula para pintura com tinta a óleo. Graduou-se em 1978 na Escola de arte de Vitebsk, fundada por Marc Chagall em 1921. Afremov é um dos mais...