Curiosidades

Estátua de Vênus descoberta em depósito de lixo romano na França

Por Equipe Editorial - abril 4, 2023
342 0
Pinterest LinkedIn

Estátua de Vênus nua com a mão direita na cabeça foi encontrada junto com outros artefatos em uma pedreira da era romana transformada em depósito de lixo na cidade de Rennes, a noroeste da França. A descoberta foi feita por arqueólogos do Instituto Nacional Francês de Pesquisa Arqueológica Preventiva (Inrap) e datam de 1800 anos.

A estátua foi descoberta junto com outros objetos, como um fragmento do que parece ser uma Vênus genetrix (deusa-mãe), além um forno para produzir tijolos, potes, pratos, moedas e alfinetes de roupas.

Estátua de Vênus
Grande jarra atípica do período galo-romano em cerâmica, com pingos de piche. Foto: Emmanuelle Collado, Inrap

O artefato sobreviveu à ação do tempo mesmo quando a pedreira romana se transformou no aterro sanitário da cidade a de Rennes. Os romanos fundaram o local no século I, quando a chamaram de Condate Riedonum. No século II, depois de extraírem tudo o que podiam, os romanos abandonaram a pedreira. Como consequência, a população que morava por perto a transformou em um depósito de lixo a céu aberto. 

Entre os séculos XIV e XV, a pedreira já era um grande aterro sanitário. Mesmo assim, arqueólogos encontraram vestígios de construções de madeira, fornos e poços no local. Isso sugere que a área serviu para a produção de artesanato em algum momento da história. 

Os pesquisadores também identificaram o que parece ser um encanamento subterrâneo do século 17 que passa por baixo do local. A principal hipótese é que os canos ligam um conhecimento internato para meninas com o fornecimento de água de Rennes. 

Vênus

Vênus é uma deusa romana associada ao amor, beleza, desejo, sexo, fertilidade, prosperidade e vitória. De acordo com a mitologia romana, ela foi uma ancestral do povo romano por meio de seu filho, Enéias, que sobreviveu à queda de Tróia e fugiu para a Itália. Ao longo do tempo, transformou-se em um ícone associado aos imperadores, que muitas vezes a usavam para simbolizar o poder romano. 


Leia também: Investigações apuram a origem das antiguidades do Met Museum

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários