Galerias e Eventos

Museu Afro Brasil ganha acervo online

Lançamento do Centro de Preservação, Pesquisa e Referência teve início em 15/12, com a realização de um webinário transmitido no Youtube

Por Equipe Editorial - dezembro 20, 2022
207 0
Pinterest LinkedIn

O Museu Afro Brasil “Emanoel Araujo” ganha acervo online. A implementação deste serviço de informação fortalece o papel social do Museu e a sua proposta de ampliar, apoiado em seus acervos arquivístico, bibliográfico e museológico, o conhecimento sobre a formação da sociedade brasileira, em seus diferentes aspectos, e com foco na história, na memória e na arte de matrizes africanas e afro-brasileiras. 

Diante disso, o Centro de Preservação, Pesquisa e Referência do Museu Afro Brasil Emanoel Araujo (CPPR – MAB EA) se caracteriza como uma ferramenta relevante para alcançar este objetivo, proporcionando acesso organizado às informações e conteúdos acerca destes acervos, tornando possível essa reflexão. Vale ressaltar, ainda, que o acervo online terá acesso livre ao público geral, onde os visitantes poderão pesquisar sobre obras, documentos, publicações e demais itens que constituem os diferentes acervos da instituição.

A programação de lançamento do CPPR – MAB EA teve início dia 15 de dezembro de 2022, com a realização do webinário “Centros de Referência e a memória afro-brasileira: relatos de experiência”, com transmissão pelo canal do Museu no YouTube.

Webinário de lançamento do Centro de Preservação, Pesquisa e Referência do Museu Afro Brasil

O evento contou com a participação de Suzy Santos, educadora, historiadora, museóloga e diretora técnica da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (SEC SP); Bruno Almeida dos Santos, doutorando e mestre em Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia (UFBA); Jonathan de Brito Faria, co-fundador da Biblioteca Comunitária Pé de Boldo, biblioteconomista e gestor de projetos culturais; e Joyce Farias, pesquisadora do Museu Afro Brasil Emanoel Araujo. Os participantes dialogaram sobre as experiências e desafios para a difusão de acervos afro-brasileiros, sobretudo por meio dos Centros de Referência.


Sobre o Museu Afro Brasil Emanoel Araujo

O Museu Afro Brasil Emanoel Araujo é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo administrada pela Associação Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura. Inaugurado em 2004, a partir da coleção particular do seu diretor curador, Emanoel Araujo, o museu é um espaço de história, memória e arte.

Localizado no Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega, dentro do mais famoso parque de São Paulo, o Parque Ibirapuera, o Museu Afro Brasil Emanoel Araujo conserva, em cerca de 12 mil m2, um acervo museológico com mais de 8 mil obras, apresentando diversos aspectos dos universos culturais africanos e afro-brasileiro e abordando temas como religiosidade, arte e história, a partir das contribuições da população negra para a construção da sociedade brasileira e da cultura nacional. O museu exibe parte deste acervo na exposição de longa duração e realiza exposições temporárias, atividades educativas, além de uma ampla programação cultural.


Leia também:
Museu de Arte do Rio terá entrada gratuita durante as férias

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários