Gente de Arte

Um arco-íris entre o coração e a razão por Pierre Restany

Por Equipe Editorial - outubro 11, 2013
3838 0
Pinterest LinkedIn

Pierre Restany foi um emblemático crítico de arte francês, nascido em 1930 e falecido há 10 anos, que mantinhas fortes laços com muitos dos artistas de vanguarda dos anos 1960, como os integrantes do Fluxus e artistas como Hundertwasser, Ives Klein, Julio Le Parc e Cristo.

Somos como os fios de uma  tecelagem : em alta ou baixa corrente, alguns pontos são mais sensíveis do que outros ao entrelaçamento ou a trança. O exemplo de Julio Le Parc é extremamente significativo para mim. Nossas intenções cruzaram-se muitas vezes e, assim, bordamos uma trança de uma amizade calorosa em sua intermitência .

Julio Le Parc foi o pivô do GRAV antes de se tornar o seu principal ícone. O Grupo de Pesquisa das Artes Visuais, que foi rapidamente chamado de pequeno filho de Denise René , foi fundado em Paris em 1960, juntamente com o grupo de Novos Realistas. Tenho acompanhado com grande interesse o trabalho destes jovens artistas cinéticos, que compartilham os mesmos intereses que nós, os novos realistas, como a consciência de trabalhar dentro de uma sociedade industrial em seu ápice de produção. Julio Le Parc e seus amigos do GRAV eram muito sensíveis aos seus modos de inserção das artes nas áreas urbanas, e eu me lembro em 1966, durante uma grande viagem à Paris, ter percorrido diversas performances do grupo. A geometria foi à rua e eu segui, com muita curiosidade e paixão, a descida da arte à vida: após o famoso labirinto da Bienal de Paris, os membros do GRAV mantiveram o ritmo de suas experiências coletivas. Seu período de ação conjunta foi de curta duração, como os novos realistas. Tanto uns quanto outros foram totalmente reciclados pela sociedade de consumo e sua modernidade .

Além desta plataforma sociológica com base no relatório da arte e da indústria, nossos caminhos se cruzaram de novo e de novo e de novo . Eu conheci Julio Le Parc em Buenos Aires particularmente em 1964.

Segui suas ações de protesto durante maio de 1968, sua prisão à usina Renault Flins , e mediava todas as medidas tomadas por Denise René à seu favor. Julio Le Parc não foi expulso da França e é verdadeiramente um ativista. É sem dúvida um dos artistas que fizeram uma grande contribuição para a abertura da pintura cinética aos horizontes de comunicação e de uma linguagem mais livre. Enquanto isso, em 1966, ele foi premiado com o Grande Prémio de Pintura na Bienal de Veneza. Dois anos após Rauschenberg ter ganhado o Prêmio pela Bienal de Veneza, consagrando de uma vez por todas a nova escola americana e a mundialização do estilo Pop, a instituição venerável resolveu coroar a atual na arte geométrica cinética. L’Op après le Pop (Op após Pop), como foi dito na época .Lembro-me muito bem deste mês de junho em Veneza. Fazia um calor terrível na abertura da Bienal , e tudo estava acontecendo mais no Café Florian do que no Giardini da Bienal. Todo mundo pensava que o júri iria coroar Soto, o grande guru dos penetráveis . Mas a mudança de planos de última hora do curador Palma Bucarelli se deu de maneira diferente. Quando resolveu ficar com o espírito cinético, escolheu a personalidade mais proeminente na segunda geração de artistas do movimento .

Julio Le Parc tornou-se o emblema do GRAV, que não poderia deixar de lançar confusão na alma de seus companheiros. Grand Prix Veneza marcou o fim da existência do grupo.

Depois disso, vi Julio Le Parc, em várias partes do mundo, particularmente em Cuba, onde se tornou um dos arquitetos mais ativos de recuperação institucional da Bienal de Havana e lá levava uma oficina criativa .

O personagem é então para mim um pássaro criativo ao longo do tempo no céu das minhas memórias . Dito isto, eu realmente aprecio a mudança da cor e o período de arc-en-ciel que identificou para mim o nomandismo intelectual deste belo espírito que , em sua obra admirável, concilia o coração e a razão.

Restany, Paris, março de 1995.

 

Texto traduzido e retirado do site de Julio Le Parc.

Não foi possível salvar sua inscrição. Por favor, tente novamente.
Sua inscrição foi bem sucedida.

Você quer receber informações sobre cultura, eventos e mercado de arte?

Selecione abaixo o perfil que você mais se identifica.

Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários