Como aumentar seu tráfego on-line e manter as pessoas no seu site por mais tempo

0
501
como aumentar seu trafego online

Vivemos em uma época onde praticamente qualquer artista em qualquer lugar que tenha acesso à Internet pode apresentar sua arte para o mundo, entretanto apenas alguns mantêm seus sites atualizados e apenas uma pequena porcentagem aproveitam ao máximo as suas capacidades enquanto muitos não aproveitam nada. No geral eles simplesmente colocam imagens de sua arte online e fazem pouco mais do que esperar para ver o que acontece.

As vezes alguns podem enviar notícias das novidades por e-mail, colocar links em suas páginas de redes sociais, pedir que as pessoas verifiquem seus sites e ou coisa parecida.

Qual é o objetivo de se ter um site?

O objetivo de ter um site é usá-lo para divulgar sua arte e ampliar seu público, certo? A principal razão pela qual você está online, em primeiro lugar, é mostrar seu trabalho para o maior número de pessoas possível, não apenas para pessoas que você já conheça ou encontre em algum lugar.

Existem ações muito simples para fazer em um site, e a boa notícia é que qualquer artista pode aumentar ativamente o alcance do site com alguns ajustes e técnicas simples.
Tenha em mente que estamos falando apenas de sites de artistas aqui e como torná-los mais acessíveis, acolhedores e atraentes para todos os tipos de pessoas, quer elas já o conheçam ou não.

Usar as redes sociais para direcionar o tráfego para o seu site é, naturalmente, uma grande parte disso, mas também é um tópico separado do que vamos falar aqui.

O foco aqui é como aumentar as chances de que as pessoas que estão vagando pela Internet possam achar em seu site, conhecendo você ou não, e o que elas vão encontrar quando chegarem lá e ainda mantê-las lá e como tornar suas experiências gratificantes.


As redes sociais não são a salvação

Para aqueles que acham que os sites não são mais necessários e que você precisa agora são páginas de redes sociais, pense novamente. O problema de colocar seu conteúdo no site de uma rede social é que ele pode alterar as regras a qualquer momento, suspendê-lo temporariamente ou até remover sua página completamente se você violar os termos de uso, exigir que você formate seus materiais de acordo com o layout deles.

como aumentar seu trafego online

Além disso, não importa o quão maravilhosa sua página ou seu feed de imagem possa ser, os sites de redes sociais apresentam constantemente aos visitantes todos os tipos de opções, alternativas, distrações e atrações para deixar sua página e ir para outro lugar. Quando você tem seu próprio site, por outro lado, você administra o programa junto com cada aspecto de como você apresenta e posiciona sua arte.

Nenhuma rede social pode chegar perto de lhe dar esse tipo de controle sobre seu conteúdo e organização, sem mencionar a permanência e a segurança de ter uma sede on-line abrangente para sua arte que só muda quando você quer que ela mude.

“Sem falar que menos de 5% dos seus seguidores conseguem ver o seu conteúdo nas redes sociais”


Infelizmente, o típico site de artistas ainda não é muito diferente dos portfólios de artistas de 20 ou 30 anos atrás. Em outras palavras, ele é projetado em grande parte para pessoas que já entendem de arte ou conhecem o artista, sabem o que estão olhando e sabem como navegar.

A arte é frequentemente apresentada com uma explicação mínima e não é bem organizada. Explicações ou introduções escritas sobre a arte muitas vezes não são fáceis de entender (supondo que haja qualquer escrita), navegar pelo site não é simples, e a aparência geral do site faz sentido principalmente para aqueles que já estão no circuito e é confuso para todos os outros.

Como resultado, o alcance desses sites em termos de quem é capaz de acessar, entender e apreciar a arte de maneiras mais do que superficiais não mudou muito do que a base de fãs do artista do que era antes. O grupo de pessoas que visitam e permanece por um tempo termina permanecendo praticamente o mesmo.

Uma das maiores vantagens da Internet é que completos estranhos podem pousar em seu site ou descobrir você e sua arte inteiramente por acaso ou acidente.

Não estamos falando apenas de pessoas de arte aqui, mas de uma pessoa aleatória! A maioria dos artistas diz que as pessoas acham seus sites não por acaso ou acidente ou porque estão procurando um tipo específicos de arte, mas digitando nomes de artistas diretamente nos mecanismos de busca, demonstrando mais uma vez que o público do site é composto principalmente por de pessoas que já ouviram, leram ou conheceram esses artistas, e não como resultado de um bom SEO (Search Engine Optimization).

Pense em todas as multidões que poderiam potencialmente amar sua arte se soubessem que você existe e pudessem de alguma forma encontrá-lo on-line.

E quanto a todas aquelas pessoas que gostam do tipo de arte que você faz, mas não tem ideia de que você existe? É claro que atraí-los para o seu site é um desafio, porque você também não tem ideia de quem eles são, mas é possível.

Tudo o que você precisa fazer é organizar e apresentar a si mesmo e a sua arte de maneiras que aumentem as chances de alguém ter sorte e descobrir pessoas que são arte e não-arte.

Não importa quem eles sejam, quanto mais pessoas puderem acessar seu site e ver sua arte, maiores as chances de avançar em sua carreira, receber convites para participar de shows, obter representação de galerias, participar de exposições, fazendo vendas, recebendo comissões, sendo destaque em blogs ou sites de arte, e muito mais.

como aumentar seu trafego online

Você tem que assumir que qualquer pessoa tem o potencial de se tornar um fã ou até mesmo um patrono, e você quer ter certeza de que você está se aproximando daqueles que ainda não conhecem você e daqueles que o conhecem. Seu objetivo é maximizar sua visibilidade on-line em vez de limitá-la, então vamos falar sobre como fazer isso.

Por onde começar?

Para começar, certifique-se de que todas as páginas do seu site, incluindo aquelas com imagens da sua arte, tenham uma linha de título que descreva de forma precisa e específica o conteúdo da página, assim como um título de notícias resume qualquer história que você esteja prestes a ler.

Um grande erro cometido por muitos artistas é usar a mesma linha de título em todas as páginas do site, como “João Dias artista”, “Maria Santos arte” ou “José Rios escultura”.

A linha título ou tag line

Alguns sites não têm linhas de título que não sejam “Home” ou “Índice” ou “Galeria” e nem mencionam o nome do artista.
A linha do título, para aqueles que não sabem, aparece na parte superior da janela do seu navegador nas guias de índice ou nas barras de guias, e não no conteúdo da própria página. Ela descreve em poucas palavras do que se trata o site. Esta linha título entra no código da sua página, pois quando pesquisarem pelo seu nome, aparecerá esta descrição no resultado de pesquisa do Google

Exemplo: “João Dias, artista plástico dedicado a produção de obras X. Aqui você verá os trabalhos completos do artista”

Se você ainda tiver problemas para encontrá-lo, pergunte ao seu web designer ou ao suporte técnico do site como localizá-lo e revisá-lo. A linha de título é uma das linhas MAIS IMPORTANTES de uma página da Web e contém texto que os mecanismos de pesquisa geralmente mostram primeiro nos resultados da pesquisa (supondo que eles contenham palavras-chave ou informações relevantes).

anish kapoor
anish kapoor, cortesia Lisson Gallery

Cada linha de título de cada página do site deve ser única, representando outra oportunidade, outro conjunto de palavras-chave, para qualquer pessoa que esteja fazendo uma pesquisa com termos de pesquisa semelhantes para que essa página apareça nos resultados da pesquisa.

Por exemplo, se uma página mostra uma imagem de sua arte, a linha de título deve consistir em palavras-chave específicas para essa arte, como seu nome, título da obra, mídia, assunto, tema, estilo de arte e assim por diante.

Quanto mais específico, melhor

Se uma página exibir miniaturas de uma série ou grupo de obras relacionadas, a linha do título pode incluir palavras-chave como seu nome, o nome da série, o meio, o tema, o conceito ou a ideia unificadora – e, novamente, quanto mais específico, melhor.

As linhas de título não devem divagar, mas sim serem concisas e incluir as palavras-chave mais importantes descrevendo o que estiver na página.

Se uma imagem de sua arte tem a ver com uma localização geográfica, por exemplo, a linha do título pode nomear o local ou quaisquer pontos de referência retratados no trabalho.

As pessoas que pesquisam informações sobre esse local com palavras-chave semelhantes podem ver a imagem aparecer nos resultados da pesquisa, clicar nela e gostar dela o suficiente para enviar um e-mail, contar aos amigos ou até perguntar o preço.

Em vez de pensar apenas em profissionais de arte, pense sempre no motivo pelo qual qualquer outra pessoa pode estar interessada em ver seu trabalho e que tipos de palavras ou frases de pesquisa podem ajudar a chegar lá.

Descreva a sua obra

Você precisa de mais do que boas linhas de título, no entanto. Outro fato angustiante sobre muitos sites de artistas é que as páginas de imagens geralmente contêm pouco ou nenhum texto, seja na forma de legendas, descrições ou explicações.

Todos nós sabemos que arte é um meio visual, mas infelizmente, o Google e outros mecanismos de pesquisa não podem pesquisar imagens apenas; eles só podem pesquisar texto.

Quando as páginas tem pouco ou nenhum texto pesquisável, e um dos principais objetivos do seu site é aumentar a visibilidade você será derrotado desde o início.

Portanto, certifique-se de que cada imagem em seu site não tenha apenas uma linha de título, mas também informações básicas sobre o que é (título, tamanho, mídia, etc.) e, se relevante, uma breve explicação ou descrição com duração de uma frase ou duas. talvez um ou dois parágrafos no máximo (mas não exagere). Isso garante que as imagens de sua arte apareçam nos resultados de pesquisa e, especialmente, em pesquisas de imagens.

Cada imagem com um endereço URL

Certifique-se de que cada imagem de sua arte tenha seu próprio URL distinto, seja individualmente pesquisável nos mecanismos de pesquisa e seja individualmente vinculável por meio de postagens de redes sociais. Surpreendentemente, inúmeras imagens em muitos sites de artistas não têm seus próprios endereços da web exclusivos, nem descrições de texto ou informações, e, como resultado, ficam completamente perdidos. Se você não tem certeza sobre suas imagens, verifique com seu web designer ou suporte técnico e pergunte. Cada imagem insondável que você tem significa menos uma chance de as pessoas acessarem seu website.

Com o uso eficiente de URLs, linhas de título, descrições e palavras-chave exclusivos, cada página do seu website se torna mais uma forma de atrair um tipo diferente de pessoa ou grupo demográfico para sua arte.

Palavras-chave para cada imagem

Toda vez que você coloca texto distinto com uma imagem, com palavras-chave específicas que se relacionam diretamente a essa imagem, é como abrir uma galeria nova em um novo bairro, porque agora um novo subgrupo de pessoas, que usam palavras-chave semelhantes ou idênticas Em suas pesquisas, você pode ver a página aparecer nos resultados da pesquisa, clicar nela e visualizar essa obra de arte.

Então, digamos que você tenha agido de acordo com essas recomendações e agora esteja atraindo um número maior de novos visitantes para o seu site, adicionando linhas de título mais diversificadas, mais texto e mais variedades de descrições de imagem.

Como manter seu visitantes?

Você começa certificando-se de ter um link visível para sua página inicial em todas as páginas do seu site. Não importa onde em seu website novos visitantes possam chegar, se eles gostarem do que eles vêem, sua página inicial normalmente é onde eles querem ir em seguida para saber mais.

O texto em sua página inicial deve responder rápido e claro.

As duas perguntas é a que qualquer visitante se faz, veja como respondê-las:

  • “Onde estou?”
  • “Por que estou aqui?”

Normalmente, você tem cerca de 30 segundos ou um minuto para declarar seu caso de uma forma que as pessoas possam entender e se conectar antes de começarem a perder o interesse ou se confundirem, desistirem e saírem.

Faça um bom trabalho respondendo a essas duas perguntas simples de uma maneira atraente, envolvente e acolhedora, e com uma linguagem que QUALQUER PESSOA possa entender em um ou dois parágrafos ou até mesmo uma frase ou duas, e os visitantes estarão mais inclinados a ficar por lá pelo menos um pouco e passar mais tempo olhando para mais arte.

“Mesmo que sua arte seja conceitual, teórica, tenha um componente cognitivo complexo ou misteriosa, você sempre pode descobrir como explicar em uma linguagem comum que praticamente qualquer um pode entender.”

Design simples

Verifique se o design do seu site é simples, fácil de navegar, se o menu principal está em todas as páginas do site e se os visitantes, especialmente os novos, podem localizar e clicar facilmente em sua página inicial, sua página da galeria e outras páginas principais de todas as páginas do seu site.

Atualize seu site regularmente

Atualize regularmente. Um site que permanece o mesmo mês após mês ou ano após ano dá a impressão de que pouco ou nada está acontecendo em sua carreira artística.

Então, adicione regularmente novos trabalhos, mantenha sua página de notícias ou eventos atualizada e geralmente dê a impressão de que você está avançando ativamente com sua arte e carreira.

Site responsivo

Verifique se o seu site é compatível com dispositivos móveis. Mais e mais pessoas estão navegando na Web em seus telefones, então seu site deve ser tão fácil de acessar e ler na tela pequena quanto em um computador ou tablet. Além disso, o fato de o Google classificar os sites on-line, especialmente quando a pesquisa está sendo feita em um telefone celular.

“Uma das maneiras mais importantes de manter visitantes novos ou acidentais em seu website é usar sempre a linguagem que qualquer pessoa possa entender.”

Você também pode ter descrições ou explicações mais complicadas, complexas ou detalhadas, mas elas geralmente devem estar em páginas secundárias, onde pessoas que desejam informações detalhadas podem clicar em links para ler mais.

Você não quer afogar os visitantes em torrentes de palavreado, gostem ou não, especialmente quando se tratam de completos estranhos, que geralmente estão mais interessados ​​em se atualizar rapidamente e ver sua arte do que em ler algo profundo.

Páginas importantes no seu site

Tenha uma página “Sobre a arte”, “Sobre a minha arte”, “Declaração do artista” ou “Arte” para servir como uma introdução básica ao seu trabalho.

O comprimento não deve ultrapassar 300 a 400 palavras. Isso é suficiente para a maioria das pessoas e 150 a 250 palavras são ainda melhores. Um ou dois parágrafos concisos podem ser mais que adequados em muitos casos.

Pense nesta página como a introdução de um livro, ou o trailer de um filme, ou uma amostra de música que você pode querer comprar no iTunes. Use-o exatamente da mesma maneira – como um teaser ou uma atração para que as pessoas queiram ver mais. O objetivo é interessar e engajar visitantes da forma mais rápida e fácil possível, para torná-los curiosos, e colocá-los rapidamente na sua galeria ou seção de imagens, porque no final é tudo sobre sua arte.

Palavras-chave

Use palavras e frases descritivas específicas sempre que escrever sobre a sua arte – quer você esteja falando de tudo isso ou de determinadas obras individuais – e evite termos ou descrições vagas ou gerais. Por exemplo, digamos que você pinte cenas urbanas. Em vez de descrevê-los em termos gerais como “Big City Life” (inútil para mecanismos de pesquisa), descreva aspectos distintos de cada composição, como quem está nele, o que está acontecendo, o clima, localização, nomes de ruas, eventos, hora do dia, veículos edifícios, e assim por diante.

Não divague sem parar, mas tenha em mente que quanto mais detalhes específicos você fornecer, maior a probabilidade de atrair pessoas que estejam procurando por tipos similares de arte urbana. Seu objetivo é que as imagens da sua arte sejam exibidas nos resultados da pesquisa. Você nunca sabe quem pode clicar neles, se encontra no seu site e gosta do que vê.

Ao escrever sobre sua arte, inclua palavras e frases que as pessoas que gostam de seu trabalho usam regularmente quando falam sobre isso, dizem como isso as afeta ou expressam o que mais gostam. Palavras, frases e descrições que seus maiores fãs usam regularmente são mais propensas a atrair futuros fãs em potencial.

Ao descrever sua arte, escreva sempre para que as pessoas que não o conhecem ou nunca tenham visto o seu trabalho possam perceber rapidamente o que está acontecendo (não se preocupe em aborrecer aqueles que já a conhecem; eles ficarão bem).

“Sobre a arte”

Você provavelmente está familiarizado com as perguntas mais comuns que os novos espectadores têm sobre sua arte e sobre como você costuma respondê-las.

Uma ótima estratégia é responder a esses tipos básicos de perguntas em sua página “Sobre a arte” como você faz pessoalmente. Dessa forma, os novos visitantes não precisam perder tempo tentando entender seu trabalho porque você os esclarece preventivamente, incentivando-os a clicar na página da galeria ainda mais rapidamente.

Dimentions de Mariko Mori
“Invisible Dimension” de Mariko Mori

“Sobre o Artista”

Também tem uma página “Sobre o Artista”. Um dos maiores benefícios da Internet é que as pessoas podem não apenas conhecer a arte, mas também o artista por trás da arte.

Os artistas têm mais oportunidades do que nunca para se apresentar, falar sobre suas vidas e inspirações, interagir com seus fãs e, geralmente, fornecer informações sobre a personalidade por trás da arte.

A verdade é que muitas pessoas compram arte não apenas porque gostam, mas também porque gostam e respeitam o artista que a criou. Ao tornar-se acessível, você aumenta a compreensão geral e o apelo do seu trabalho.

Organize sua arte; não basta ter página após página de imagens não relacionadas ou miniaturas de cada obra de arte que você cria e depois esperar que as pessoas descubram como tudo se encaixa.

Você conhece seu trabalho perfeitamente; a maioria das pessoas que visitam seu site é muito mal informada. Não só eles não têm tempo para vasculhar tudo, mas, mesmo que tentem, provavelmente só ficarão confusos ou oprimidos e partirão se você não os guiar.

Por exemplo, se você cria arte em série ou produz vários estilos ou tipos distintos de arte, tenha uma galeria separada para cada uma, incluindo uma breve introdução ao trabalho nessa galeria.

Galerias bem organizadas incutem confiança nos espectadores, fazem com que eles sintam que têm controle sobre o que você está fazendo e o que eles estão vendo, como se eles realmente entendessem seu trabalho. Ninguém compra nada do que não entende.

Blog ou News para valorizar o seu nome

Uma parte interessante é o blog. Lá você pode contar o que está fazendo. A maioria das vezes a sua arte é valorizada a partir de uma série de fatores. Um dos mais importantes é a “moeda social”, isto é, quanto o seu nome é conhecido dentro do mercado. Crie um diário (blog) contando as suas atividades, que eventos você tem participado, o que você está produzindo, quais pessoas estão no seu circulo de amizades. O conceito é de tornar você uma celebridade, pois é perto delas que todos querem estar.

Você tem um site organizado?

Caso você tenha dificuldades em criar ou administrar a sua carreira online, o arteref.com está introduzindo um conceito de criação e gerenciamento de páginas de artistas. Dentro deste serviço, uma equipe fará todos estes passos para você, inclusive cobrar quinzenalmente de você o conteúdo de obras, e textos e fazer a atualização do seu site. Além disto te dará dicas de como proceder no texto para melhorar a sua atuação na web.

Se interessou por isto? Entre em contato pelo: paulo@arteref.com.br

Comente:

Please enter your comment!
Please enter your name here