Arte no Mundo

Fotografia do finlandês Miemo Penttinen

Por Paulo Varella - novembro 20, 2014
14564 0
Pinterest LinkedIn

Miemo Penttinen é um fotógrafo finlandês o qual não consegui muitas informações. Seu site, um portal especialmente bem projetado, reúne, em uma única frase, um pequeno resumo de quem é o artista, mas, nesta, conseguimos apenas as informações mais básicas, como o que Miemo ouve, o que publica em seu twitter, um link para seu instagram e outras informações do tipo.

Além de fotógrafo, Miemo é designer e também um apaixonado por vídeos. Em seu trabalho podemos perceber séries de imagens na qual se observa a experimentação de diversos desenvolvimentos estéticos e aparenta carregar, em alguns trabalhos, uma forte carga pop, e, em contraste, também trabalhos completamente sóbrios e neutros.

b1d17035c6fccc1d9da04c1c52c49153

1237dfe61c1c159ff144c35a46dad92c

Nestas primeiras imagens que uso para ilustrar seu trabalho, Miemo desenvolve composições com prédios os quais relembram um cenário de jogos de video-game. Com essas estruturas coloridas e quase lisérgicas, um novo universo e panorama civil se completa e, nele, uma beleza que mescla o colorido com o opaco da atmosfera urbana. A série chama-se “Honk Kong Facades”, algo como fachadas de Hong Kong.

2bd717aabd55abb37d288e2072aeb5ad

69c954d2bd6f094784998b750069a35e

944089573930cba99c13f00003ad1fa4

Nesta outra série de imagens, desta vez com o nome de “Bo Kaap” (uma região da cidade de Cape Town – África do Sul – a qual possui casas com essas vívidas cores), o artista se utiliza da beleza presente nas tintas das paredes e cria estas composições fotográficas que lembram algum tipo de pintura animada de Rotko.

17f75e0ecccdf559cb751bab6a2a59ce

5fb39f0a8dd7dc41386e9e387e9a4f05

036ce1baceca3ac71b7843b7aaca1903

Engraçado que, dentro de seu portfólio, Miemo cria esse contraste muito grande entre as imagens mais saturadas, brilhantes e vivas e estas outras como a de cima que são muito mais delicadas e menos agressivas. A série anterior, por exemplo, chama-se “mons obscurus” (algo como montanhas escuras em latim) e traz retratos de montanhas que se assemelham a desenhos feitos à lapis ou experimentações com carvão.

Nas imagens do fotógrafo, pouca coisa pode ser vista decididamente como algo concreto. As próprias montanhas parecem ser de um universo alternativo e carregam essa visão neutra que está muito distante de nossas paisagens comuns. Para encerrar, deixarei aqui a série “Midsummer night fog in Helsinki” (Nevoeiro de verão em Helsinki), também muito imparcial e monótona.

1f9e4fc573190be395fbf2e79c416dc6

525b360369e450e3428709f1449fb73d

Para conhecer mais de seu trabalho, acesse o site miemo.net

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Estudou cinema na NFTS (UK), administração na FGV e química na USP. Trabalhou com fotografia, cinema autoral e publicitário em Londres nos anos 90 e no Brasil nos anos seguintes. Sua formação lhe conferiu entre muitas qualidades, uma expertise em estética da imagem, habilidade na administração de conteúdo, pessoas e conhecimento profundo sobre materiais. Por muito tempo Paulo participou do cenário da produção artística em Londres, Paris e Hamburgo de onde veio a inspiração para iniciar o Arteref no Brasil. Paulo dirigiu 3 galerias de arte e hoje se dedica a ajudar artistas, galeristas e colecionadores a melhorarem o acesso no mercado internacional.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários