7 artistas mulheres surrealistas e nenhuma delas é Frida Kahlo

0
48428

“Pensavam que eu era uma surrealista, mas eu não era. Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade”.
—Frida Kahlo.

Conheça a verdadeira história de Frida, acesse:
Frida Kahlo por tudo e contra todos: paixão, dor e arte.

Fundado em Paris, em 1924, o Surrealismo engrossou os movimentos de vanguardas do início do século XX. Os artistas ligados a esse movimento rejeitavam os valores e os padrões impostos pela sociedade burguesa, seguindo a exploração dadaísta de tudo o que fosse subversivo na arte. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na criatividade do ser humano, os surrealistas seguiram alguns métodos para impedir o controle do consciente na ação artística, desprendendo o inconsciente.

1. Gertrude Abercrombie, 1909-1977, Chicago.

gertrude-abercrombie-2

Foi uma pintora americana, era chamada de “a rainha dos artistas boêmios”, Abercrombie curtia jazz, e foi amiga dos músicos como Dizzy Gillespie, Charlie Parker, e Sarah Vaughan, cuja música inspirou seu próprio trabalho criativo.

2. Remedios Varo, 1908-1963, Anglès, Espanha.

remedios-varo-900x700

Remedios Varo Uranga foi uma pintora surrealista. Ela nasceu em Anglés Cataluña, Espanha e morreu de ataque cardíaco na Cidade do México em 1963.

3. Kay Sábio, 1898-1963.

kay-sabio-katherine-lynn-sabio-900x700

Katherine Lynn Sábio, foi uma artista americana, surrealista e poeta. Foi membro dos períodos “Era de Ouro” e “pós-guerra do surrealismo”, ela é principalmente reconhecida por suas obras artísticas, que normalmente contêm temas de natureza arquitectónica.

4. Dorothea Tanning, 1910-2012, Galesburg, Illinois, EUA.

dorothea-900x700

Foi uma pintora, escultora e escritora norte-americana. Ela também desenhou cenários e figurinos para balé e teatro. Em 1941 se tornou membro do grupo surrealista quando os integrantes passaram a frequentar a galeria Julien Levy, em seu período de exílio durante a Segunda Guerra. Nesta época ela conheceu André Breton, Ives Tanguy e o pintor Max Ernst com quem se casou logo depois.

5. Meret Oppenheim, 1913-1985, Charlottenburg, Alemanha.

meret-oppenheim-900x700

Foi uma artista surrealista e fotógrafa alemã, nascida na Suíça. Oppenheim era membro do movimento surrealista da década de 1920, juntamente com André Breton , Luis Buñuel, Max Ernst, e outros escritores e artistas visuais. Além de criar objetos de arte, Oppenheim também se tornou famosa como modelo das fotografias de Man Ray, mais notavelmente uma série de fotos dela nua interagindo com uma prensa de impressão.

6. Leonora Carrington, 1917-2011, Clayton-le-Woods, Reino Unido.

leonora-carrington-900x700

Leonora Carrington foi uma pintora surrealista, escritora e escultora. Viveu a maior parte da sua vida na Cidade do México mas nasceu na Inglaterra.

7. Rosa Rolanda, 1895-1970, Azusa, Califórnia, EUA.

rosa-rolanda-900x423

Originalmente da Califórnia, Rosa Rolanda teve uma carreira famosa como dançarina da Broadway, em Nova York, durante o início dos anos 1900, mas, influenciada por um caso amoroso com o artista mexicano Miguel Covarrubias, ela desenvolveu um talento especial para a fotografia depois que se mudaram para o México em 1925. altamente influenciada pela exploração de fotogramas de Ray, que ele chamou de “rayographs”, ela empregou a técnica mecânica para criar auto-retratos de seu subconsciente.

Veja também:

Os 7 mestres do surrealismo para você conhecer!

 

Comente:

Please enter your comment!
Please enter your name here