Palestras

IMS-RJ promove palestra sobre novas perspectivas para a pintura brasileira do século XIX

Por Equipe Editorial - março 17, 2014
3220 0
Pinterest LinkedIn

 O que é? O Instituto Moreira Salles promove a palestra Novas perspectivas sobre a pintura brasileira no século xix como parte da programação da exposição Araújo Porto-Alegre: singular & plural.

Quando? Dia 19, às 19h30.

Onde? Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro

A palestra tratará de dois temas: A pintura de Araújo Porto-Alegre e a cultura visual no Brasil do século XIX e Paredes para que te quero! Modos de exibir arte no século XIX e será apresentada, respectivamente, pelo diretor-geral do Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro, Paulo Knauss, e pela profa. Dra. Marize Malta da UFRJ.

Knauss pretende situar a criação artística de Araújo Porto-Alegre no contexto de renovação da cultura visual no Brasil do século XIX. Além disso, pretende também questionar o gosto artístico daquele tempo, definido pelos modelos de arte européia, e o processo de afirmação de uma escola nacional de pintura.

A profa. Dra. Marize Malta pretende traçar um panorama sobre os vários modos de exibir as obras no século XIX, com ênfase nas paredes. Outro ponto de sua apresentação será a reflexão sobre diferentes formas de olhar para a arte e compreendê-la.

O IMS-RJ abriga desde 19 de fevereiro a exposição Araújo Porto-Alegre: singular & plural, com trabalhos de Manuel de Araújo Porto-Alegre (1806-1879). A curadoria é de Julia Kovensky, coordenadora de Iconografia do IMS, e Leticia Squeff, professora de História da Arte da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Seguindo o costume da área de iconografia brasileira do IMS de trabalhar com obras que têm como suporte o papel, a exposição trará cerca de 50 obras do artista, com destaque para a sua produção gráfica. Foram reunidas aquarelas, esboços, desenhos feitos à grafite e a nanquim. Artista múltiplo, Porto-Alegre atuou também como arquiteto, cenógrafo, crítico, historiador, escritor, jornalista e diplomata.

Foi lançado um catálogo que reúne imagens das obras de Porto-Alegre, uma seleção com seus escritos e uma cronologia, além de artigos sobre diversos aspectos da atuação do artista, feitos por especialistas convidados. O catálogo traz ainda reproduções fac-similares do álbum do Instituto Moreira Salles e do Álbum de pinta-monos.

Sobre o artista

Manuel de Araújo Porto-Alegre (1806-1879) nasceu em Rio Pardo-RS e, em 1827, já se encontra no Rio de Janeiro. Porto-Alegre é uma das figuras mais desconcertantes da história da cultura e das artes no Brasil: muito citado, é também pouquíssimo conhecido. Entre suas diversas atividades, atuou como arquiteto; fez trabalhos de cenografia e decoração para teatro e para festas da monarquia; é considerado autor das primeiras caricaturas realizadas no país; foi idealizador da estátua equestre de d. Pedro i, no Rio de Janeiro; escreveu algumas novelas, muitas peças para teatro e diversos poemas; esteve em cargos de poder em instituições de cultura importantes da época, como o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (ihgb) e a Academia Imperial de Belas Artes (Aiba), para a qual concebeu um amplo projeto de reformulação pedagógica, com enormes desdobramentos na arte brasileira da segunda metade do século xix.

Sobre os palestrantes

Paulo Knauss é doutor em história, diretor-geral do Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro e professor do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, onde se dedica ao ensino e à pesquisa de história da imagem, especialmente a partir do enfoque nas artes visuais. Entre seus trabalhos mais recentes, destaca-se a coorganização do livro Revistas Ilustradas: modos de ler e ver (2011) e o artigo “Jogo de olhares: índios e negros na escultura do século xix entre a França e o Brasil”, publicado na revista História (Unesp, jun. 2013, v. 32, n. 1).

 

Marize Malta é doutora em história e mestre em história da arte. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais e professora da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, atua no ensino e na pesquisa acerca dos artefatos oitocentistas, a condição decorativa e/ou artística e sua relação com imagem e lugar, enfocando o problema das coleções, sobre a luz da história da arte e da cultura visual e material. É autora do livro O olhar decorativo: ambientes domésticos em fins do século xix no Rio de Janeiro (Mauad X/Faperj, 2011) e é coautora de vários livros, como Museu Casa de Rui Barbosa (Banco Safra, 2013), História e arte: encontros disciplinares (Intermeios, 2013) e Instituições da arte (Zouk, 2012).

Palestra: Novas perspectivas sobre a pintura brasileira no século XIX

Com Paulo Knauss e Profa. Dra. Marize Malta

Data 19 de março, das 19h30 às 22h

Sala de Aula do IMS-RJ

Gratuito

Retirada de senhas na recepção a partir das 19h.

Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Tel.: (21) 3284-7400/ (21) 3206-2500

www.ims.com.br

http://twitter.com/imoreirasalles

http://instagram.com/imoreirasalles/

http://www.facebook.com/InstitutoMoreiraSalles

www.blogdoims.com.br

Informações para a imprensa IMS:

Bárbara Giacomet de Aguiar – (11) 3371-4490

[email protected]

Paula Simões – (11) 3371-4424

[email protected]

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificar de