Museu

Visitante derruba escultura chinesa de 2 mil anos em Minneapolis

Por Equipe Editorial - maio 17, 2023
294 0
Pinterest LinkedIn

Uma escultura chinesa em forma de coruja datada do século 12 ou 13 aC foi danificada por um visitante do Instituto de Arte de Minneapolis, nos Estados Unidos.

A escultura chinesa “Pillsbury Owl”

A peça de bronze é um antigo zun chinês, ou uma vasilha de vinho, em forma de coruja, conhecida como Pillsbury Owl. Ninguém ficou ferido com o incidente, ocorrido no dia 9 de abril, e a exposição foi imediatamente removida para avaliação e guarda. Ele passará por trabalhos de conservação e reparo, embora não esteja claro quanto tempo isso levará, de acordo com um comunicado divulgado pelo museu.

O zun da Dinastia Shang teria sido usado para armazenar vinho que pretendia ser uma oferenda cerimonial aos ancestrais. Sua aparência de animal é altamente típica do período. Foi legado ao museu em 1950 pelo industrial e filantropo Alfred F. Pillsbury, cuja prolífica coleção de arte asiática formou a base para a próxima exposição.

A exposição

O objeto estava na entrada de “Oferendas Eternas: Bronzes Rituais Chineses”, uma exposição especial de 150 vasos de bronze associados a rituais e adoração ancestral e poder na antiga sociedade chinesa. A exposição foi projetada pelo diretor de arte e designer de cinema vencedor do Oscar, Tim Yip.

escultura chinesa
Exposição “Eternal Offerings: Chinese Ritual Bronzes”

Durante o restante da exposição, até o fim de maio, os visitantes serão recebidos na porta por um conjunto de dragões com asas de bronze do século V ou IV aC.

Leia também – Roubo ao museu de Dresden: 5 homens são presos por crime de 2019

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários