Fotografia

Fogo e risco na arte

Por Equipe Editorial - setembro 28, 2012
2248 0
Pinterest LinkedIn

Quem é o artista? Zé de Rocha
O que vai ter na exposição? Fotografias
Até quando? 2 de novembro

Imagens criadas com a queima e a fuligem provenientes das “espadas de fogo”. Esta é a atual produção do artista plástico Zé de Rocha, que estará em cartaz na exposição intitulada Risco, entre os dias 05 de outubro a 02 de novembro de 2012, na Galeria do Conselho em Salvador-BA.

O risco é princípio de criação para Zé de Rocha, que parte da polissemia desta palavra na língua portuguesa, em suas acepções de traço feito numa superfície e de possibilidade de passar por perigo. Para tanto, o artista corre riscos ao construir suas obras: apropria-se de um artefato peculiar feito com bambu, argila e pólvora (espécie de busca-pé) chamado de “espada” ou “espada de fogo”, desvinculando-o de seu emprego original e utilizando-o como instrumento para riscar/desenhar.

Na verdade, a “espada de fogo” faz parte da “Queima de Espadas”, manifestação cultural que ocorre durante os festejos juninos em todo o recôncavo baiano, mas, principalmente, em Cruz das Almas, cidade natal de Zé de Rocha. Este folguedo atravessa gerações e remonta costumes medievais da Espanha e de Portugal. Um risco comum a muitas festividades tradicionais estabelecidas em torno do embate com o perigo.

O que o artista propõe ao espectador é uma experiência estética a partir do fascínio exercido pelo fogo e pelo perigo, da convivência com o risco como fator inerente a toda atividade humana. Matéria para a sua arte, o risco que Zé de Rocha apresentará nesta mostra estará presente em grandes painéis de lona queimada e em vídeo.

O artista

Zé de Rocha é graduado pela Escola de Belas Artes da UFBA, onde atualmente é aluno no curso de Pós-Graduação em Artes Visuais e desenvolve a pesquisa intitulada Crônicas do Extremo, uma poética do RISCO. Participou de mostras coletivas em inúmeras galerias do estado e, após ganhar o grande prêmio da IX Bienal do Recôncavo (2008), expôs seus trabalhos em Ghiffa, Itália. Recentemente foi um dos premiados no Salão de Artes Visuais de Jequié com o díptico “Prometeu e São João Brincando e Inquisição em Paisagem Cruzalmense”.

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários