Podcasts

Como a ciência vem solucionando os mistérios da arte

Por Paulo Varella - fevereiro 19, 2021
463 0
Pinterest LinkedIn

Neste episódio falei com o doutor em física, Pedro de Campos, sobre como a ciência vem solucionando os mistérios da arte. Ele nos conta suas descobertas por trás dos quadros de Anita Malfatti e Independência ou morte, do Pedro Américo.


Ouça esse podcast na Apple Store

Ouça esse podcast no Spotify


Abaixo, disponibilizamos todos os links e assuntos conversados durante o programa.

Conheça o Pedro de Campos

Pedro de Campos
Contato do Pedro: [email protected]

Possui graduação em Bacharelado em Física pela Universidade Estadual de Campinas (2005), graduação em Licenciatura em Física pela Universidade Estadual de Campinas (2005), mestrado em física pela USP (2010) e Doutorado em física pela USP (2015). Tem experiência na área de física aplicada ao estudo do patrimônio artístico, histórico e cultural, com ênfase em técnicas portáteis e não destrutivas:

  • XRF (Fluorescência de Raio-X),
  • MA-XRF (macro mapeamento por Fluorescência de Raio-X).
  • Imageamento (Reflectografia no Infravermelho, Radiografia, Fotografia com Luz: Ultravioleta, Rasante e Visível),
  • XRD (Difração de Raio-X),
  • espectroscopia Raman e FTIR (no Infravermelho por Transformada de Fourier),
  • além técnica PIXE (Emissão de Raio s X induzido por Partículas). Fotógrafo profissional.

XRF (Fluorescência de Raio-X),

XRF

Por trás da obra de Anita Malfatti

Anita Malfatti
Anita Malfatti radiografia
Tropical-Anita-Malfatti-1917
Tropical (1917). Acervo da Pinacoteca de SP.
Tropical-Anita-Malfatti-1917
O homem amarelo
O homem amarelo: análise

Projeto FAPESP em andamento, estudo da obra “Independência ou Morte!”, do Pedro Américo, do Museu Paulista da USP:

https://bv.fapesp.br/pt/bolsas/181240/estudo-e-caracterizacao-elementar-por-fluorescencia-de-raios-x-espectroscopia-raman-e-imagens-de-al/


Vídeo do programa Fantástico sobre o restauro da obra do Pedro Américo:

video independencia ou morte
https://globoplay.globo.com/v/8327256/

Ciência e arte se aliam na restauração do quadro “Independência ou Morte”

Independência_ou_Morte_Pedro Américo
Independência_ou_Morte_detalhe

C2RMF do Museu do Louvre

https://en.c2rmf.fr/

Laboratoire_du_C2RMF
FRANCE-CULTURE-ARTS-MUSEUM-RESTORATION
Uma restauradora do centro de pesquisa Restauração de Museus da França (C2RMF) explica o funcionamento do AGLAE (acelerador de análise elementar do Louvre), um aparelho para a análise química de peças de arte e arqueológicas, nos laboratórios do museu do Louvre em Paris em 21 de novembro de 2017. A nova AGLAE foi realizada em colaboração entre o CNRS, C2RMF e ChimieParistech e co-financiada pelo programa “Investissement d’avenir”, da cidade de Paris e do Ministério da Cultura francês. O (AGLAE) é um acelerador de partículas alojado pelo Centro de Pesquisa e Restauração de Museus da França no Museu do Louvre e usado para determinar os constituintes atômicos de itens culturais. / FOTO AFP / STEPHANE DE SAKUTIN

Laboratório de Arqueometria e Ciências Aplicadas ao Patrimônio Cultural (LACAPC) do Instituto de Física da USP:

https://portal.if.usp.br/arqueometria/


Linha/Grupo Carnaúba, no acelerador Sírius do LNLS:


Acelerador de partículas de Campinas: Sirius tem 165 metros de diâmetro.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sirius_(acelerador_de_part%C3%ADculas)



Professora Márcia Rizzuto

Márcia Rizzuto Ph.D
Professora Marcia Almeida Rizzutto analisa obra “A Negra” de Tarsila do Amaral

https://jornal.usp.br/universidade/acoes-para-comunidade/pesquisadora-conta-como-a-fisica-pode-contribuir-com-a-arte/

https://www.usp.br/imprensa/?p=44872


Sobre a autenticação das obras de arte fazendo uma pintura com tinta de chumbo na base da pintura: O Pedro não soube dizer qual tinta seria a ideal, mas sugeriu o vermelho.

Ele falou que se todas as tintas utilizadas na pintura forem de um material leve (plásticas) e a tinta marcadora for mais pesada (estanho, cádmio, mercúrio, etc), por contraste de densidade já é possível diferenciar na radiografia.

Então, aqui fica a dica para os seus próximos quadros. Pois, ninguém vai saber o que vc escreveu embaixo da pintura.

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários