Arte

7 artistas brasileiras para seguir no Instagram

Por Thais de Albuquerque - fevereiro 3, 2023
465 0
Pinterest LinkedIn

Conheça 7 artistas brasileiras contemporâneas das áreas de pintura, ilustração, colagem, muralismo, instalação e escultura que apresentam suas obras, processos criativos e conquistas no Instagram.


Criola @criola___

Criola é artista visual mineira, formada em Moda pela UFMG. Começou a grafitar em 2012, levando suas texturas e padronagens inspiradas nos grafismos de matrizes afro-brasileiras a projetos de diversas linguagens. Murais, telas, instalações, intervenções urbanas e estampas expressam composições geométricas com cores contrastantes, além de cenas que trazem a figura feminina como destaque.

  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras

Os tons de azul índigo e rosa permeiam todo o feed de seu instagram, que traz imagens cotidianas, murais, obras, parcerias com grandes marcas da moda e conquistas atuais como, por exemplo, sua participação em um capítulo de novela da Globo.


Pri Barbosa @priii_barbosa

A paulistana Priscila Barbosa é artista visual, muralista e ilustradora. Graduada em Artes Visuais pela Belas Artes, seu trabalho traz uma paleta de cores pastel rosada e delicada, ao mesmo contrastante, seja nos tons vermelho e verde, seja na narrativa. Murais, paineis, telas e outros suportes trazem a força da presença feminina, sua diversidade de tons de pele e formas físicas, muitas vezes em cenas de protesto disfarçadas de tarefas domésticas.

  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras

No Instagram, Pri Barbosa apresenta seu cotidiano artístico: exposições, viagens, colabs com grandes marcas, além da divulgação de produtos que levam suas estampas. Assim como as obras, o feed da artista também carrega a paleta de cores pastel verde e rosa, com fotos muito bem tiradas.


Daiara Tukano @daiaratukano

Daiara Tukano, do povo indígena Tukano do Alto Rio Negro na amazônia brasileira, é nascida em São Paulo. Artista, ativista, educadora e comunicadora, Daiara é graduada em Artes Visuais e Mestre em direitos humanos pela UnB. Estuda a cultura, história e espiritualidade tradicional de seu povo junto à sua família. Reside em Brasília, DF. Sua produção é composta por telas, murais e instalações.

  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras

Ganhadora do Prêmio PIPA Online 2021, sua obra tem ganhado destaque por meio de sua participação em mostras na Bienal de SP, no MASP,  no Museu da Língua Portuguesa e no Museu Nacional da República, e também em sua primeira mostra individual em uma galeria comercial, a Millan em São Paulo.

Pelo Instagram podemos acompanhar sua jornada artística, sempre acompanhada de artistas, ativistas e lideranças indígenas.


Silvana Mendes @sil.vana

É artista graduanda em Artes Visuais pela Universidade Federal do Maranhão. Usando como suporte artístico a colagem digital, o lambe e a fotografia, Silvana busca a desconstrução dos estereótipos em corpos negros, ressignificando símbolos e visualidades. 

  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras

As colagens de Silvana Mendes ocuparam as notícias de arte recentemente. A exposição “Carolina Maria de Jesus: um Brasil para os brasileiros”, no Instituto Moreira Salles (IMS) exibida em 2021, em São Paulo, foi uma de suas primeiras participações em uma grande instituição. Na sequência, a itinerância da mostra levou a obra de Silvana ao MAR (Museu de Arte do Rio). Também no MAR, Silvana participou da coletiva “Um defeito de cor” com obras da série “Afetocolagens: Reconstruindo Narrativas Visuais de Negros na Fotografia Colonial”. Um trabalho inédito de Silvana também foi visto na SP-Arte Rotas Brasileiras em 2022.


Camila Rosa @camixvx

Camila Rosa é uma artista e ilustradora brasileira residente em São Paulo. Ela começou sua carreira em 2010 com um coletivo feminino de arte de rua e desde então tem trabalhado mundialmente em publicidade, editorial, exposições de arte, moda, beleza e design gráfico. Seu trabalho aborda questões sociais e representatividade feminina.

  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras

Seu feed é uma sequência irresistível de personagens femininas com um traço muito característico e paletas de cores marcantes. Acompanhando seu trabalho pelo Instagram, podemos ver séries de cartazes ilustrados, estampas, murais, produtos e até seus testes. Recentemente, ela publicou sua primeira escultura – a cabeça de uma de suas personagens invocadas. 


Moara Tupinamba @moaratupinamba

Moara é artista visual e ativista das causas indígenas do povo Tupinambá, é natural de Mairi (Belém do Pará). Sua ancestralidade genealógica origina-se da região do baixo Tapajós ( Vila de Boim e Cucurunã ). Atualmente faz parte do coletivo de mulheres artistas paraense MAR, sócia do Colabirinto e vice-presidente da associação multiétnica Wyka Kwara. Sua poética percorre cartografias da memória, identidade, ancestralidade, resistência indígena e pensamento anticolonial.

  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras

Seu trabalho foi exposto em diversas mostras nacionais e internacionais e, recentemente, lançou o seu livro “O sonho da Buya-wasú”, da editora Miolo Mole.

Nas redes sociais, é possível acompanhar sua atuação ativista e artística, sempre permeada pelas pautas indígenas, além de suas obras de colagem.


Monica Piloni @monicapiloni

As esculturas de Monica Piloni (Curitiba, Brasil, 1978) distorcem o corpo humano com desmembramento, omissão ou multiplicação de elementos, gerando formas perturbadoras e não naturais, muitas vezes mórbidas. Seu trabalho, ao mesmo tempo, questiona a sexualização da figura feminina e instiga a sensualidade, por meio de corpos nus distorcidos que repelem e atraem.

  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras
  • artistas brasileiras

Representada pela Zipper Galeria, Monica já realizou diversas mostras individuas e coletivas e seu trabalho está presente em importantes coleções brasileiras, como Inhotim, MAC Niterói e Instituto Figueiredo Ferraz.

Pelo Instagram podemos acompanhar obras, as divulgações de suas exposições, além do processo de criação de suas esculturas.


Leia também:
15 grandes mulheres do mercado de arte brasileiro

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários