Fotografia

Os quatro elementos, imagens surpreendentes!

Por Equipe Editorial - junho 28, 2016
4011 0
Pinterest LinkedIn

Quem é o artista?
José Diniz
Em 2012, foi contemplado pelo prêmio Funarte – Marc Ferrez de fotografia, com o projeto Maresia e a Menção Honrosa no Concurso Fotolivro Iberoamericano – RM Editor Barcelona. Em 2013 foi nomeado pelo British Journal of Photography como um dos 10 fotógrafos internacionais a serem observados. José Diniz publicou os livros “Literariamente” e “Periscope” e contribuiu para os livros “Saara Carioca” e “Vai-e-Vem”. 

O que terá na mostra?
Fotografias

Onde vai ser?
Ateliê da Imagem Espaço Cultural (endereço abaixo).

É um bom programa?
Sim, o Ateliê da Imagem, uma escola livre de imagem, responsável pela formação de uma nova geração que hoje é revelada em concursos, editais e projetos em todo o Brasil.

Quando?
De 2 de julho a 10 de setembro

Bill Cunningham, o ícone fotógrafo do “New York Times”
Como transformar relacionamentos em fotografias?

Sertão Cerrado é fruto das inúmeras andanças de José Diniz na região do cerrado brasileiro, bioma que pela intensa e desgovernada ocupação, vêm provocando uma série de desastrosos impactos ambientais e sociais. Considerado por especialistas o “berço das águas” é responsável pelos principais aquíferos e nascentes das bacias hidrográficas brasileiras.

Atento à região que cobre 25% do território nacional, o artista a explora, exaltando os quatro elementos da natureza: água, fogo, terra e ar que viraram livros que receberam os nomes Vertentes, Fogo cerrado, Terra roxa  e Delicadeza bruta. Partindo deles, as imagens se desprendem das páginas e tomam o espaço das paredes dessa galeria, para assim podermos observar melhor como o artista particulariza a visualidade de cada elemento.

Vemos ainda Diniz impregnado dos personagens Rosianos, se lançando à travessia da mata cerrada do Grande Sertão Veredas. Mais uma vez o artista põe seu corpo em movimento na busca de imagens que traduzam sua experiência de deslocamento espacial sem início nem fim definidos.

A pesquisa que Diniz vem fazendo sobre os suportes fotográficos só enriquece e afirma sua posição de artista habilidoso que aposta nas experimentações. Os ‘vivimentos’ de Diniz pelo cerrado não se limitam às imagens fotográficas. Eles se adensam nas escolhas precisas de suas aparências. (texto da curadora Claudia Tavares).

Atualmente o premiado fotógrafo José Diniz mora no Rio de Janeiro. Fez exposições individuais no Rio, em São Paulo, Niterói, Krasnodar [Rússia], Buenos Aires [ARG}, Montevidéo [URU] e Paraty [RJ/BRA]. Participou de exposições coletivas no Brasil, na Argentina e nos Estados Unidos.

Tem fotografias em coleções privadas, no Museu de Fine Arts Houston, e no MAM-Rio/Coleção Joaquim Paiva. Em 2009 ganhou os prêmios Leica-Fotografe e Almirante Tamandaré, Salvador –Bahia. Ganhou ainda o Prêmio Diário Contemporâneo, Belém –Pará em 2010, 2011 e 2013.  Em 2011, expôs no III International Discoveries Bienal em Houston, onde os curadores do Fotofest Gallery o escolheram entre 12 novos fotógrafos de 9 países.

SERVIÇO
Sertão Cerrado – fotos do renomado fotógrafo José Diniz
Abertura dia 2 de julho, às 12h
Entrada franca
Livre Visitação: 2 de julho a 10 de setembro
Horário: 2a a 6a feira das 10h às 21h; sábados das 10h às 17h
Ateliê da Imagem Espaço Cultural
Avenida Pasteur 453, Urca
Tel: 21 2541 3314
www.ateliedaimagem.com.br

Veja também:

Os 7 melhores artistas de fotomontagem!

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários