Artes Plásticas

Diário de Kioto

Por Paulo Varella - fevereiro 21, 2013
2063 0
Pinterest LinkedIn

Diário de Kioto – livro do artista é lançado com exposição

no Instituto Tomie Ohtake

Bate papo entre Agnaldo Farias, José Spaniol e Marco Giannotti, às 20h

Lançamento e abertura da exposição: 21 de fevereiro, às 20h30

Paralelamente à sua exposição de pinturas na Galeria Raquel Arnaud, será lançado no Instituto Tomie Ohtake, juntamente com uma exposição, o caderno de viagem de Giannotti, concebido durante a sua permanência em Kioto, em 2011. Ao longo do período em que ministrou aulas de cultura brasileira na Universidade de Estudos Estrangeiros de Kioto, o artista e professor escreveu uma série de artigos para o jornal O Estado de S.Paulo. Esses textos e as obras – colagens e fotografias – produzidas a partir desta experiência no Japão estão reunidos em Diário de Kioto, editado pela WMF Martins Fontes (R$60,00).

O livro traz as impressões poéticas, plásticas, intelectuais e afetivas de Giannotti sobre suas visitas a templos budistas e xintoístas, a vilas, como a Katsura, bem como a museus contemporâneos, como o Benesse Art Site, em Naoshima, projeto de Tadao Ando, ou o Museu Miho, feito pelo arquiteto I. M. Pei. O dia-a-dia de Kioto e as inúmeras cerimônias e rituais que demarcam a passagem das estações são também observados pelo autor.

 

Exposição: Diário de Kioto

Lançamento livro e abertura da exposição: 21 de fevereiro, à 20h30

Bate papo entre Agnaldo Farias, José Spaniol e Marco Giannotti, às 20h

Exposição até 21 de abril de 2013

Instituto Tomie Ohtake

De terça a domingo, das 11h às 20h – entrada franca

Av. Faria Lima, 201 (Entrada pela Rua Coropés, 88) – Pinheiros SP

Fone: 11.2245-1900

Seminário Internacional sobre a Cor

no Centro Universitário Maria Antonia

Data: 4 e 5 de março, às 19h

Em março, o grupo de estudos cromáticos da USP, coordenado por Marco Giannotti,  organiza um Seminário internacional sobre a Cor, no Centro Universitário Maria Antonia, contando com a participação de professores e curadores como David Anfam (editor da Phaidon Press, premiado pelo catálogo raisonné de Rothko), Takashi Suzuki (curador do museu Kawamura em Chiba, Japão) e, Toshya Echizen (professor de estética da universidade Doshisha, em Kioto) e Ana Magalhães, curadora do MAC de São Paulo (Centro Universitário Maria Antonia).

Seminário Internacional sobre a Cor

Data: 4 e 5 de março, às 19h

Centro Universitário Maria Antonia

Rua Maria Antonia, 258 e 294 São Paulo – telefone: 11. 3123-5200

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários