Curiosidades

Por que o Grito de Munch tinha o céu vermelho?

Veja como a interpretação tradicional estava errada.

Por Equipe Editorial - julho 30, 2021
7288 0
Pinterest LinkedIn

“O Grito”, de Edvard Munch, é uma das pinturas mais impactantes da história da arte. Se você olhar atentamente o quadro, observará que o céu foi pintado de vermelho. Por que o artista fez isso?

De acordo com Munch, a inspiração para produzir O Grito veio de uma caminhada com seus amigos. quando o céu ficou vermelho.

Por anos, pensou-se que fosse algo de sua própria imaginação. Um céu vermelho, caótico, poderia ser apenas a representação do estado psicológico do artista, famoso por realizar obras angustiantes e desconfortáveis.

Você pode entender mais sobre a trajetória artística de Edvard Munch aqui.

No entanto, descobriu-se recentemente que o céu naquele dia estava realmente vermelho por conta da erupção do vulcão Krakatoa (1883), na Indonésia.

Donald Olson, professor de física e astronomia da Texas State University, e seus colegas determinaram que os detritos lançados na atmosfera pela grande erupção na ilha de Krakatoa criaram crepúsculos vermelhos intensos na Europa de novembro de 1883 a fevereiro de 1884.

Os pesquisadores fizeram uma viagem até Oslo, cidade onde Munch estava, e refizeram o percurso referente à caminhada com os amigos. Eles concluíram que o artista estava olhando para o sudoeste – exatamente onde os crepúsculos de Krakatoa apareceram no inverno de 1883-84.

Transforme - Banner Instaarts

Veja também


Fonte

CNN


Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários