Vídeo

Conte histórias e aproxime-se de seus seguidores

Por Paulo Varella - outubro 13, 2020
27 1
Pinterest LinkedIn

Esse vídeo faz parte de uma série sobre Dicas para Artistas. Nele, eu explico a importância de se contar histórias e cultivar contatos com as pessoas que já fazem parte do seu ciclo de negócios.

Não se esqueça de se inscrever no nosso canal Art Talks para não perder nenhuma novidade.


Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?


Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica 

(Atenção: Os e-mails podem ir para sua caixa de promoções)


Veja também


Transcrição do vídeo

Continuando a série de dicas de como te ajudar a se destacar no universo da arte, hoje vou falar de mais duas.

Eu vou deixar os links dos vídeos anteriores no final desse vídeo.

Hoje nós vamos falar de CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS.

Contar história nunca foi tão importante. 

Elas são necessárias pra que você se conecte com outras pessoas.

Uma história é muito mais do que compartilhar uma foto no Instagram.

Em um momento onde todo mundo “desliza a foto para cima e para baixo”, a história é uma forma de você se conectar com o seu público.

Independente de qual meio ou estilo você prefira trabalhar, a história por trás da obra é tão importante quanto a própria criação. 

Uma forma de testar isso é fazendo, na prática, uma postagem do seu trabalho com contexto. Nesse contexto você pode por o que te inspirou, o que você mais gostou na sua obra, o que você gostaria que as pessoas sentissem ao vê-lo, e assim por diante.

Experimente fazer isso e compare a diferença: Uma postagem com e outra sem contextualização.

É legal desenvolver essa habilidade de relatar; seja através de vídeos, textos ou áudios. 

Este processo ajuda no aprofundamento da sua relação com o público. 

CULTIVE SEU NETWORK, OU SUA REDE DE CONTATOS

É importante entender que networking não é o número de curtidas que temos no Instagram. 

Muitos influenciadores têm milhares de seguidores, mas com um baixo engajamento. Dar um like não significa muito hoje em dia. 

Comentar e trocar mensagens é algo que a gente tem que cultivar.

Ter muitos seguidores é importante, mas não é suficiente. Não se trata somente de números. 

É importante é estar rodeado de pessoas certas e que agreguem algo para o  seu negócio.

A ideia da dica é manter uma boa relação com as pessoas já presentes em seu ciclo. 

Todo artista deveria estabelecer uma conexão com seu público, seja ele introvertido ou extrovertido.

Este processo vai ajudar a manter a confiança e a fidelidade daqueles que já apreciam o seu trabalho. 

Aqui está algo que a gente pode fazer para colocar isso na prática.

Reserve um tempo para escrever algo legal para uma pessoa do seu ciclo de negócios. 

Pode ser um elogio, dar parabéns por uma conquista significativa… e assim por diante.

É importante que não seja algo genérico. A mensagem deve ser totalmente direcionada e especial para essa pessoa. 

O que você pode falar para essa pessoa você pode até encontrar navegando nas redes sociais dela.

Essas vibrações positivas são mais importantes do que você imagina.

Ao fazer isso, você fortalece o relacionamento. Isso vai ajudar a sua carreira como artista.

Nós somos seres coletivos. Estimular este comportamento só vai trazer coisas boas. 

Pois, da mesma forma que gostamos que lembrem da gente, os outros também gostam.

O que estou falando aqui é de relacionamento humano. E às vezes a gente esquece de como cultivar isso.

Isso é importante para nosso trabalho, e também para nossas vidas.

Se você tiver alguma dúvida sobre qualquer assunto ligado ao mercado de arte, escreva para mim. Eu vou fazer o possível para te ajudar.

Você pode falar comigo pelos comentários, pelo meu perfil no LinkedIn ou pelo Instagram.

Obrigado e até às próximas dicas.

Avatar

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Reinaldo Hingel
Reinaldo Hingel
3 dias atrás

Paulo, parabéns pelo vídeo.
Leio diariamente o site arteref. Agora assistirei aos vídeos com frequência.