mercado

Leitura de portfólio: O que é e porque ela é importante

Por Paulo Varella - setembro 5, 2022
416 0
Pinterest LinkedIn


Leitura de portfólio é um termo com muitos significados e é um processo que pode servir a uma variedade de propósitos. Nesta matéria vamos falar tudo o que você precisa fazer e como proceder para mostrar a sua arte às pessoas certas e abrir portas para o mercado profissional.

O que é um portfólio

Um portfólio é uma coleção de trabalhos do aluno que pode exibir os esforços, progresso e realizações de um aluno em várias áreas do currículo.

Uma avaliação de portfólio pode ser um exame das amostras selecionadas pelo aluno de experiências de trabalho e documentos relacionados aos resultados que estão sendo avaliados, e pode abordar e apoiar o progresso em direção ao alcance das metas acadêmicas, incluindo a eficácia do aluno.

As avaliações de portfólio têm sido usadas para fins de avaliação de transição escola-trabalho e para fins de certificação. Por exemplo, as avaliações de portfólio são usadas como parte da avaliação de um conselho de professores especialistas.

O que entra em um portfólio

Um portfólio pode incluir trabalhos de classe, peças artísticas, fotografias e uma variedade de outras mídias, todas demonstrando os conceitos que você domina. Cada item selecionado para entrar no portfólio é escolhido dentro dos parâmetros da finalidade do próprio portfólio.

Muitos professores exigem que seus alunos escrevam uma reflexão que se correlaciona com cada peça do portfólio. Essa prática é vantajosa para o aluno, pois ele autoavalia seu trabalho e pode estabelecer metas para melhorar.

Finalmente, a reflexão ajuda a reforçar o conceito para o aluno e fornece alguma clareza para quem revisa o portfólio. Em última análise, os portfólios mais autênticos são construídos quando o professor e o aluno trabalham de forma colaborativa para decidir quais peças devem ser incluídas para demonstrar o domínio de um objetivo de aprendizagem específico.

Tipos de portfólios

Embora os portfólios tenham amplo potencial e possam ser úteis para a avaliação do desempenho dos artistas para diversos propósitos em áreas curriculares centrais, os conteúdos e critérios usados ​​para avaliar os portfólios devem ser projetados para atender a esses propósitos. Por exemplo, portfólios de demonstração exibem o melhor desempenho do aluno, enquanto portfólios de trabalho podem conter rascunhos que alunos e professores usam para refletir sobre o processo.

Os portfólios de progresso contêm vários exemplos do mesmo tipo de trabalho realizado ao longo do tempo e são usados ​​para avaliar o progresso. Se os processos cognitivos são destinados à avaliação, o conteúdo e as rubricas devem ser projetados para capturar esses processos.

As avaliações de portfólio podem fornecer oportunidades formativas e somativas para monitorar o progresso em direção ao alcance dos resultados identificados.

Ao definir critérios para conteúdo e resultados, os portfólios podem comunicar informações concretas sobre o que se espera dos alunos em termos de conteúdo e qualidade de desempenho em áreas curriculares específicas, além de fornecer uma maneira de avaliar seu progresso ao longo do caminho.

Dependendo do conteúdo e dos critérios, os portfólios podem fornecer a professores e pesquisadores informações relevantes para os processos cognitivos que os alunos usam para alcançar resultados acadêmicos.

curadora
Curadora

Usos de portfólios

Grande parte da literatura sobre leitura de portfólio se concentrou em portfólios como uma forma de integrar avaliação e instrução e promover uma aprendizagem significativa em sala de aula.

Muitos defensores dessa função acreditam que um programa de avaliação de portfólio bem-sucedido requer o envolvimento contínuo dos alunos no processo de criação e avaliação. O portfólio deve fornecer aos alunos a oportunidade de se tornarem mais reflexivos sobre seu próprio trabalho, ao mesmo tempo em que demonstram suas habilidades para aprender e alcançar resultados acadêmicos.

O portfólio deve fornecer aos alunos a oportunidade de se tornarem mais reflexivos sobre seu próprio trabalho

Por exemplo, alguns acham importante que professores e alunos trabalhem juntos para priorizar os critérios que serão usados ​​como base para avaliar e avaliar o progresso dos alunos.

Durante o processo instrucional, alunos e professores trabalham juntos para identificar trabalhos significativos e os processos necessários para o portfólio. À medida que os alunos desenvolvem seu portfólio, eles podem receber feedback de colegas e professores sobre seu trabalho. Devido à maior quantidade de tempo necessária para projetos de portfólio, há uma maior oportunidade para introspecção e reflexão colaborativa. Isso permite que os alunos reflitam e relatem sobre seus próprios processos de pensamento enquanto monitoram sua própria compreensão e observam sua compreensão emergente de assuntos e habilidades.

https://arteref.com/mercado/como-ser-representado-por-uma-galeria-de-arte/

O processo de portfólio é dinâmico e é afetado pela interação entre alunos e professores.

As avaliações de portfólio também podem servir para fins de avaliação somativa em sala de aula, servindo como base para as notas.

O uso de portfólios para fins de avaliação e prestação de contas em larga escala apresenta desafios de medição incômodos. Os portfólios normalmente exigem produção e escrita complexas, tarefas que podem ser caras para analisar e para as quais ocorreram problemas de confiabilidade.

A generalização e a comparabilidade também podem ser um problema na avaliação do portfólio, pois as tarefas do portfólio são únicas e podem variar em tópico e dificuldade de uma sala de aula para outra.

A utilidade da leitura de portfólio

A leitura de artista é uma forma de validação do trabalho de qualquer profissional, seja ele amador ou profissional.

Esta leitura é também uma forma eficiente de iniciar o network com profissionais do mercado de arte, curadores, editores e galeristas.

Esta oportunidade pode ser transformadora na carreira de um artista, que muitas vezes fica enclausurado em um loop criativo e não se preocupa com a validaç˜ão do trabalho com o público alvo. Esta é uma etapa fundamental a ser cumprida para só então se preocupar com os outros detalhes da carreira profissional.

https://arteref.com/mercado/o-que-torna-um-artista-profissional/

As vantagens de usar uma avaliação de portfólio

  • Uma avaliação de portfólio demonstra o aprendizado ao longo do tempo, e não o que um aluno sabe em um determinado dia.
  • Uma avaliação de portfólio oferece uma oportunidade para um aluno refletir sobre seu aprendizado, autoavaliar e formular uma compreensão mais profunda dos conceitos que está aprendendo além de uma simples explicação superficial.
  • Uma avaliação de portfólio requer um grande nível de interação individual entre o artista e o avaliador, sempre colaborando sobre os requisitos e componentes do portfólio.

Os contras de fazer uma leitura de portfólio

  • Desenvolver e avaliar um portfólio é demorado. É preciso muito esforço tanto do avaliador quanto do artista e é um grande esforço no qual você pode ficar para trás rapidamente.
  • As avaliações de portfólio são muito subjetivas por natureza. A natureza individualizada de um portfólio torna difícil manter a objetividade. Dois alunos trabalhando no mesmo padrão de aprendizado podem ter duas abordagens totalmente diferentes, portanto, o aprendizado pode não ser o mesmo.

Caso você esteja interessado em ter o seu portfólio revisado por mim, por favor envie um email para [email protected]

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários